VINGADORES DO ESPAÇO (Série de TV / Legendado) – 1966

MAGUMA TAISHI – 1966
AVENTURA – FANTASIA – SCI-FI
IMDb: 7,4
http://www.imdb.com/title/tt0268826/

LEGENDADO – COMPLETA (52 Eps. / Adicionando…)

“MAIS EPISÓDIOS”

Postado por André Lee

Formato: VOB
Qualidade: DVDRip
Tamanho: 1024 MB (por arquivo VOB)
Duração: 25 min. (média)
Legenda (SELECIONÁVEL): Português
Áudios (SELECIONÁVEL): Japonês
Servidor: Mega
Uploader: André Lee

01: VINGADORES DO ESPAÇO
02: VINGADORES DO ESPAÇO
03: VINGADORES DO ESPAÇO
04: VINGADORES DO ESPAÇO
05: VINGADORES DO ESPAÇO
06: VINGADORES DO ESPAÇO
07: VINGADORES DO ESPAÇO
08: VINGADORES DO ESPAÇO
09: VINGADORES DO ESPAÇO
10: VINGADORES DO ESPAÇO
06: VINGADORES DO ESPAÇO
11: VINGADORES DO ESPAÇO
12: VINGADORES DO ESPAÇO
13: VINGADORES DO ESPAÇO
14: VINGADORES DO ESPAÇO
15: VINGADORES DO ESPAÇO
16: VINGADORES DO ESPAÇO
17: VINGADORES DO ESPAÇO
18: VINGADORES DO ESPAÇO
19: VINGADORES DO ESPAÇO
20: VINGADORES DO ESPAÇO
21: VINGADORES DO ESPAÇO

22: VINGADORES DO ESPAÇO

23: VINGADORES DO ESPAÇO

24: VINGADORES DO ESPAÇO

25: VINGADORES DO ESPAÇO

26: VINGADORES DO ESPAÇO

A Série.

Vingadores do Espaço é mais uma série tokusatsu japonesa conhecida em seu país de origem como Maguma Taishi. A série alcançou um sucesso maior no Japão, graças a fabulosa campanha de marketing realizada pelo gênio do mangá Osamu Tezuka e por ter sido a primeira série de TV em cores exibida na TV japonesa.

Baseada numa história de Tezuka e publicada como suplemento da revista Shonen Gahosha Magazine com o nome de “Ambassador Magma”. O cartunista Tomio Sagisu, fundador da P-Productions entrou em contato com Tezuka e sua firma Mushi Productions para trasladar o personagem numa série de ação. Tezuka, que já havia planejado uma versão em desenhos animados, aceitou prontamente. O argumento televisivo tampouco era fiel ao original, convertendo-se nada mais do que uma continuação dos mangás.

O seriado foi apresentado originalmente pela rede de televisão japonesa Fuji Television entre 4 de julho de 1966 a 25 de setembro de 1967, num total de 52 episódios. Tomando como base as publicações do manga criado por Osamu Tezuka, Vingadores do Espaço tinha intenção de trazer uma história para a televisão que conseguisse concorrer diretamente com a série Ultraman produzida no mesmo ano por Eiiji Tsuburaya.

A História.

Na série televisiva a Terra está em perigo pois o cruel alienígena Rodak quer dominar o planeta usando vários demônios e monstros para atacar o Japão. Como conquistador de vários outros sistemas, o morcego espacial Rodak ambiciona acrescentar o nosso planeta à sua “coleção” e para isso ele envia vários monstros na tentativa de tomar o controle da Terra. Preocupado com o nosso planeta o velho sábio Matuzen do planeta ZFS, que residente no coração do vulcão no Monte Olimpo, envia a Terra duas de suas principais criações: os robôs Goldar e sua esposa Silvar.

Goldar é um robô dourado (daí o seu nome), com uma altura de 14 pés e pesando 20 toneladas, já sua esposa Silvar, mesmo sendo uma robô prateada e com um tamanho humano, também tem as mesmas capacidades de combate do esposo. Todos têm antenas grandes que emitem raios Gama e transformam-se em foguetes e por uma abertura no tórax podem lançar mísseis.

Aqui na Terra Goldar conhece o garoto Miko, filho do famoso jornalista Tom Mura, este é ameaçado pelo tirano do espaço e toda sua família se vê envolvida de uma hora para outra numa verdadeira guerra. Quando Miko foi levado ao Monte Olimpo, Goldar e sua esposa ficaram encantados com a figura de uma criança e pediram a Matuzen para criar um filho para eles, surgia o garoto Gam, um menino foguete. Para proteger Miko e sua família, Matuzen entrega ao garoto um apito com o qual ele pode chamar Goldar e os outros de onde estiver, de posse do apito ele chamava os vingadores quando estava em perigo. Quando Miko assoprava o apito (em forma de foguete) uma vez, chamava Gam; Silvar era chamada com dois sopros e Goldar com três sopros.

Fica bem evidentemente, o orçamento fraco mas as aventuras diferentes e empolgantes são surpreendentemente agradáveis e ousam, especialmente nos primeiros episódios, cujo tema central é da amizade e a vivência entre os robôs.

O ator Tohru Ohira que praticamente criou a figura do dublador no Japão, além de dublar o vilão Rodak, também vestiu a roupa do personagem.

No Brasil.

No Brasil a estreia de Os Vingadores do Espaço se deu na extinta Rede Tupi em 1973 e ficou por um ano na emissora, sendo reapresentada na Rede Record no final dos anos setenta até sua última reprise na metade dos anos oitenta quando passava nas nas tardes da TV Bandeirantes, já com uma nova dublagem.

Em 1993 o herói e sua família ganharam uma série em animação chamada Maguma Taishi (Embaixador Magma em português), mas que durou apenas 13 episódios.

Fonte: InfanTv





Tetsuya Uosumi … Ambassador Magma
Tôru Ôhira … Goa
Masumi Okada … Atsushi

# país: Japão
# Ano de Produção: 1966 (52 episódios)
# produção: P Productions e Tôkyu Agency
# Emissora no Brasil: Tv Tupi, Rede Record e Tv Bandeirantes.

21 comentários para VINGADORES DO ESPAÇO (Série de TV / Legendado) – 1966

  • fabriciosapatin  Disse:

    Muito Obrigado André Lee,p mim classico com gosto de infancia,lembro-me chegar da escola e assistir em uma tv preto e branco,ñ sei se meu filho vai gostar,mas q ele vai assistir ele vai,valeu

  • camaroon  Disse:

    vish manow, vc conseguiu ela completa? faz tempo que procuro, mas legendado só consegui até o 25! vlw

    • andre lee  Disse:

      meu amigão camaroon tenho ela completa sim todos os episodios e vou trabalhar em cima dela para dispor mais rapido pode baixar tenho todos abraços

      • guinaofwar  Disse:

        Parabéns andré e muito obrigado pelo seu trabalho, essas séries japonesas me trás tantas recordações boas, me faz lembrar meu pai que já não está mais aqui, vc teria robo gigante legendado ou dublado?

        • andre lee  Disse:

          Oi amigo tem sim procure ultramar spectreman e robô gigante todos hospedados aqui no tela

      • sergy  Disse:

        Boa noite, Andre Lee, parabéns pela postagem, gostaria de saber se vc tem os rótulos dos 4 dvds do volume 1 do vingadores do espaço da cult classic, pois infelizmente este volume 1 não está mais a venda e eu queria montar o box com os rótulos deste volume 1, se tiver dá para entrar em contato , por favor…. obrigado pela atenção

  • Don Costa  Disse:

    Outra postagem sensacional do amigo André Lee.
    Naquela época eu achava que nada poderia ser mais tosco do que o “Robô Gigante”. Até que vi esse. Logo de cara já se destacava o gigante Goldar com sua cabeleira à lá Robert Plant. A premissa era o máximo. Um robô gigantesco que tinha uma esposa (?) também robô, só que em tamanho normal (??) e ambos conseguiram ter um filho (???) também de tamanho natural (??????????). Ou seja, nada a ver com nada. Mas para mim, quanto mais tosco e mais nonsense, mais legal fica o seriado. O negócio era simplesmente aceitar o que acontecia e viajar nas batalhas contra os monstros de fantasias acolchoadas em maquetes de papelão e isopor.
    Que efeito computadorizado, que nada. Aquilo sim é que era entretenimento. Aposto que até os atores se divertiam.
    Muito obrigado por mais esta bela lembrança da infância, André.
    Grande abraço.

    • andre lee  Disse:

      valeu pelas palavras dom costa vou colocar o restante Abraços

  • Nosferato  Disse:

    Caraca veio!! Fique pasmo de ver está relíquia.
    Esse era o meu seriado favorito quando criança!
    Lembro que esperava ansioso pra ver o desenrolar dos episódios.
    Tenho até receio de assistir de novo. Não me leve a mal. É que cetas lembranças devem ficar na memória. Existe o receio de se perder o encanto daquela época.
    De qualquer forma vou me arriscar a assistir pelo menos um. rs

    Obrigado pela recordação!!
    Forte abraço!

    • andre lee  Disse:

      eu que agradeço por resgatar um pouco de sua infância pois o objetivo aqui do tela é exatamente esse uma pena não ter mais dublado pois se perdeu como tempo mas valeu pelas palavras abraços

  • zecalango  Disse:

    O mais legal é ver um piloto em formato de película com Goldar sem a máscara, cara eu fiquei impressionado…Na época eu jamais teria visto

  • sylvanno  Disse:

    um verdadeiro cult fantastico ,obrigado

  • Hudson  Disse:

    Olá baixei o 1 ep e não tem legenda!

  • Dene  Disse:

    Bela postagem.
    Consta que o link do ep 12 foi deletado. Poderia verificar?
    Obrigada!
    Dene

  • andre lee  Disse:

    Dene from Brazil obrigado pelo aviso já mandei pro marcos eu vi e esta deletado mesmo não sei o que houve mas upei e mandei pra ele de novo assim que ele tiver disponibilidade ele coloca ok obrigado pelo aviso qualquer coisa é só falar abraços

  • Staionof  Disse:

    Este sempre foi meu seriado japonês favorito; cada arco de histórias trazia monstros com características diferentes e mesmo com todo o poderio de Goldar, era preciso descobrir o ponto fraco das criaturas para derrotá-las. E como a ação não se concentrava apenas no robô gigante, sempre havia um plano do Rodak que fazia com que Miko, Gam e às vezes Silvar, entrassem em ação.
    Lamento apenas duas coisas no seriado: que com o passar dos episódios a importância de Silvar vá diminuindo; depois do arco de histórias do monstro Taron, ela passa a ser praticamente uma coadjuvante na série, aparecendo pouco, raramente entrando em ação e absolutamente distante dos conforntos corpoa corpo dos primeiros episódios; não sei se foi alguma espécie de censura machista que fez o enfoque da personagem ser modificada: de heroína ela se torna uma dona de casa robótica. E a outra coisa é o fato de os últimos episódios se tornarem simplórios comparados aos primeiros; os monstros passam a ser mais vulneráveis, os planos de Rodak bem menos desafiadores e os arcos de história deixam de ter quatro episódios e passam a ter apenas dois.
    A título de curiosidade, durante toda a série, Miko nunca soprou o apito duas vezes para chamar Silvar; apenas em uma ocasião o apito foi soprado seis vezes convocando a família inteira e mesmo assim não foi o Miko, mas sim um agente do Rodak metamorfoseado na mãe de Miko. A única vez que Miko chamou Silvar foi através de um sinalizador, nesse mesmo arco de episódios, em que o monstro Zandosis devorava ondas sonoras e assim o apito não surtia efeito. Outra curiosidade é o poder de se metamorfosear que a Silvar utiliza em um episódio dessa sequência, assumindo a aparência de Mura, pai de Miko.

  • zecalango2016  Disse:

    Não consigo continuar fazendo o down a extensão VPN HOLA não está se batendo mais com o mega

Deixe uma resposta