TARZAN, O REI DAS SELVAS (Multi Áudio) – 1976

Tarzan Lord of The Jungle (EUA) – 1976
Animação – Ação – Aventura
Direção: Don Towsley
IMDB 7,9 http://www.imdb.com/title/tt0149533/

DVDRMZ – MULTI ÁUDIO

NOVO: EPISÓDIO 17 ADICIONADO

Postado por Guga

DADOS DO ARQUIVO:

Qualidade: DVD RMZ
Video: 640×480
Tamanho médio: 395 Mb
Áudio: Português (Dub. Clássica), Inglês, Francês e italiano (episódio 10)
Edição de áudio e vídeo: guga
Agradecimentos: Everaldo pelos áudios sem falhas usados no trabalho de restauro.

LINKS:

1ª Temporada:
Ep01 – Tarzan e a cidade de ouro – mediafire
Ep02 – Tarzan e os vikings – mediafire
Ep03 – Tarzan e o leão de ouro – mediafire
Ep04 – Tarzan e a cidade proibida  – mediafire
Ep05 – Tarzan e o cemiterio dos elefantes – mediafire
Ep06 – Tarzan e o retorno a cidade do ouro – mediafire
Ep07 – Tarzan e os estranhos visitantes – mediafire
Ep08 – Tarzan e a Terra dos Gigantes – mediafire
Ep09 – Tarzan e os Cavaleiros do Nimmr – mediafire
Ep10 – O Rival de Tarzan – mediafire
Ep11 – Tarzan e a Cidade da Magia – mediafire
Ep12 – Uma Estranha Aventura – mediafire
Ep13 – Tarzan e a criatura do gelo – mediafire
Ep14 – Tarzan e as olimpiadas – mediafire
Ep15 – O Julgamento de Tarzan – mediafire
Ep16 – Tarzan o odiado – multiup
Ep17 – Atlântida – A Cidade Submersa – multiup

Extras:
Narração limpa, video de abertura e encerramento – mediafire

SOFTWARES DE EDIÇÃO USADOS:

Vídeo: Sony Vegas 10, VirtualDub, PaintShop Pro
Áudio: IsotopeRX, Har-Bal equalization system, Audacity, Magix Audio Cleaner

NOTAS DO RESTAURADOR:

Esta série está sendo um desafio para restaurar.

Em relação ao áudio os seguintes problemas foram encontrados:

Os áudios que foram gravados e dispostos pelo TVFlashback continham erros gritantes em todos os episódios como excesso de chiados, zumbidos de fundo, diferenças no nível do áudio de vários trechos em cada episódio, sem mencionar cortes de falas que foram feitas, aparentemente, por quem tentou editar os áudios para o lançamento (Talvez tenha ocorrido algum problema na hora de gravar da TV que resultou em pulos o que motivou os cortes).

Em relação aos cortes na hora da gravação (pelo TVFlashback ou quem os postou originalmente) ocorreram nos episódios 13 e 14 (E, pelo que vi, é certo que haverão tb cortes no restante das temporadas). Para corrigir isso, ao invés de usar os trechos correspondentes em inglês, usei o áudios com estas partes faltantes do amigo Everaldo que, gentilmente, cedeu os áudios para que a correção fosse feita.

Também houveram erros crassos no próprio estúdio de dublagem contratado pelo SBT. em um dos epísódios (não lembro agora qual), após a remoção dos chiados e ruídos, apareceram ao fundo trechos  da fala original em inglês que se mesclaram com partes da própria dublagem.
A correção disso foi, realmente, desafiadora. Como os áudios e misturavam, não poderia, simplesmente, fazer cortes pois isso acabaria cortado parte da dublagem. A saída foi usar o programa Melodyne editor para tentar localizar os pitchs correspondentes à fala apenas em inglês e removê-los com cuidado, isolando o áudio “extra” do restante da dublagem. Após isso, equalizei o áudio com o software “Har-Bal” usando como referência o áudio em inglês para que todas as frequências de cada episódio (e deste mais precisamente) fossem niveladas com a mesma qualidade acústica do original em inglês. Feito isso, analise o episódio (e outros) no IsotopeRZ para remover eventuais falhas, desnivelamentos ou eventuais ruidos ou falas de fundo em inglês que ainda existissem. Como já havia limpo boa parte do áudio mas, ainda haviam alguns trechos (pequenos) em inglês ao fundo, acabei usando partes destas falas como se fossem o próprio ruído de fundo para que o IsotopeRX pudesse removê-la de maneira mais suave, sem prejudicar muito a dublagem brasileira já que as frequências da voz humana (O pitch) se localizam em um áudio sempre em uma certa faixa de frequência. Portanto, se eu removesse muito ou fizesse uma opção mais agressiva de remoção de ruídos, invariavelmente, acabaria removendo também a dublagem brasileira. Felizmente, isso não ocorreu, pois consegui contornar após mais algumas horas de trabalho sutil de filtragem.
A correção desse episódio chegou à uns 95%. É possível que ainda haja um ou trecho onde se possa ouvir partes de falas em inglês. No entanto as deixei as mais sutis quanto possível.
O problema foi na hora do estúdio fazer a dublagem. Ao invés de usarem a OST (trilha sonora original – que não contém as falas) para fazer a dublagem, o estúdio optou por usar o áudio em inglês mesmo e tentou reduzir o volume onde haviam falas em inglês. No entanto, sabe-se lá por qual razão, a redução do volume não foi suficiente para esconder as falas, pois foi feita uma redução de apenas uns 70% (mais ou menos) destes trechos em inglês o que acabou resultando na mixagem deles como som de fundo da própria dublagem brasileira.

Tudo isso, sem mencionar o problema em relação à própria sincronia já que o tempo de cada cena que foi veiculado na TV difere (e muito) do que foi lançado no DVD oficial). Portanto, como haviam erros mais graves à serem corrigidos, deixei a sincronia para ser corrigida ao final, apenas após terem sido limpos os áudios e anotadas cada cena onde haviam cortes ou diferenças significativas seja por quem gravou da TV, seja pelo estúdio de dublagem ou por cortes vindos da própria emissora na hora dos intervalos comerciais (que é o que acredito que tenham sido cortados incorretamente e lançados no TV Flashback com edição errada)

Ainda houveram erros na própria narração de dublagem. Nos primeiros episódios (1º e 3º mais precisamente) a narração dos títulos de abertura foram inseridas antes do tempo certo. Elas foram postas inadequadamente na chamada imediatamente anterior ao início do próprio episódio ao invés de ter sido inserida logo em seu início como ocorre nos demais. A correção disso foi simples: Bastou remover a narração desse local e, após limpá-la e usar filtros e programas de equalização para melhorar o áudio, as reinseri no tempo correto do vídeo sem qualquer distorção. A vantagem é que, agora temos pelo menos um áudio limpo da voz mais conhecida do brasil ao dizer “estória de hoje…..uma distribuição warner bros televisão. versão brasileira, herbert richers”. Agora de posse desse trecho limpo é possível recriarmos em outros videos onde hajam falhas dessa narração de abertura por exemplo. Coloquei estes arquivos como extra.

Em relação ao vídeo os seguintes problemas foram encontrados:

No episódio 3 (Tarzan e o leão de ouro), o DVD oficial tinha uma falha terrível. Faltam várias cenas em sequencia (uns 30 segundos mais ou menos) que não foram incluídas no DVD oficial. Tive de restaurar estas cenas usando as cenas do TVrip, mas, para isso tive de recriar frama-a-frama removendo o logotipo de cada um delas (Umas 1100 framas mais ou menos) e depois corrigir o padrão cromático para se igualar ao do DVD para que não destoasse e ficasse o menos perceptível possível a edição. Apenas esse trabalho “de 30 segundos” tomou quase 2 dias de edição.

Estou tentando restaurar o restante da série usando as mídias do VHS americano que consegui que não contém logotipo. No entanto, a qualidade está pior do que os do TVRip. Como não sei se será possível igualar o padrão cromático co VHS americano com o do DVD oficial, vou decidir o que fazer na medida em que os for restaurando. São apenas duas opções, ou restaurarei o TVRip ou o VHSRip. Em ambos os casos, vai dar um trabalho brutal de edição pois já deixarei ajustado no formato do dvd, ou seja sem os cortes das emissoras e com efeitos de fading entre comerciais etc para quando o dvd oficial for lançado, o trabalho de reedição e reinserção da dublagem seja o mais fácil possível bastando apenas uma eventual ressincronização se for necessária

As etapas da restauração foram, basicamente, as destas imagens  que estou postando, caso alguém queira usar como espécie de tutorial para edição própria.

É importantíssimo na hora de se restaurar o áudio ou inserir trechos que vc coloque efeito suave de fading nos milisegundos das bordas das faixas de áudio que eventualmente se sobreponham. Isso pq, se vc corrige um trecho de áudio onde há uma música de fundo distorcida e coloca a correta em seu lugar, não basta vc simplesmente cortar, ciar e colocar o trecho, or mais que vc tente sincronizar os tempos para evitar distorção. Para evitar, corretamente distorções é necessário fazer uma comparação entre ambas as equalizações (usando o har-bal, por exemplo) e sempre reservar espaço de alguns milisegundos que deverão se sobrepor no inicio e fim de cada trecho editado sempre com efeito leve de “fade”, para que a transição entre esta edição ocorra da maneira suave possível.
O fading é aquele efeito onde no final do áudio onde o som vai diminuindo e no início ele vai aumentando. Como vc precisa intercalar duas faixas de áudio, necessariamente ao menos dois “pontos” de intersecção irão ocorrer por alguns milisegundos. São nestes únicos dois pontos de cada faixa que vc aplica o efeito de fading como mostrado na imagem “Restaura16.png”

Restauração Tarzan

SINOPSE:

Produzido em 1976, pelos estúdios Filmation, essa versão animada de Tarzan, o rei das selvas segue à risca o livro original escrito por Edgar Rice Burroughs. Na versão original, não existe Chita e sim o macaquinho Nikima. Nesse desenho, Tarzan enfrenta perigos desse e de outros mundos. Destaque para a magistral animação desenvolvida pela Filmation, onde os movimentos humanos são quase perfeitos.

ELENCO:

Robert Ridgely … Tarzan (36 episodes, 1976-1979)
Jack Bannon … (36 episodes, 1976-1979)
Ted Cassidy … Phobeg (36 episodes, 1976-1979)
Robert Chapel … (36 episodes, 1976-1979)
Linda Gary … Fana the Huntress / … (36 episodes, 1976-1979)
Joan Gerber … Queen Nemone (36 episodes, 1976-1979)
Barry Gordon … (36 episodes, 1976-1979)

13 comentários para TARZAN, O REI DAS SELVAS (Multi Áudio) – 1976

  • cidadaok  DISSE:

    Ótimo lançamento!
    Imagino a trabalheira para realizar a tarefa de restaurar todos os episódios.
    Agradeço pelo tempo gasto na restauração e pela generosidade de compartilhar essa ótima série.
    Obrigado, Guga e Everaldo.
    Grande abraço.

  • victormetal  DISSE:

    que sensacional mesmo, isso é o que eu chamo de uma verdadeira RMZ
    que trabalho lindo meu amigo, tiro o meu chapéu pra você, que coisa maravilhosa nos presentear com esse clássico em sua máxima qualidade e preservando tudo que tem direito
    meu parabéns mesmo
    Deus te abençoe

  • pepe  DISSE:

    Sensacional mesmo!!! Muita dedicação. Obrigado pelo presente.

  • Johnahex  DISSE:

    Amiguinho Guga, voce merece uma medalha de ouro!Nem sei o que dizer…Não perdia um episódio de Tarzan aos domingos pela manha na Globo em 1983?,por aí,e poder ver esse clássico restaurado,é de encher os olhos de lágrimas.Todo aplauso a voce!!!

  • Claudiomar JS  DISSE:

    Essa série merece meu respeito também, excelente post colega… 🙂

  • Leonardo Nunes  DISSE:

    cara sem palavras…obrigado por compartilhar esse classico e imagino o trabalho q teve….so podemos agradecer nem produtores teve essa gentileza de fazer isso q vc fez.obrigado

  • farra4ever  DISSE:

    Obrigado.

  • ruancf  DISSE:

    Depois de ler todo o seu relato e de ver todo o trabalho que você teve (e está tendo ainda), não tive como deixar de comentar aqui pra agradecer: meus parabéns e muitíssimo obrigado pelo seu esforço e dedicação. Nada que eu diga aqui vai ser suficiente pra agradecer o que você fez.

  • elcioch  DISSE:

    Agora deu vontade de gritar igual ao tarzan.
    mas provavelmente iria sair um grito tão engraçado ou estranho que é melhor não tentar.
    Obrigado pela postagem.

  • guga  DISSE:

    Obrigado pelas palavras marujos.

    Realmente esta série etá sendo um desafio. Consegui (finalmente) encontrar uma maneira de melhorar a qualidade das cores do VHS americano deixando os episódios o mais parecido possível com a qualidade do DVD. Estou fazendo testes no episódio 17. Havia terminado a restauração usando o TVRip mas, a qualidade geral está bem ruim, pois além dos Logotipos (do SBT e do sábado animado) a imagem geral está muito escura, de baixa qualidade e opaca. O resultado final do TVRip havia ficado razoável mas, ainda faltava alguma coisa.

    Fui testar os do VHS americano pois não tem logotipo (mas, cuja qualidade está pior do que os do TVRip no que se refere as cores e a perda de detalhes em uma ou outra cena – o que tb ocorre no TVRip). Nada do que eu fizesse aparentava estar dando certo.

    No entanto, me lembrei de um artigo que havia lido ano passado e de uns testes que eu estava iniciando sobre algoritmos de transferência de cores e texturas para tentar criar algo parecido como plugin do VDub. Como o desenvolvimento disso iria levar meses se eu tivesse de começar do zero, felizmente encontrei um plugin do sony vegas que faz algo parecido. O plugin é do NewBlueFX e se chama “NewBlue V6 color replace”.

    Se quiserem ter noção de como está ficando o trabalho de restauração usando esse plugin, segue uma impressão de tela.

    http://oi68.tinypic.com/2cxyxpe.jpg

    As cores ficam as corretas do DVD oficial e não fica mais aquela imagem opaca do TVRip nem a que tem exageros de iluminação do VHS.

    O único problema é que, o VHS americano foi gravado em equipamento de péssima qualidade e é possível encontrar imagens fantasmas em algumas cenas que não tive como remover (aberrações cromáticas). Tentei deixá-las o mais sutil possível e, em algumas cenas, simplesmente removi isso frama-a-frama no PaintShop pro mas, ainda pode haver em uma ou outra cena.

    Eu havia feito testes disso no TVRip pois a qualidade geral de cores está melhor do que a do VHS (pois está menos saturada). No entanto, a iluminação e baixa qualidade do TVRip (sem contar o logotipo) impossibilita que eu iguale as cores com os do DVD oficial sem que a imagem em geral fique muito escura ou, por vezes, azulada ou muito avermelhada.

    Enfim…acabei optando por usar como padrão o do VHS americano (ao menos nesse episódio) pois foi o mais próximo que consegui chegar do que será feito no DVD oficial quando lançarem o restante da série.

    Esse plugin troca as cores que vc escolher por outras para ser usado em seu alvo e vc consegue com ajustes finos, limitar as cores dentro de cada objeto de cena que tenha apenas a coloração que vc escolheu. Pelo que entendi ele usa o CieLab como padrão cromático de transferência (Não analisei o plugin internamente mas, é provável que use o CieLab ao invés do HSL pela maior definição e qualidade geral do resultado). O resultado fica excelente. No entanto, extremamente trabalhoso, pois para cada frama que vc corrige vc precisa analisar o restante do vídeo para ver se não houveram distorções significativas no restante das framas. Ou seja, para cada frama tem de tentar olhar rapidamente o restante das 40 mil que contém o vídeo. Não precisei olhar uma-a-uma. Bastou adiantar as cenas do video rapidamente e, em cinco minutos, se percebe se havia cometido algo errado no início da configuração.

    No entanto, isso tem de ser feito em cada cor que vc quer transferir. Optei em corrigir primeiro s cores primárias (Azul, vermelho e verde) pois são estas as mais usadas no desenho. Então, basicamente, aplico o plugin apenas 3 vezes de uma vez só em todo o vídeo, faço os ajustes necessários e renderizo. E depois de pronta este estágio, iniciou outro usando o mesmo plugin e trabalho manual para os ajustes mais finos.

    O dose é a iluminação. O Azul do céu é diferente do azul do mar usado no DVD oficial mas, no VHS as cores são bastante pálidas (opacas), o que confunde muito e tive de aprender a encontrar o melhor ajuste para esse filtro.

    Depois fiz o mesmo com a cor verde das florestas e o vermelho usado no rosto e corpo do tarzan ou dos demais personagens (o nikima, por exemplo).

    Essa foi apenas a primeira etapa da restauração das cores. A renderização desse episódio levou quase 5 horas.

    Após terminada essa primeira etapa, reinseri o video no sony vegas e o trabalho de pós-produção começou. Estou removendo todas as framas com entrelaçamento e analisando frama-a-frama o detalhes dos personagens e se as novas cores geradas pelo New Blue Color Replace estão corretas. Somente assim, posso corrigir com esse filtro, agora, os ajustes mais finos, como por exemplo, o branco de roupas ou dos olhos e dentes etc. Ainda está trabalhoso, pq o VHS contém erros de gravação (pulos) os quais consegui corrigir reaproveitando outras framas que seriam as mesmas das que tem as falhas.

    Já em outras cenas, estou tendo de fazer a edição na mão mesmo, usando o PaintShop pro para recriar objetos de cena dada a péssima qualidade original do VHS. Acabei inserindo tb outras cenas que o VHS não contém. Para isso usei cenas do TVRip mas, tive de remover o logotipo tb na mão. Acredito que, já que estas cenas não existem, quando o DVD oficial com o restante da série for lançado, estas cenas tb não serão incluídas, por isso as recriei caso tenhamos de usá-las no futuro.

  • Marivaldo  DISSE:

    Caramba cara que trabalhão pra rmz essa série, a riqueza de detalhes que vc usa nos programas me impressiona, vc ta usando as imagens de vhs porque as dos dvds oficiais estão piores,o episodios 16 eu nao consigo baixar nem com reza da braba nesse multiup , o 17 ok , abriu no minhteca e consegui valeu, parabéns pela persistencia,paciencia e insistencia em fazer o melhor pra restaurar essa raridade da Filmation.Obrigado

    • Don Costa  DISSE:

      Boa noite, Marivaldo.

      Ao entrar na página do Multiup, desça até o meio da página onde estão listados todos os servidores disponíveis. Depois escolha o servidor e clique nele para ser direcionado à página de downloads. Alguns demandam ações extras para se baixar o arquivo mas, dos que testei, Bigfile, Turbobit, Uptobox e Openload disponibilizam os downloads assim que se entra na página do respectivo servidor. Atenção ao Openload, já que este disponibiliza os arquivos em tamanho menor, pois estes são automaticamente convertidos para MP4 ao se fazer o upload original.

      Caso tenha mais dúvidas, basta informar.

      Abraços.

  • farra4ever  DISSE:

    Obrigado pelo epis 17.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.