ROSAS DE SANGUE (Dublado) – 1960

“Blood and Roses” – “Et mourir de plaisir” (França/Itália) – 1960
HORROR
DIREÇÃO: Roger Vadim
IMDb: 6,7 http://www.imdb.com/title/tt0053802/

DUBLAGEM CLÁSSICA – ESTÚDIO ÁLAMO

Postado por Nelson-Tdc

Formato: AVI

Qualidade: TVRip

Tamanho: 1,04 GB

Duração: 74 min

Áudio: Português

Legenda: nenhuma

Servidor: 1fichier (4 partes)

Remaster e Upload: Nelson-TdC

Dublagem Clássica (Álamo)

Usar SevenZip para extrair

Nota: Esse filme tem 3 versões oficiais: americana, francesa e alemã. A alemã é basicamente a francesa – pois é falada nesse idioma – mas com o acréscimo da cena do sonho e também com algumas cenas cortadas comparada à aquela. Recentemente saiu em DVD na Alemanha com imagem em widescreen e qualidade um pouco melhor que os TVRips e VHSRips existentes mas nada excepcional. A que passou na TV no Brasil e foi dublada é a americana e é essa versão a apresentada aqui. A melhor fonte de vídeo que encontrei é de um TVRip que baixei da net. Como era de se esperar a qualidade da imagem é pobre mas assistível. A imagem estava com uma tonalidade esverdeada, então resolvi reencodar o vídeo fazendo ajustes de cor, brilho, contraste e saturação para que ficasse com aparência mais natural. Quanto ao áudio, a fonte é um TVRip baixado do youtube. A qualidade é baixa mas consegui minimizar a maior parte dos problemas usando o áudio em inglês além de fazer uma sincronia meticulosa. Por falha na gravação ou na transmissão da TV só há uma fala sem dublagem aos 15 min e 20s em que a pessoa diz “position six”, algo fácil de entender pelo contexto da cena. Achei desnecessário por legenda.

Parte 1: ROSAS DE SANGUE

Parte 2: ROSAS DE SANGUE

Parte 3: ROSAS DE SANGUE

Parte 4: ROSAS DE SANGUE

Carmilla (Annette Vadim) sente-se enciumada com o casamento prestes a se realizar entre seu primo-irmão Leopoldo (Mel Ferrer) e Georgia (Elsa Martinelli). Durante o baile a fantasia em homenagem a Georgia, fogos de artifício acabam detonando explosivos da 2ª Guerra escondidos no cemitério abandonado da família Karnstein. As explosões expõem a tumba de Millarca, ancestral vampira dos Karnstein. Carmilla é atraída ao local e lá Millarca se apossa de seu espírito. A partir de então Carmilla-Millarca passa a tramar uma maneira de se livrar de Georgia e ficar com Leopoldo.

Mel Ferrer … Leopoldo De Karnstein

Elsa Martinelli … Georgia Monteverdi

Annette Stroyberg … Carmilla (as Annette Vadim)

Alberto Bonucci … Carlo Ruggieri

René-Jean Chauffard … Dr. Verari (as R.J. Chauffard)

Gabriella Farinon … Lisa

Serge Marquand … Giuseppe

Nathalie Lafaurie … Marie (as Nathalie LaFaurie)

Carmilla Stroyberg … Martha (as Camilla Stroyberg)

Marc Allégret … Judge Monteverdi

15 comentários para ROSAS DE SANGUE (Dublado) – 1960

  • WaynEnterprises  Disse:

    BELAS atrizes nesse Filme!
    Valew Pelo Resgate, Vou Conferir..

    Obrigado Marujo!

  • Scarface  Disse:

    Horror gótico e surrealista da melhor espécie. Nunca imaginei vê-lo dublado e também não sabia que existiam outros cortes. A que tenho aqui deve ser a versão francesa, então. Muito obrigado pelo sensacional resgate, Nelson!

  • lilbarby  Disse:

    muito bom Nelson 😀

  • @c3rvo  Disse:

    Muito obrigado pelo resgate, Nelson.

  • lucard  Disse:

    Como faço para baixar deste servidor ?

    • MARCOS F.  Disse:

      MARUJO LUCARD, BEM EMBAIXO, NA PÁGINA DO 1FICHIER ENCONTRARÁS O BOTÃO DOWNLOAD

  • farra4ever  Disse:

    Raridade é pouco.

  • guga  Disse:

    Sensacional. merece uma restauração. baixando 🙂

  • guga  Disse:

    Iniciando a restauração. Nelson, se vc não se importar, vou fazer em penta-áudio ok ? (Portugues, Ingles, Frances, Alemão e russo)
    Consegui a raw com qualidade de HD e dei uma melhorada nela para realçar as cores e iluminação. O padrão é em widescreen 720*304.

    Me diz uma coisa. eu vi que as versões do filme tem cortes nas diferentes raws. A que vc usou foi pela raw americana não é ? Essa também tem cortes…vou esperar terminar o ajuste de iluminação e cores para dar uma olhada como vão ficar as cenas que terei de inserir ou editar.

    Obrigado:)

    grande abraço

    • Nelson-TdC  Disse:

      Guga, fique à vontade. Por que eu me importaria. Isso aí não me pertence. Só vou alertá-lo para uma coisa: eu não sei qual fonte de vídeo em widescreen você vai usar. Então esteja ciente que a versão americana é diferente da francesa/alemã. Eu também pensei em fazer uns cortes na versão alemã e inserir algumas cenas da americana para encaixar toda a dublagem. Mas além da americana ter a narração de Millarca, as falas das duas versões nem sempre são as mesmas. Dou um exemplo: aos 7min 59s na versão americana Carmilla diz “a dama em questão”. Na versão francesa/alemã ela diz apenas “ela”. Nesse ponto não dá pra inserir a fala dublada pois a fala é bem mais longa que o movimento dos lábios. Há outra cena com o mesmo problema. Não cheguei a conferir todo o filme. Isso me fez desistir de fazer uma RMZ inserindo a dublagem na versão alemã. Se você conseguir, parabéns.
      Abraço e um bom trabalho.

  • guga  Disse:

    OiNelso..obrigado. Pois é, eu vi. Tem bastante coisa diferente. Esta cena da narração na versão americana é a cena anterior ao de dentro do avião. A narrativa acontece com a imagem do avisão em vôo com as nuvens passando. Na versão francesa/alemã/russa, essa cena foi cortada e mantida a cena de dentro do avião com o Dr. falando sobre a estória que ele ouviu (que é a base da narrativa na versão americana/brasileira).

    eu conseguiu corrigir a imagem dessa parte do vôo e a estou inserindo na versão alemã. Porém, na versão alemã, ao invés de inserir o áudio em inglês nessa cena de paisagem aérea eu estou pensando em fazer duas coisa:
    a) ou inserir apenas o som do avião para não perder o contexto da próxima cena que é a da narração pelo Dr. dentro do avião.
    ou
    b) inserir as duas narrativas, porém, com áudio em inglês, Assim a cena da paisagem aérea se manem a narração da mulher falando e depois entra a cena de dentro do avião com o Dr. contando a estória.

    Provavelmente vou fazer a inserção do item “b” pois, me parece que era assim que o filme foi feito originalmente sem cortes.

    Eu só não entendi essa questão de duas versões. Até porque, a própria versão brasileira mesmo se baseando na americana tem a imagem da abertura diferente (é colorida), já na versão americana, alemã/francesa/russa ela é em preto e branco.

    Eu vou tentar pegar mais informações sobre o filme, ver comofoi feito etc, para ver o porque das variações nas versões. De repente pode ser que tenha de fazer uma remasterização com dois inícios diferentes (espero que não, pq pode ficar meio estranho).

    O engraçado é que filme com versão alemã, geralmente, ferra sempre. Eles mudam muita coisa sem necessidade.Eu recentemente fiz a restauração da série “O homem do fundo do mar” e ao inserir o áudio em alemão eu vi que na versão alemã da série, muitas cenas foram tiradas de cada episódio e, inclusive o tema de abertura era completamente diferente.

    Caso fique muito complicado, vou tentar achar a versão original francesa sem cortes para tentar ver se estou fazendo a inserção correta (Salvo se a versão “uncut” existir em DVD aí, basta adequar o áudio)….

    Tem uma cena que na versão americana/brasileira, não foi ao ar. É a cena do espelho. Onde ela aparece com mancha de sangue no peito…Na versão certa (sem corte), ela mostra o seio no espelho coberto de sangue (Aos mais tarados…não..eu não vou descolorizar o sangue e simular cor da pele pra se ver o peito dela, rsrsrsrs….Se bem que…uau…ela é linda, seria interessante…kkkkkkkk).

    De todo modo, retaurar esse filme, me parece que vai ser uma aventura interessante…Li uns comentários pelo google dos próprios americanos reclamando da versão em inglês que teve uma dublagem tosca. vamos ver no que vai dar 😉

  • adailson  Disse:

    Tem que se agradecer muito esse enorme empenho e as informações riquíssimas que são trazidas por você, Nelson-tdc. Muito obrigado pelo grande trabalho desempenhado no arquivo.

  • Thiago  Disse:

    Nelson, agradeço imensamente por compartilhar esta preciosidade dublada. A propósito, saberia informar se o TV-RIP do YouTube ainda está no ar? Procurei, mas não achei. Abraços!

Deixe uma resposta