PORTO DE NOVA YORK (DUAL ÁUDIO / DVDRIP) – 1949

PORT OF NEW YORK – 1949
EUA
DRAMA – CRIME – NOIR – POLICIAL – SUSPENSE
DIREÇÃO: Laslo Benedek
ROTEIRO: Eugene Ling, Leo Townsend, Arthur A. Ross, Bert Murray
IMDb: 6,2 https://www.imdb.com/title/tt0041761/

DVDRIP – RMZ – DUAL ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA RIOSOM

Postado por Any Sousa


Formato: MKV
Qualidade: DVDRip (624 x 476, 1.492 kb/s)
Tamanho: 1, 03 GB
Duração: 81 min
Legendas: S/L
Áudios (SELECIONÁVEIS): Inglês, Português (D. Clássica Riosom)
Servidores: Google Drive (3 partes RAR)
Crédito dublagem: Vinício Aloíse

Remasterizadora e Uploader: Any Sousa

PASTA COM OS ARQUIVOS: PORTO DE NOVA YORK

Dois agentes federais da narcóticos caçam uma gangue de traficantes assassinos que usam navios do porto de Nova York para contrabando de ópio.






Scott Brady – Michael ‘Mickey’ Waters
Richard Rober – Jim Flannery
K.T. Stevens – Toni Cardell
Yul Brynner – Paul Vicola

16 comentários para PORTO DE NOVA YORK (DUAL ÁUDIO / DVDRIP) – 1949

  • jmauricio  DISSE:

    filme raro com o yul brynner e scott brady, parabens ANY e vinicio aloise, post e dublagem, valeu. abracao.

  • Augusto Bisson  DISSE:

    Uau, uau e, mais uma vez, uau ! Esta é uma das raras vezes na qual o Tela de Cinema posta um filme que eu jamais vi – e que tinha uma enorme curiosidade a respeito dele. Parabéns a Any Sousa e ao Vinicio Aloise por postar esta mega-raridade, a qual deve estar fora da TV há uns 40 anos.

  • Augusto Bisson  DISSE:

    Se não foi o filme de estreia de Yul Brynner no cinema, foi o segundo.

    • Mefisto  DISSE:

      Foi o 1º .

    • Vinicio Aloise  DISSE:

      Augusto, eu até comentei isso com a Any quando estava lhe enviando o áudio do filme. Foi a estreia do Yul Brynner no cinema, ainda com cabelo. Antes disso ele havia trabalhado em dois episódios de diferentes séries.
      Outra: retornando ao filme “O Retrato de Jennie”, cuja postagem você também elogiou muito. Você que um especialista em dublagens, o que achou do trabalho do Waldyr Sant’anna no filme. Que voz maravilhosa tinha esse homem ( ainda está vivo, mas não é mais a mesma coisa ). É de arrepiar, não?
      Abraço

      • Augusto Bisson  DISSE:

        Meu caro Vinicio Aloise…Eu conheci pessoalmente o Waldir em fevereiro de 2017, numa visita que fiz ao Rio. Ele morreu em abril de 2018 aos 81 anos. Realmente, o Waldir é um notável Joseph Cotten. Ele dublou esse ator na versão da CineCastro (redublada na Herbert, a que circula por aí) de “Duelo ao sol” – também com Jennifer Jones. Posso estar enganado, mas talvez tenha sido ele em “Desde que partiste”, outro da CineCastro, também com Jennifer.

      • Augusto Bisson  DISSE:

        Suspeito também que o Waldir tenha sido Cotten na versão da CineCastro de “À meia-luz”, com Ingrid Bergman, que roda na TV redublado na Telecine. Agora, ele certamente dublou esse astro no clássico desaparecido “O terceiro homem” – o qual não me lembro se foi feito na CineCastro ou já na Herbert Richers. Grande abraço !

  • TUPAK  DISSE:

    Parabéns Any, esse aí é uma raridade das boas.
    Grato.

  • shaokahn  DISSE:

    show de bola um filme com Brynner na época que ele tinha cabelo, muito obrigado por disponibilizar mais este achado

  • Melissa  DISSE:

    Yul Brynner, com cabelo kkk, Um noir dublado é tudo de bom! muito obrigada a querida Any pela rmz e ao Vinicio Aloise, por mais esse áudio raro.

  • jcarlos  DISSE:

    Obrigado.

  • Thiago L  DISSE:

    Que raridade! Só aqui no Tela pra encontrarmos um noir como esse dublado. Obrigado Vinício Aloíse e Any Sousa!

  • Noir e Melodrama  DISSE:

    A imperatriz Any Souza com uma joia noir ,mais uma preciosidade ! Vinício Aloíse seus áudios são essências. Agradecidíssimo .

  • Adriano33  DISSE:

    Obrigado

  • jbsousa  DISSE:

    Obrigado Any por mais esta raridade!

  • Gabrig  DISSE:

    Any e Vinício Aloíse

    Obrigado por mais este clássico que não conhecia, e pelos comentários foi a estreia de Yul Brynner no cinema. Raridade!

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.