OLDBOY (Dual Áudio) – 2003

OLDEUBOI / OLDBOY (Coréia do Sul) – 2003
DRAMA – MISTÉRIO – THRILLER
DIREÇÃO: Chan-wook Park
IMDb: 8,4 http://www.imdb.com/title/tt0364569/

DUAL ÁUDIO

Postado por Wagner S

Formato: MP4 (BDRip)
Qualidade: BDRip
Tamanho: 914 MB (BDRip)
Duração: 120 min.
Legendas: S/L
Áudio: Português / Coreano
Servidores: Uptobox, Userscloud ou 1Fichier (Parte única)
Uploader: Wagner S

PARTE ÚNICA: UPTOBOX – USERSCLOUD – 1FICHIER

1988. Oh Dae-su (Choi Min-sik) é um homem comum, bem casado e pai de uma garota de 3 anos, que é levado a uma delegacia por estar alcoolizado. Ao sair ele liga para casa de uma cabine telefônica e logo em seguida desaparece, dexando como pista apenas o presente de aniversário que havia comprado para a filha. Pouco depois ele percebe estar em uma estranha prisão, que na verdade é um quarto de hotel onde há apenas uma TV ligada, no qual recebe pouca comida na porta e respira um gás que o faz dormir diariamente. Através do noticiário da TV ele descobre que é o principal suspeito do assassinato brutal de sua esposa, o que faz com que tente o suicídio. Sem obter sucesso, ele passa a se adaptar à escuridão de seu quarto e a preparar seu corpo e sua mente para sobreviver à pena que está sendo obrigado a cumprir sem saber o porquê.

Min-sik Choi … Dae-su Oh
Ji-tae Yu … Woo-jin Lee
Hye-jeong Kang … Mi-do
Dae-han Ji … No Joo-hwan
Dal-su Oh … Park Cheol-woong
Byeong-ok Kim … Sr. Han
Seung-Shin Lee … Yoo Hyung-ja
Jin-seo Yoon … Lee Soo-ah
Dae-yeon Lee … Beggar
Kwang-rok Oh … Suicidal Man
Tae-kyung Oh … Dae-su
Yeon-suk Ahn … Woo-jin
Il-han Oo … Joo-hwan

O ator Choi Min-sik treinou por 6 semanas e perdeu cerca de 12 quilos para interpretar o protagonista de Old Boy;

Todas as cenas do personagem Oh Dae-su foram realizadas por Choi MIn-sik, sem que fosse necessário o uso de dublês;

As filmagens ocorreram nas cidades de Seul e Bousan, na Coréia do Sul, e também na Nova Zelândia;

Em vários países gerou controvérsia a cena em que o ator Choi Min-sik come um polvo vivo. Para a realização desta cena foram usados 4 polvos, até que se chegasse à tomada final;

O número de telefone que deveria contactar o orfanato em que a filha do personagem Oh Dae-su passou a infância na Suécia na verdade foi cortado pelo dono da linha. Já o outro número citado no decorrer do filme é o da Embaixada da Coréia do Sul em Estocolmo, na Suécia;

Precedido por Mr. Vingança (2002) e seguido por Lady Vingança (2005).

Prêmios

FESTIVAL DE CANNES
Ganhou Grande Prêmio do Júri

6 comentários para OLDBOY (Dual Áudio) – 2003

  • Don Costa  Disse:

    Novamente o amigo Wagner nos brinda com outro grande filme oriental.
    Ainda não assisti aos outros dois filmes da trilogia, mas estão na lista.
    Neste, os produtores seguem à risca o primeiro mandamento de se fazer um bom filme. Ter uma boa história. E isso “Oldboy” tem.
    Com esse recheio pronto, passou-se a trabalhar na cobertura. O roteiro segue o bom e velho estilo oriental de se fazer cinema. Há cenas inusitadas, passagens sensíveis e, lógico, alguma violência. Desta vez essa violência não é demonstrada por grandes mestres das artes marciais, mas por pessoas comuns mergulhadas num universo cruel e marginal, escondido na nossa própria vida real. Muito do que se passa no filme aparece diariamente nos nossos telejornais, mas parecem não fazer parte da nossa realidade.
    Sequestro, tortura e morte.
    Mas o filme não é só isso. Mesmo a cena do corredor, em que o personagem sai martelando todo mundo, num plano sequência de mais de 3 minutos é muito mais que apenas uma cena de ação. Na verdade parece-me que sequer foi ensaiada tal a forma bruta como se apresentou. A trilha sonora dá o tom da emoção da cena. Ele não está só espancando bandidos. Está exorcizando todos os anos em que passou preso sem saber o porque, tendo toda a sua vida destruída. Esfaqueado, espancado e encurralado por vários oponentes, a cena é quase suicida, mas tem um final, já no elevador, levemente cômico. Um close mostra a expressão no rosto do ator, misto de alívio, satisfação e angústia.
    Oldboy é um filme difícil. Deve-se assisti-lo com calma e prestando muita atenção. Em vários momentos a narrativa torna-se “não linear”, e algumas cenas parecem não fazerem sentido, só para, mais à frente, se encaixarem suavemente no restante da história.
    Bruto e ao mesmo tempo sensível, “Oldboy” é um daqueles belos filmes em que a história suplanta o visual aparentemente seco, direto e violento, revelando uma profundidade que provoca reflexões. Funciona muito bem tanto em texto quanto em vídeo.
    Choca? Sim. Mas emociona também!!
    Recomendo à todos, independentemente de sua preferência de estilo.
    Foi feito um remake em 2013, dirigido pelo competente Spike Lee. Eu tenho uma birra com remakes, e este remake, como de costume, me decepcionou assim como o de “Robocop” (2014). Na verdade, somente “Sete Homens e um Destino” (1960) ficou à altura do filme que o inspirou – “Os Sete Samurais” (1954). Mas é claro que é apenas uma opinião bem pessoal.
    Assistam à ambos e tirem suas próprias conclusões. Pessoalmente, 10 x 0 para o Coreano.
    Obrigado pela excelente postagem, amigo Wagner.
    Abraços.

  • NEO  Disse:

    Na verdade baixei ontem de outra postagem, ou seja são duas postagens iguais, aliás a postagem de onde eu baixei dizia que era dublado mas eu baixei e era DualAudio como o desse post.

  • claudiocardoso  Disse:

    Só não baixo por que já tenho, mas recomendo.Parabéns Wagner.

  • Fabittar  Disse:

    Todos os links off, poderiam reupar por favor?

  • Fabittar  Disse:

    Obrigado Wagner! Abraço 🙂

Deixe uma resposta