OGROFF / THE MAD MUTILATOR (+ Legenda) – 1983

OGROFF / THE MAD MUTILATOR – 1983
TERROR
DIREÇÃO: N.G. Mount 
ROTEIRO: N.G. Mount 
IMDb: 4,7 http://www.imdb.com/title/tt0844321/

VHSRip – + LEGENDA

Postado por LeMMy

Formato: AVi / XViD
Qualidade: VHSRip
Resolução: 560 x 416
Tamanho: 999 Mb
Duração: 89 min
Legenda: Português
Áudio: Francês
Servidores: DEPOSITFILES e LiNK DiRETO (Parte Única)
Upload & Mini-Legenda: LeMMy

LiNK DiRETO: OGROFF / THE MAD MUTILATOR

DEPOSITFILES: OGROFF / THE MAD MUTILATOR

SENHA: LeMMy

NOTA SOBRE O FILME:

ESSE FILME É UM PRATO CHEIO PRA QUEM GOSTA DE MUITO GORE (MAS MUITO MESMO), COM CENAS DE DECAPITAÇÃO, DESMEMBRAMENTOS COM MOTOSSERRA E ATÉ A MORTE DE UMA CRIANÇA. E ALÉM DE TERMOS UM SERIAL KILLER, O FILME TAMBÉM TEM ZUMBIS E UM VAMPIRO… É TANTA TRANQUEIRA QUE É SÓ VENDO PRA CRER…
ESSE É UM EXEMPLAR “TRASH” DIGNO DE OSCAR, O FILME É TÃO AMADOR, QUE SÓ TENS 15 FALAS AO TODO, O RESTO, BEM, O RESTO VOCÊS DEVEM VER COM OS PRÓPRIOS OLHOS…

Maníaco canibal que perambula pelas florestas da França, matando todas as pessoas que passam pelo seu caminho. Uma garota acaba caindo nas mão desse maníaco, mas o pior ainda esta por vir, pois tem alguma coisa escondida no porão…

Robert Alaux
Françoise Deniel
Pierre Pattin
Alain Petit
Jean-Pierre Putters
Christophe Lemaire
Michel Pratt
Fabrice Bourdon 

# país: França
# duração original: 89 min
# estúdio: ???
# distribuidora: ???

3 comentários para OGROFF / THE MAD MUTILATOR (+ Legenda) – 1983

  • Wagner S.  Disse:

    Nossa Lemmy, eu tinha visto esse filme no youtube um tempo atrás. É o cúmulo do trash, tudo aquilo que você disse na nota e mais um pouco. Mas prendeu minha atenção, tanto que baixei esse seu arquivo prá ver aqui de novo. Uma verdadeira pérola trash sem sombra de dúvidas. Obrigado por compartilhar ele aqui com a gente.

  • Don Costa  Disse:

    Rapaz, vou te contar. Ninguém pode se vangloriar te ter assistido à algum filme trash antes de ter assistido á esse filme pelo menos uma vez. Isso sim é trash de verdade.
    Como disse o amigo LeMMy, o filme é totalmente amador, feito sem qualquer compromisso com nenhuma técnica de cinema, totalmente tosco, com atuações horríveis, roteiro absurdo, montagem ruim, áudio sem nenhuma sincronia, trilha sonora composta de duas músicas curtas que se repetem o filme inteiro e direção totalmente nula.
    Ou seja, o filme é divertidíssimo.
    Pelo menos para quem, como eu, também curte trabalhos na linha do “quanto pior, melhor”..
    Esse tipo de filme nos deixa o mais próximo possível da cabeça do diretor.
    Eu mesmo me senti dirigindo algumas cenas, com todo o meu amadorismo.

    “Close no rosto da atriz (inexpressivo).
    Eu digo:_Vai grita bem alto!
    Ela:_AAAAAAHHHHHHHHHHHHH (rosto ainda inexpressivo)!
    Eu:_De novo, mas faz cara de assustada enquanto grita!
    Ela:_AAAAAAHHHHHHHHHHHHH (rosto insiste na ‘inexpressão’)!
    Eu:_Tem uma barata gigante cascuda e albina na sua camisa!
    Ela:_AAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHRRRRRRRRRRRRRRGGGGGGGGGGGGG!!!!! (com todas as expressões possíveis no rosto, acompanhadas de saltos ornamentais e strip-tease parcial involuntário.
    Nesse momento, percebo que a imagem ficou fora de foco e meu dedão apareceu na câmera. Ou seja, a tomada ficou ótima”

    Ainda assim tem resquícios de boas sacadas, como quando, para mostrar o ponto de vista das vítimas, jorra-se sangue na lente da câmera.
    Todo crítico de cinema deveria assistir à esse filme antes de ficar utilizando termos como “fracasso”, “lixo” ou “abominação” para criticar filmes do circuito comercial. Todo filme tem seu seu público, sua história, seu valor e sua arte.
    Não sei se o objetivo desse diretor era fazer um filme trash de propósito, ou se o resultado final foi fruto de um orçamento limitadíssimo. Mas mesmo que o projeto tenha nascido da mente relapsa de um bando de universitários com umas biritas à mais na cabeça, ele alcançou seu objetivo. O de ser assistido.
    Isso sim é que é um projeto autoral.
    Obrigado, LeMMy, por resgatar este filme pra lá de original.
    Um grande abraço.

  • farra4ever  Disse:

    Obrigado.

Deixe uma resposta