O PODEROSO CHEFÃO (Dual Áudio) – 1972

THE GODFATHER – 1972
CRIME – DRAMA
DIREÇÃO: Francis Ford Coppola
ROTEIRO: Francis Ford Coppola, Mario Puzo
IMDb: 9,2
http://www.imdb.com/title/tt0068646/

DUBLADO – Dual Áudio

Agradecimento muito especial ao amigo C.TaxiDriver que fez o upload do arquivo e enviou as screenshots.

Dados do arquivo:
Formato: AVI
Qualidade: DVDRip
Tamanho: 1.6 GB
Duração: 177 min.
Legendas: S/L
Áudio: Português / Inglês (* arquivo dual áudio)
Servidor: 4Shared (dividido em 9 partes)
Uploader: C.TaxiDriver

* O windows Media Player não reproduz arquivos com duas faixas de áudio (dual áudio), para que consiga reproduzir e selecionar o áudio desejado recomendo que baixe o K-Lite Codecs que vem com o Media Player Classic, um excelente tocador de vídeos

Atenção: Para baixar arquivos pelo 4Shared é necessário ter cadastro e estar logado.
Clique aqui e veja como criar a sua conta grátis (Free) no 4Shared.

LINKS:
Parte 01: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 02: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 03: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 04: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 05: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 06: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 07: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 08: O PODEROSO CHEFÃO
Parte 09: O PODEROSO CHEFÃO

Sinopse: Don Vito Corleone (Marlon Brando) é o chefe de uma “família” de Nova York que está feliz, pois Connie (Talia Shire), sua filha, se casou com Carlo (Gianni Russo). Porém, durante a festa, Bonasera (Salvatore Corsitto) é visto no escritório de Don Corleone pedindo “justiça”, vingança na verdade contra membros de uma quadrilha, que espancaram barbaramente sua filha por ela ter se recusado a fazer sexo para preservar a honra. Vito discute, mas os argumentos de Bonasera o sensibilizam e ele promete que os homens, que maltrataram a filha de Bonasera não serão mortos, pois ela também não foi, mas serão severamente castigados. Vito porém deixa claro que ele pode chamar Bonasera algum dia para devolver o “favor”. Do lado de fora, no meio da festa, está o terceiro filho de Vito, Michael (Al Pacino), um capitão da marinha muito decorado que há pouco voltou da 2ª Guerra Mundial. Universitário educado, sensível e perceptivo, ele quase não é notado pela maioria dos presentes, com exceção de uma namorada da faculdade, Kay Adams (Diane Keaton), que não tem descendência italiana mas que ele ama. Em contrapartida há alguém que é bem notado, Johnny Fontane (Al Martino), um cantor de baladas românticas que provoca gritos entre as jovens que beiram a histeria. Don Corleone já o tinha ajudado, quando Johnny ainda estava em começo de carreira e estava preso por um contrato com o líder de uma grande banda, mas a carreira de Johnny deslanchou e ele queria fazer uma carreira solo. Por ser seu padrinho Vito foi procurar o líder da banda e ofereceu 10 mil dólares para deixar Johnny sair, mas teve o pedido recusado. Assim, no dia seguinte Vito voltou acompanhado por Luca Brasi (Lenny Montana), um capanga, e após uma hora ele assinou a liberação por apenas mil dólares, mas havia um detalhe: nas “negociações” Luca colocou uma arma na cabeça do líder da banda. Agora, no meio da alegria da festa, Johnny quer falar algo sério com Vito, pois precisa conseguir o principal papel em um filme para levantar sua carreira, mas o chefe do estúdio, Jack Woltz (John Marley), nem pensa em contratá-lo. Nervoso, Johnny começa a chorar e Vito, irritado, o esbofeteia, mas promete que ele conseguirá o almejado papel. Enquanto a festa continua acontecendo, Don Corleone comunica a Tom Hagen (Robert Duvall), seu filho adotivo que atua como conselheiro, que Carlo terá um emprego mas nada muito importante, e que os “negócios” não devem ser discutidos na sua frente. Os verdadeiros problemas começam para Vito quando Sollozzo (Al Lettieri), um gângster que tem apoio de uma família rival, encabeçada por Phillip Tattaglia (Victor Rendina) e seu filho Bruno (Tony Giorgio). Sollozzo, em uma reunião com Vito, Sonny e outros, conta para a família que ele pretende estabelecer um grande esquema de vendas de narcóticos em Nova York, mas exige permissão e proteção política de Vito para agir. Don Corleone odeia esta idéia, pois está satisfeito em operar com jogo, mulheres e proteção, mas isto será apenas a ponta do iceberg de uma mortal luta entre as “famílias”.





Curiosidades:
– Francis Ford Coppola e Mario Puzo, autores do roteiro do filme, evitaram a todo custo utilizar a palavra “máfia” nos diálogos dos personagens.
– Um dos cotados para o papel de Don Vito Corleone foi Laurence Olivier.
– Inicialmente, o papel de Michael Corleone foi oferecido a Warren Beatty, Jack Nicholson e Dustin Hoffman, mas todos o recusaram. O ator Al Pacino foi escolhido para o papel.
– Robert De Niro fez testes para os papéis de Sonny e Michael Corleone, mas não conseguiu nenhum dos dois personagens.
– Frank Sinatra também esteve cotado para fazer parte do elenco, no papel de Johnny.
– Durante a cena em que Johnny (James Caan) e Carlo (Gianni Russo) brigam, Caan realmente quebrou algumas costelas de Russo.
– A presença de laranjas nos três filmes da série O Poderoso Chefão sempre indicava que alguém ia morrer ou que iria ocorrer algum atentado.
– Marlon Brando, que ganhou o Oscar por sua interpretação como Don Vito Corleone, se recusou a receber sua estatueta em protesto contra a discriminação feita pelo governo e por Hollywood aos índios americanos. Além de não comparecer cerimônia de premiação, Brando enviou em seu lugar uma atriz que se fez passar por uma índia americana.
– Seguido por O Poderoso Chefão 2 (1974) e O Poderoso Chefão 3 (1990).

Premiações:
OSCAR – 1973
Vencedor do prêmio de Melhor Filme
Vencedor do prêmio de Melhor Ator – Marlon Brando
Vencedor do prêmio de Melhor Roteiro Adaptado – Mario Puzo e Francis Ford Coppola
Indicao ao prêmio de Melhor Diretor – Francis Ford Coppola
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – James Caan
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – Robert Duvall
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – Al Pacino
Indicao ao prêmio de Melhor Figurino
Indicao ao prêmio de Melhor Edição
Indicao ao prêmio de Melhor Música Original
Indicao ao prêmio de Melhor Som

BAFTA – 1973
Vencedor do prêmio Anthony Asquith de Música do Filme
Indicao ao prêmio de Melhor Ator – Marlon Brando
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – Robert Duvall
Indicao ao prêmio de Ator Promissor para Protagonista de Filme – Al Pacino
Indicao ao prêmio de Melhor Figurino

GLOBO DE OURO – 1973
Vencedor do prêmio de Melhor Filme – Drama
Vencedor do prêmio de Melhor Diretor – Francis Ford Coppola
Vencedor do prêmio de Melhor Ator – Drama – Marlon Brando
Vencedor do prêmio de Melhor Música original
Vencedor do prêmio de Melhor Roteiro – Mario Puzo e Francis Ford Coppola
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – Drama – Al Pacino
Indicao ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante – James Caan

Elenco:
Marlon Brando … Don Vito Corleone
Al Pacino … Michael Corleone
James Caan … Sonny Corleone
Richard S. Castellano … Clemenza
Robert Duvall … Tom Hagen
Sterling Hayden … Capt. McCluskey
John Marley … Jack Woltz
Richard Conte … Barzini
Al Lettieri … Sollozzo
Diane Keaton … Kay Adams
Ver todo o elenco >>>

Ficha técnica:
# país: EUA
# duração original: 175 min
# estúdio: Paramount Pictures, Alfran Productions
# distribuidora: Paramount Pictures
Mais informações >>>

Arquivo corrompido? Senha incorreta? Arquivo sem áudio?
Arquivo sem imagem? Arquivo sem legenda? Link com defeito?

Leia o tópico de AJUDA: http://tel4decinem4.blogspot.com.br/p/ajuda.html

5 comentários para O PODEROSO CHEFÃO (Dual Áudio) – 1972

  • Viktor  Disse:

    É sensacional ter a oportunidade de assistir grandes clássicos, muito obrigado ao Sparrow e a todos que contribuem com o blog como o C.TaxiDriver, valeu galera!

  • Mauricio Mixx  Disse:

    NOSSA CLASSICASSOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO. VALEU MESMO PELA POSTAGEM E POR TER COLOCADO NO 4 SHARED QUE É O MELHOR SITE DE HOSPEDAGEM, POIS NÃO TEM RESTRIÇÃO DE NADA. É SÓ LOGAR E BAIXAR. GRANDE ABRAÇO MAURICIO

  • clayton  Disse:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  • clayton  Disse:

    é com a dublagem clássica ou é a redublagem do dvd? mesmo assim é um ótimo post.

  • Anonymous  Disse:

    O melhor filmes que já foi feito.

Deixe uma resposta