O GUERREIRO GENGHIS KHAN (LEGENDADO / 1080P) – 2007

MONGOL – 2007
ALEMANHA – CAZAQUISTÃO – RÚSSIA
AÇÃO – AVENTURA – BIOGRAFIA
DIREÇÃO: Sergei Bodrov
ROTEIRO: Arif Aliev, Sergei Bodrov
IMDb: 7,3 https://www.imdb.com/title/tt0416044/

BRRIP 1080P – LEGENDADO

Postado por Josquim

Formato: MKV
Qualidade: BRRip 1080p (1920 x 816)
Tamanho: 2, 90 GB
Duração: 123 min.
Legendas: Português – Selecionável
Áudios: Francês, Mongol – Selecionáveis
Servidor: 1fichier e Uptobox (Parte única RAR)
Uploader: Josquim

NOTA: Vídeo e Legenda encontrados na Internet. A legenda pode conter erros.

UPTOBOX
FILME: O GUERREIRO GENGHIS KHAN

1FICHIER
FILME: O GUERREIRO GENGHIS KHAN

História épica que traça os anos tumultuados do legendário guerreiro Genghis Khan, também conhecido como Temudgin. Apesar da morte de seu pai, a traição de seu amigo e mesmo sendo forçado a servir como um escravo, Temudgin ainda constrói seu caminho de grandezas. Ele aperfeiçoa suas habilidades de luta e se casa com Borte, a qual seu amor e fidelidade são cruciais, elementos frequentemente esquecidos em seu histórico de guerreiro de sucesso.

Tadanobu Asano – Temudjin
Honglei Sun – Jamukha
Khulan Chuluun – Börte
Aliya – Oelun – Temudjin’s Mother

2 comentários para O GUERREIRO GENGHIS KHAN (LEGENDADO / 1080P) – 2007

  • lourival jose de vasconcelos  DISSE:

    Obrigado !

  • josquimdeprez  DISSE:

    Pra quem assistir. É um filme com bases históricas. Borte teve vários filhos com outros parceiros, mas sempre com a causa Temudgin (Temujin, Jinn – ver a origem da palavra. Ela é muito antiga). Ela fez o que ele se tornou.
    Os mongóis inventaram a guerra moderna. Uma cavalaria muito ágil. As espadas corretas para uma cavalaria. Notem os últimos snapshots, aparecem as bainhas de batalhas que são diferentes das bainhas de paz (as lâminas das katanas em épocas de paz repousavam em bainhas sem lacas, as shirasayas. O ferro, o aço ainda não tinha sido inventado (a patente do aço é de 1850) precisa “transpirar”)). Com as espadas romanas, as vikings e as medievais o sistema é o mesmo. Até hoje não se guarda uma espada na bainha, o mesmo vale para qualquer lâmina.
    As bainhas reais em época de paz eram duas partes de madeira cobertas com couro e até com materiais nobres.
    O guerreiro não está muito preocupado se vai se cortar com a própria espada ao tirá-la da bainha, porque ele sabe que a chance de sobreviver à batalha é muito remota.
    Na capa do filme ele empunha duas cimitarras. A cimitarra é uma espada árabe, não mongol. Mostra que em algum momento as duas culturas se cruzaram.
    Aqui vai o meu protesto em relação às cimitarras. No Brasil só 2 empresas fabricavam muito bem estas espadas. Uma delas, com nome russo, e cujo símbolo é uma cimitarra parou de fabricar, acho que por motivos econômicos, esta espada muito especial.
    Bem, é um filme que mostra a trajetória do homem que segundo documentários atuais exterminou com 11% da humanidade durante a época em que foi imperador.
    Além de um bom filme de ação é um bom documentário.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.