Morre o dublador Silvio Navas

Voz de Darth Vader e Mumm-Rá no Brasil, Silvio Navas também emprestava sua voz para Fred Flintstone e Papai Smurf.

Morreu nesta sexta-feira (29) o dublador Silvio Navas, aos 74 anos (via Jovem Nerd).

Além de dublar Darth Vader em Star Wars e Mumm-Rá emThundercats, Navas emprestava sua voz para Bender em Futurama e atores como Bud Spencer, Humphrey Bogart, Ernest Borgnine, Kirk Douglas, Walter Matthau, Charles Bronson, Anthony Quinn, Charles Chaplin, Fred Astaire, Marlon Brando, John Goodman, Joe Pesci, James Earl Jones,Robert Duvall, Jason Robards, Peter Sellers e Jack Lemmon, entre outros.

Fonte: https://omelete.uol.com.br/filmes/noticia/morre-o-dublador-silvio-navas-voz-de-darth-vader-e-mumm-ra/

9 comentários para Morre o dublador Silvio Navas

  • Senhor T.  Disse:

    A dublagem brasileira perdeu um de seus grandes nomes. Dias atrás, perdemos Sérgio Galvão (que emprestou sua voz à Bruce Campbell na dublagem original de Uma Noite Alucinante 2, e também dublou Daniel Stern, o eterno Marv dos dois primeiros Esqueceram de Mim), e agora perdemos o homem que deu voz à Darth Vader, nas dublagens originais de Guerra nas Estrelas, O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi, e ao gênio Charles Chaplin, na dublagem de O Grande Ditador. Perdas irreparáveis para a dublagem brasileira!

  • Don Costa  Disse:

    Eu tenho um enorme respeito pelos profissionais da dublagem. Muitas vezes seus trabalhos são tão bem feitos que até nos esquecemos de que aquela voz não é a do ator ou da atriz que aparece na tela. Dublar é muito mais do que somente ler um texto. É necessário um talento tão grande quanto ao do ator/atriz original para passar as mesmas emoções de forma crível e envolvente.
    Há muitos dubladores e dubladoras excelentes, mas alguns são simplesmente geniais. Silvio Navas era um deles. Ele conseguia como poucos captar a essência, não só do ator a que dublava, mas do próprio personagem que era interpretado por ambos. Mais de uma vez em fóruns de discussões eu disse considerar que grande parte do sucesso adquirido pelo personagem Darth Vader em Guerra nas Estrelas foi devido ao excepcional trabalho de dublagem de James Earl Jones, não só pela sua voz forte e marcante, mas também devido à sua interpretação primorosa, comprovando o enorme talento deste grande ator. Apenas a dublagem de Earl Jones impõe mais respeito do que todos os outros vilões da franquia juntos. E Silvio Navas conseguiu, com maestria, fazer um trabalho tão bom e marcante quanto o do dublador original.
    E foram inúmeras dublagens de vários atores em incontáveis personagens ao longo de décadas. Todas elas tão marcantes quanto os próprios filmes em questão.
    O tempo é inexorável e sua passagem nos impõe uma dura realidade na qual tudo acaba um dia, por mais doloroso e injusto que isso possa parecer. Resta-nos preservar na memória a lembrança das coisas boas que se foram. No caso de nós, cinéfilos, preservamos os astros, os diretores, os compositores, os roteiristas, os dublês, os dubladores e todos aqueles responsáveis por criar a mágica do cinema.
    A despeito de sua importância, dubladores quase sempre são esquecidos pelos fãs do cinema, relegados à uma sub-catergoria de profissionais secundários. Eles não são premiados, não são divulgados e muitas vezes sequer são creditados nas obras em que trabalham. Ainda assim seus trabalhos marcantes atravessam gerações que se habituam à ligar aquelas vozes àqueles atores e atrizes presentes em obras pelas quais nos apaixonamos e que sempre buscamos assistir novamente.
    E é aí que entram sites como o Tela de Cinema. A preservação destas dublagens, verdadeiras obras de arte, é importantíssima, não só para revivermos aqueles momentos mágicos criados também pelas vozes destes talentosíssimos artistas, mas para preservarmos para as novas gerações tais trabalhos que, tenho certeza, também encantará esse novo público.
    No que depender de nós, a memória de Silvio Navas e de tantos outros que já se foram será preservada, divulgada e compartilhada, a fim de que seu talento possa ser sempre admirado tanto pelas velhas quanto pelas novas gerações.
    Descanse em paz, Silvio.

    • Highlander  Disse:

      Parabéns Don Costa, lindo, reflexivo e emocionante texto, com certeza nossa memória é a melhor homenagem!

  • rdalsolio  Disse:

    Mais uma grande perda… muitas lembranças deixa a todos…

  • SERGIO  Disse:

    Estamos perdendo, uma a uma, aquelas vozes que fizeram parte da nossa infância. Num passado não muito distante, já se foram nomes como Jorgeh Ramos, Domício Costa, Jomeri Pozzoli, Sergio Galvão e, agora, Sílvio Navas. É triste, mas não há o que fazer. Todos passaremos por isso.

  • luiz antonio pereira  Disse:

    Grande perda.Me emocionava com o Charles Ingalls da série Os Pioneiros,entre tantos outros que ele dublou e ficava chateado quando redublavam alguns de seus trabalhos,coisa que poderia ser restaurada pelas distribuidoras/estúdios.Grande perda.

  • Wagner S.  Disse:

    Nossa que triste notícia! Um dos meus dubladores favoritos…

  • FX  Disse:

    Nossa,como diz o ditado nada é para sempre viva viva o eterno Mumm-Ra!!!!!!!!!!!!!!! Muito Obrigado Silvo Navas Fique Em Paz!!!

  • Luciano Barbosa  Disse:

    foi um dos melhores e com uma das vozes mais classicas …. grande perda !!!

Deixe uma resposta