MOGAMBO (720p / Dual Áudio) – 1953

AVENTURA – DRAMA – ROMANCE
DIREÇÃO: John Ford
ROTEIRO: John Lee Mahin, Wilson Collison
IMDb: 6,7  
http://www.imdb.com/title/tt0046085/

720p – RMZ – Dual Áudio

Postado por Lilbarby

Formato: MKV
Qualidade: 720p
Tamanho: 1.91 GB
Duração: 116 min.

Áudio 1: Ingles
Áudio 2: Português
Legenda 1: Ingles
Legenda 2: Português

Servidor: Uptobox (10 partes RAR)
Fonte de Audio: Johnahex
Remasterizador e Uploader: Lilbarby

ATENÇÃO: Trata-se de um arquivo dual áudio, sendo necessário selecionar a faixa de áudio se deseja visualizar com aúdio dublado em português. Use player de vídeo que possibilitem tanto a seleção de áudio quanto de legenda. APRENDA A SELECIONAR O ÁUDIO

PASTA (UPTOBOX): MOGAMBO

No Quênia, o caçador Victor Marswell (Clark Gable) se envolve com Eloise Y. Kelly (Ava Gardner), uma mulher que se desencontrou de um marajá. Após a partida dela, Victor recebe Linda (Grace Kelly), a esposa do antropólogo Donald Nordley (Donald Sinden), que contratou seus serviços. As duas nunca deveriam ter se encontrado mas, após a chegada dos Nordley, um acidente faz com que Eloise seja obrigada a voltar para o acampamento, que logo é fechado, pois Donald quer ir para a região dos gorilas. Assim fica combinado que Eloise irá com eles e, em determinado ponto, seguirá seu próprio caminho. Porém no caminho de ambas está Victor.

Clark Gable … Victor Marswell
Ava Gardner … Eloise Y. Kelly
Grace Kelly … Linda Nordley
Donald Sinden … Donald Nordley
Philip Stainton … John Brown-Pryce
Eric Pohlmann … Leon Boltchak
Laurence Naismith … Skipper
Denis O’Dea … Father Josef

10 comentários para MOGAMBO (720p / Dual Áudio) – 1953

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Mais um clássico pra coleção, Muito obrigado aos amigos Neno e Joel 🙂

  • MARCOS F.  Disse:

    SHOW DE BOLA ESTA POSTAGEM AMIGOS JOEL E NENO!!
    GRANDE E FORTE ABRAÇO AOS AMIGOS E OBRIGADÃO POR MAIS ESTA RMZ SENSACIONAL NENO!!!!

  • farra4ever  Disse:

    Obrigado.

  • ROBERTO ALVES  Disse:

    Johnahex e Lilbarby obrigadaço pelo filme – que bom tê-lo em minha coleção e isso graça a vocês – meus amigos valeuuuuuuuuuuuu

  • eliel.moreno1968  Disse:

    Ao descompactar as partes está dando erro de soma de verificação nos dados.que pena, mesmo assim parabéns ao site pelo esforço e dedicação aos filmes.

  • Mopho Digital  Disse:

    Obrigado Johnahex e Lilbarby! Grande filme esse!

  • renato  Disse:

    Porque que esse filme esta com 4 tarjas horizontais ? Essas tarjas são como se fossem marcas dagua que amentam ou diminuem o contraste na tela ,ou seja ,a tarja do canto superior tem uma tonalidade diferente da segunda e a segunda tarja é mais clara que a primeira ,a terceira tem a mesma tonalidade da primeira e a quarta é semelhante a segunda tarja … alguém me explica se isso é normal ou o filme ja vem com essas 4 tarjas ? testei em mais de um computador e em uma tv top mesmo assim apresenta esse problema … O mesmo aconteceu com o filme Amor ,sublime amor este que também comentei esse acontecimento http://teladecinema.net/amor-sublime-amor-720p-dual-audio-1961/. Mesmo com essas tarjas agradeço …

    • MARCOS F.  Disse:

      Renato, se não me engano, nestes dois trabalhos o Neno (lilbarby) codificou o vídeo com 10 bits, sendo assim, sugiro usar o VLC.

      Mesmo com o VLC, vai depender muito da máquina que usas (PC, TV, etc), pois esta plataforma oferece maior qualidade e precisão (cores), mas, em contrapartida, tmb maior capacidade de processamento do equipamento.

      Se não resolver com o uso do VLC, devidamente atualizado, só resta fazer nova codificação pra uma plataforma de 8 bits.

  • renato  Disse:

    Ok Marcos,pena que eu não saiba codificar para 8 bits … Vou tentar converte-lo para ver se soluciono este contratempo . Aproveito para te agradecer. Faz três dias que assisti O dia em que a terra parrou e até agora estou com ele na cabeça ,impressionante !Filmes assim nos faz ficar mais apaixonados por essa arte cinematográfica …Obrigadão !

    • MARCOS F.  Disse:

      Renato, uma nova codificação certamente resolverá. Caso o programa que costumas usar não dê conta sugiro o HandBrake.
      Quanto ao clássico “O dia em que a terra parou (1951)”, sinto o mesmo irmão, valeuu e forte abraço!

Deixe uma resposta