INDISCRETA (DUAL ÁUDIO / 1080P) – 1958

INDISCREET – 1958
REINO UNIDO
COMÉDIA – ROMANCE
DIREÇÃO: Stanley Donen
ROTEIRO: Norman Krasna
IMDb: 6,8 https://www.imdb.com/title/tt0051773/

ADICIONADA OPÇÃO DE DOWNLOAD POR TORRENT.

BRRIP 1080P – RMZ – DUAL ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA HERBERT RICHERS

Postado por Any Sousa


Formato: MKV
Qualidade: BRRip 1080p (1920 x 1080, 3.422 kb/s)
Tamanho: 2,84 GB
Duração: 100 min.
Legendas (SELECIONÁVEIS): Português (Completa + Trecho sem dublagem)
Áudios (SELECIONÁVEIS): Inglês, Português (D. Clássica Herbert Richers)
Servidores: Google Drive (Dividido em 4 partes RAR) e 4Shared  (Arquivo Torrent)
Crédito pela Dublagem: Augusto Bisson
Crédito pelo Arquivo Torrent: Adalberto
Remasterizadora e Uploader: Any Sousa

PASTA COM OS ARQUIVOS: INDISCRETA

LINK PARA O TORRENT: INDISCRETA

Anna Kalman (Ingrid Bergman), uma famoso atriz de Hollywood, tem mais um objetivo cravado em sua vida: conquistar o rico banqueiro Philip Adams (Cary Grant), após terem se conhecido por acaso. Mesmo resistindo de início, fingindo que era casado, Philip acaba cedendo aos prazes e inicia um romance que pode mudar sua vida para sempre.






Cary Grant … Philip Adams
Ingrid Bergman … Anna Kalman
Cecil Parker … Alfred Munson
Phyllis Calvert … Mrs. Margaret Munson
David Kossoff … Carl Banks
Megs Jenkins … Doris Banks

32 comentários para INDISCRETA (DUAL ÁUDIO / 1080P) – 1958

  • Bruno Anselmo Menezes  DISSE:

    obrigado a dupla Any Sousa e Augusto Bisson pelo excelente trabalho,valeu marujos.

  • Rui  DISSE:

    Muito obrigado!

    • peta2017  DISSE:

      Não sei se estou errado .mas acho daqui tempos nao compensada usar servidores do jeito que as coisas estão,os arquivos em torrent seria uma opção melhor.

      • Don Costa  DISSE:

        Boa tarde, Peta2017.

        O Tela de Cinema é uma comunidade formada por vários colaboradores que nos enviam os seus arquivos para serem compartilhados. O site em si não possui nenhum arquivo guardado, nem mesmo um back-up dos filmes postados. Cada colaborador é o único responsável pela disponibilidade dos arquivos e pela integridade dos links enviados.

        O método de compartilhamento também é uma prerrogativa do colaborador e não há nenhuma orientação no sentido da não utilização de torrent. Quem quiser usar, pode usar.

        Mas o torrent em si possui dois problemas básicos que o tornam pouco atraente no Brasil.

        O primeiro problema é a cultura pouco solidária do brasileiro. Já tive várias experiência em que enviei centenas de gigabytes de arquivos via torrent que nunca se mantiveram ativos, pois eu era o único que semeava. Todos pegavam o que queriam e deletavam o torrent sem fazer a sua parte. Hoje, com exceção dos filmes e seriados novos, acontece a mesma coisa. É muito difícil você ver filmes antigos com torrents saudáveis. Quase sempre não tem mais ninguém semeando.

        O segundo problema é técnico. Para que o torrent seja disponibilizado a uma velocidade viável, é necessário que o colaborador tenha uma internet de, pelo menos, uns 10MB, garantindo uma velocidade de upload de, pelo menos 1,2mbps. Leve em consideração que, inicialmente, somente ele estará semeando e muitos marujos estarão baixando ao mesmo tempo. Então estes 1,2mbps que o colaborador disponibilizar estará sendo dividido pela quantidade de marujos baixando naquele momento. Se dez pessoas estiverem baixando o arquivo, cada uma estará fazendo o download a uma velocidade máxima de 120kbps. A velocidade vai aumentando conforme estes mesmos dez marujos forem, também, upando o que baixaram, e diminuindo se mais marujos também começarem a baixar. Eu já tive postagens que tiveram centenas de downloads em um único dia. Neste caso, a velocidade inicial de cada um, se eu tivesse uma internet de 10MB, seria de, no máximo, 12,5kbps – pouco superior a uma conexão discada.

        Também leve em conta que, no caso dos torrents, o arquivo não fica hospedado em um servidor externo, mas sim dentro do computador do próprio colaborador. O torrent é somente uma ferramenta que faz a ligação entre o computador de quem compartilha com o computador de quem baixa. Portanto, ele fica limitado, não só pela velocidade de conexão disponibilizada pelo colaborador, mas também pela sua disponibilidade em deixar o computador ligado, conectado e com boa parte de sua internet focada apenas na distribuição do arquivo.

        E, quanto mais arquivos o colaborador disponibilizar desta forma, maior será o consumo de sua internet e equipamento.

        Não são todos os internautas que dispõem destas condições para fazer esse tipo de compartilhamento. Os sites que disponibilizam torrent são, em sua maioria, criados por quem tem uma internet bem rápida (acima de 50MB), tem bons equipamentos, disponibilizam conteúdo recente e ganham dinheiro com isso, principalmente com propaganda. Lembra-se do site MegafilmesHD fechado pela polícia federal? É um bom exemplo.

        Talvez futuramente eu até tente um ou outro arquivo disponibilizado por torrent, mas não é um meio viável de disponibilização de dezenas de arquivos como fazem os colaboradores do Tela de Cinema.

        Ainda buscamos uma ferramenta que seja a ideal, tanto para quem upa, quanto para quem baixa. Por enquanto ela ainda não existe.

        Grande abraço.

        • Rebobine  DISSE:

          Don pq se não faz um teste aqui no Tela com um arquivo Torrent um filme e veja se o pessoal colabora em semear esse arquivo se fosse você ou algum Upload que esta sempre postando filme faria um teste.

          • Don Costa  DISSE:

            Bom dia, Rebobine.

            Como eu disse, não há nenhuma orientação no sentido contrário. Quem quiser compartilhar por torrent, pode fazê-lo sem problemas, mas já cientes das dificuldades impostas por este tipo de compartilhamento.

            No meu caso, eu compartilhava por torrent quando eu participava do finado Orkut, principalmente porque tinha pouco conhecimento nesta questão dos servidores. Minha internet era o Speedy (Telefônica) de somente 1MB. As velocidades eram baixíssimas, mas a comunidade colaborava redistribuindo o que baixava, o que aumentava as velocidades depois de alguns dias e mantinha o torrent vivo por um tempo. Porém, assim que pegavam o que importava, paravam de semear e eu ficava semeando sozinho novamente.

            Eu até pensei em retomar esta forma de envio, já que hoje tenho uma internet de 50MB e estamos com muitas dificuldades em encontrar bons servidores. Porém, após vários dias tentando configurar um arquivo para ser enviado via torrent, descobri que eu não conseguia completar a configuração porque as minhas portas de saída estavam bloqueadas pela empresa fornecedora de internet. A minha internet é do tipo fibra óptica que vai da empresa até diretamente o meu modem. Este tipo é o mais rápido em estável do mercado, mas não permite nenhuma reconfiguração mais ampla como eu conseguia com o modem da Telefônica. Estas empresas são pequenas fornecedoras e ocupam os espaços que não eram interessantes para as gigantes da telefonia. Elas fazem este tipo de bloquei para evitar que os seus clientes repassem os serviços para outros consumidores (vias rádio, por exemplo), sobrecarregando o sistema, uma vez que eles compram pacotes com bandas de acesso e tem capacidade limitada. Eu consigo cadastrar algumas portas para baixar e upar arquivos por torrent, mas não consigo cadastrar uma porta para iniciar a distribuição. Ou seja, eu baixo e redistribuo por torrent, mas não consigo criar um.

            Então, eu não poderei mais utilizar esta opção de compartilhamento, mesmo que fosse a única opção.

            Contudo, quem quiser tentar fique a vontade para experimentar.

            Abraços.

  • Augusto Bisson  DISSE:

    Muito bom, Any Sousa.

  • Melissa  DISSE:

    Any Sousa e Augusto Bisson, arrebentando nas postagem.
    Eu amo os filmes do Cary Grant, muito obrigada

    • Augusto Bisson  DISSE:

      Obrigado, Melissa.

    • Any Sousa  DISSE:

      Temos o mesmo gosto Melissa, também amo filmes com ele 😉

  • Thiago L  DISSE:

    Deve ser um belíssimo filme. Obrigado Augusto pela rara dublagem e Any Sousa pela RMZ. Grande abraço!

  • Marcelo - BH  DISSE:

    Obrigado Any Sousa e Augusto Bisson.
    Também sou grande fã do Cary Grant.
    Por falar nisso, não está disponível em lugar algum
    o filme ” Devagar, Não Corra”, último filme dele!
    Tenho este Filme (legendado), não sei como disponibiliza-lo.
    caso alguém se interesse….

  • Susana  DISSE:

    Muito obrigada.

  • sloan  DISSE:

    acho q vai ficar melhor o site começa usar arquivos torrent se ficar lento para baixar so a pessoa fala ai outros ajunta semear.é só minha opinião .. adorei o filme obg

  • Vida28  DISSE:

    Obrigada Don Costa pela sua explicação sobre torrent, eu sempre quis saber e vc explicou muitíssimo bem. 🙂

  • Adalberto  DISSE:

    Primeiramente parabéns pelo excelente trabalho. Lancei i torrent para quem quiser baixá-lo. Segue o link: ***

    • Don Costa  DISSE:

      Muito obrigado pela sua colaboração, Adalberto.

      Abraços.

      • Adalberto  DISSE:

        Don Costa, eu é que agradeço por poder ajudar o pessoal daqui a semear. Em breve vou subindo outros arquivos e te aviso aqui. Um abraço a todos.

  • FalconNight  DISSE:

    Eu ajudo a semear, mas preciso que alguém entre com um ATIVO, senão fica difícil prosseguir, OK

  • FalconNight  DISSE:

    Tive que fazer um cambalacho para funcionar o Torrent, agora tem um seed ativo (EU), GALERA AJUDEM-NOS A SEMEAR !!!

    É o primeiro torrent da Tela de Cinema, todos ganham com ajuda, muito obrigado !!!

    • Don Costa  DISSE:

      Boa noite, FalconNight.

      Estamos iniciando uma nova fase com a adição do torrent e toda informação é muito importante para guiar os marujos que vierem a compartilhar por este método.

      Assim, por favor, informe-nos sobre o problema que encontrou no torrent inicialmente e qual ação você tomou para torná-lo ativo. Talvez seja necessário repetir estes passos em uma futura postagem em que ocorra o mesmo problema.

      Abraços.

      • FalconNight  DISSE:

        Vou tentar, quando entrei hoje por volta do meio-dia, puxei o torrent do site, adicionei no aplicativo, que por sinal não tinha nenhum seed ativo, e tinha 6 Pares, ou seja 6 membros aguardando algum seed ativo.

        Então eu entrei na postagem da Any, e fiz o download dos arquivos e descompactei, e ai eu reparei que o arquivo na Any era somente o nome do filme, e do criador do torrent era assim: Indiscreta (1958) dual áudio 1080p – apenas renomeie o arquivo da Any para do criador do torrent. Coloquei o arquivo renomeado para a pasta que geralmente eu semeio aqui no computador. Exclui o torrent do aplicativo e adicionei ele novamente para o aplicativo ler o arquivo do torrent, e ai começou a semear e não parou mais…Espero ter ajudado !!!

        • Don Costa  DISSE:

          Acho que entendi o que houve.

          O torrent aparecia como inativo (sem nenhum seed) e isso pode ter sido causado por uma falha na configuração do torrent ou por um bloqueio de porta, como aconteceu na minha tentativa de criar um. E você só fica sabendo que ele está bloqueado depois que o lança para compartilhamento e nota que ninguém o acessa. Mas devemos considerar a possibilidade de que, naquele momento, o colaborador que disponibilizou o torrent não estava online. Devemos levar em conta que o torrent é somente um programa que administra a ligação entre os computadores que compartilham o arquivo e que, no início, somente o primeiro semeador tem o arquivo. Se ele não estiver online, ninguém consegue baixar nada pois todos tem o torrent (link) mas ninguém tem o arquivo para compartilhar. Somente depois que o segundo usuário baixa o conteúdo deste primeiro semeador é que o torrent fica independente, podendo ser acessado mesmo que o primeiro semeador esteja offline. Isso também acontece de maneira parcial, quando este segundo usuário consegue baixar as primeiras partes do arquivo e estas partes ficam disponíveis também em seu computador.

          Quanto à solução que você encontrou, na verdade você criou o seu próprio torrent a partir do registro criado pela Adalberto e tornou-se o semeador inicial. Com isso, seja qual for o bloqueio que o Adalberto enfrentasse (ou se ele estivesse offline), ele também passou a utilizar o seu torrent (FalconNight), contornando o bloqueio e tornando-se semeador. Mas neste caso ele não estará mais usando o arquivo que ele baixou para o compartilhamento, mas sim o que você, FalconNight, tem em seu computador e que, agora, se tornou a fonte original do torrent criado pelo Adalberto. Parece confuso mas, resumindo, você trocou o arquivo que o Adalberto tinha na máquina dele, e que ele usou para criar o torrent, pelo seu próprio arquivo que está hospedado na sua máquina e que está disponível neste mesmo torrent atualizado.

          Mas deu certo e agora todo mundo está conseguindo compartilhar este arquivo através deste torrent, criado inicialmente pelo Adalberto e atualizado por você.

          Grande abraço à ambos.

  • Leonardo Nunes  DISSE:

    vou por por na minha lista de torrent também…valeu!

  • Rebobine  DISSE:

    Ja baixei o arquivo completo estou semeando, ja enviei 6 gigas

  • falcao666  DISSE:

    Bom filme, vou baixar via torrent, baixo muitos arquivos nesse sistema, depois de baixar vou deixar semeando sempre, tomara que todos ou uma grande parte dos marujos acatem essa idéia.

    • Leonardo Nunes  DISSE:

      verdade,ideia boa para o torrent …como aqui a família é grande e sempre crescendo, creio q o torrent também será uma boa.

  • Don Costa  DISSE:

    Boa noite, amigos.

    Já baixei o torrent aqui e também vou colaborar deixando-o semeando pelo menos pelas próximas semanas, embora não consiga deixá-lo indefinidamente pois estou constantemente atualizando postagens. Tenho uma internet com boa velocidade e o computador fica conectado quase o dia todo. Vamos tentar criar o maior número de semeadores (usuários que já baixaram o arquivo completo e que agora só distribuem) possível. Já são 8.

    Grande abraço.

  • Faustus  DISSE:

    Para efeito de contrôle, hoje dia 8/10/2019 ás 13:49Hs apena um seed de IP começando com 184… Velocidade de 116kb/s que levará 7hs para baixa-lo. Está ótimo assim, só de escapar dos critérios das nuvens com seus contrôles de volume baixado, quantidade de arquivos e sem falar nas propagandas, está excelente, parabéns aos que idealizaram mais esta opção e podem contar com meu seed por um bom tempo ativo tbm.

  • Faustus  DISSE:

    Para efeito de contrôle novamente, neste mesmo dia as 14:30Hs somaram-se mais 2 colegas, totalizando 3 agora, na qual a velocidade passa dos 15Mb/s, na qual levará apenas 40 minutos para baixar o arquivo de 2.84Gb. Enquanto isso, o MEGA me envia msg dizendo que minha cota estourou e preciso aguardar 4Hs e 54 Min para recomeçar o download.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.