FAÇA SUA PARTE AGORA.

Por uma internet livre e democrática!

Ontem, nossa enorme petição com 300 mil assinaturas foi ouvida nos corredores do poder em Brasília – até o relator da proposta mencionou nossa petição durante o debate no plenário da Câmara. No entanto, uma ofensiva desesperada para acabar com o Marco Civil forçou o adiamento da votação. Os próximos dias são decisivos para convencer os parlamentares indecisos de que precisamos ganhar – assine e compartilhe com todos para aumentar a pressão! Veja mais fotos aqui.

Há muitos anos eu me encanto com o poder da internet e a criatividade que nela circula, mas agora estou muito preocupado que isso possa acabar. A Câmara dos Deputados vai votar um novo projeto de lei que poderá fortalecer o nosso acesso a uma internet livre ou então decretar o fim da neutralidade na rede e diminuir nosso poder de escolha.

Já nos anos em que fui Ministro da Cultura discutíamos formas de garantir o caráter democrático e aberto da internet – dessa construção coletiva, nasceu o Marco Civil. Mas, agora, o poderoso lobby das empresas de telecomunicações está influenciando nossos políticos para que transformem a internet em uma espécie de TV a cabo, em que se poderia cobrar a mais para podermos assistir a vídeos, ouvir música ou acessar informações. A votação será apertada, mas uma grande mobilização pública pode convencer os deputados de que suas reeleições dependem desse voto!

Junte-se a mim nesta campanha da Avaaz para criar a maior mobilização já vista por uma internet livre no Brasil. Assine agora e conte para todos. Nós levaremos a voz de todos que assinarem a petição diretamente aos parlamentares. Vamos vencer essa batalha e salvar a internet.

Gilberto Gil e a equipe da Avaaz

Assine essa petição clicando aqui

22 comentários para FAÇA SUA PARTE AGORA.

  • Julimar Araújo de Freitas  Disse:

    SUPER APOIO A ESTE GRANDE TRABALHO!!!!!!

  • Mosca  Disse:

    …uma força maligna ameaça a liberdade, vamos fazer tudo para combate-la !!! mas sempre deve-se ter um plano B…uma vez me contaram a verdadeira história da galinha dos ovos de ouro, resumindo ela botava um ovo de ouro por mês e o gigante em sua ganancia infinita não podia se conformar e resolveu matar a galinha e abrir sua barriga para tirar todo ouro de uma vez mas para o seu azar só encontrou tripas ! eu me pergunto se a internet fosse prejudicada irremediavelmente quantas pessoas ainda permaneceriam pagando acesso , eu cancelaria imediatamente a minha conta na NET, o combo todo, para que serve uma internet sem livre informação e compartilhamento ? me pergunto também como ficariam as ações das empresas se da noite para o dia perdessem 1 milhão de clientes, é interessante , não !?

  • KeltonDeadite  Disse:

    Achei esse vídeo bem esclarecedor: http://www.youtube.com/watch?v=Iue-HxvtedY

    Essa coisa de Marco Civil, é uma cilada Bino.

  • Super Thunder-Man  Disse:

    Está aí uma ótima sugestão! Se essa lei absurda for aprovada, teríamos que fazer um mobilização pelo cancelamento em massa das conexão da net. Isso iria gerar um rombo sem precedentes para essas empresas. Por isso e por muitas outras coisas que tenho nojo de política, pois a maioria das coisas que fazem é pra lascar com o povo.

  • Mosca  Disse:

    ….POR UMA INTERNET LIVRE E DEMOCRATICA…DEIXEM ELA EM PAZ DO JEITO QUE ESTA SANG-SUGAS MALDITOS !!!

  • TONY DIAS  Disse:

    ESTAMOS EM MASSA COM VOCÊS, PESSOAL ASSINEM E DIVULGUEM NAS REDES SOCIAIS PARA ASSINAREM OK.

  • Cláudio Cardoso  Disse:

    Apoiado !!! não podem vencer.

  • Mosca  Disse:

    ….deixem a internet em paz e preocupen-se com a saúde e a violência, foi pra isso que foram eleitos, para resolver os problemas sociais e não para criar outros ou destruir o que esta bom !!!!!

  • Mosca  Disse:

    …isso é falta do que fazer procurar problemas onde não existem e pior tentar achar soluções para eles !

  • Nanico  Disse:

    Esse Marco Civil é uma armadilha do governo para acabarem com a nossa privacidade !

  • KeltonDeadite  Disse:

    exatamente Nanico, outro vídeo mais curto: http://www.youtube.com/watch?v=V84GjOycxl0

  • Moisés Isaias  Disse:

    tirem esse post daí, muita gente pode assinar por engano pensando se tratar de algo bom. Na verdade isso é uma armadilha para cercar ainda mais o espaço virtual e acabar definitivamente com a democracia e a liberdade de expressão do povo!!!
    Muitas das atuais manifestações públicas e civis, senão todas, só foram possíveis graças à mobilidade das massas gerada pela internet; esse AVAAZ tem por verdadeiro intuito acabar com essa liberdade de escolha do povo.

    NÃO ASSINEM ISSO JAMAIS!!!!

  • Mosca  Disse:

    …eu desconfiei de primeira desse MC , a primeira coisa que me passou pela cabeça é que podia ser um um cavalo de troia, por isso antes de assinar a petição procurei mais informação, infelizmente a lamina da guilhotina já esta descendo no pescoço da internet brasileira, foi tudo uma armação a votação, conduzir as maças a uma escolha errada é muito fácil, os iluminatis inventaram essa técnica, criam um problema e apresentam a solução ideal e todos acham que é a certa e na ingenuidade a apoiam, eles nos deram duas opções : os empresários da tv e o mc , eles assustaram todo mundo com cobranças a mais pelo uso da internet e mostraram a solução, o mc, mas esqueceram da opção nº 3 : NENHUM DOS DOIS !!! eu voto para que deixem a internet em paz do jeito que esta, sem MC nem empresários da TV, fora com os dois JÁ !

  • Mosca  Disse:

    http://youtu.be/E82vAl02ivI

  • Nanico  Disse:

    Já podem tirar isso daí !

    Isso já foi aprovado 🙁

  • Modesto  Disse:

    Agora sim teremos uma internet livre e democrática. Viva o Marco Civil! Muitos gostariam que fosse um marco militar, mas já está de bom tamanho.Aguardemos o desenrolar dos acontecimentos.

  • Don Costa  Disse:

    Amigos. O Marco Civil da Internet foi aprovado na câmara e segue agora para o senado. Se for aprovado sem modificações ele vai para sanção ou veto da presidente. Passei os últimos dias lendo os diversos textos dessa proposta e cheguei à conclusão de que ela é tão ambígua e tão cheia de brechas que é impossível concordar com sua aprovação do jeito que está. Há partes muito boas e partes muito ruins.
    A melhor parte é a tão falada NEUTRALIDADE DA REDE, que impede que as operadoras fechem pacotes por conteúdo, além do de velocidade. A pior parte é a facilitação da censura e a perda da privacidade na rede. Sites como o Tela poderão, sim, ter seu conteúdo questionado por qualquer um, mediante liminar, forçando-o a retirar o material do ar. Para isso basta que a retirada deste material contemple INTERESSES DA COLETIVIDADE. Isso é muito vago.
    Vejam a postagem do jornalista Fernando Rodrigues sobre o assunto: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2014/03/26/marco-civil-acerta-na-neutralidade-da-rede-mas-tem-defeitos/
    O Marco Civil da Internet é necessário para que as empresas não abusem do seu poder tentando a aniquilação da NEUTRALIDADE DA REDE, e para tipificar e qualificar crimes cibernéticos, que hoje estão num limbo jurídico.
    Mas para todo o resto já há legislação específica, e o que ele faz é, somente, ameaçar a liberdade de expressão e a privacidade individual.
    Para quem tiver paciência, segue abaixo o texto aprovado na íntegra em PDF. O texto é longo, confuso, num linguajar obscuro e cheio de termos vagos. Lógico que estou colocando do meu ponto de vista, que sou leigo. Para um advogado, o texto vai parecer claríssimo.

    http://imguol.com/blogs/52/files/2014/03/MarcoCivilInternet-texto-final-aprovado-Camara-25marco2014.pdf

    Abraços.

  • Parallax  Disse:

    Eu acho que esse Marco Civil é um grande pega-ratão.

    O texto superficialmente parece ser bom, mas no seu recheio ele é muito ambíguo. Ele não diz que algo será feito, mas deixa portas abertas para que possa ser feito.

    Os tópicos principais a primeira vista são maravilhosos, defendem a liberdade, anonimato, conteúdo livre, blá blá blá… Mas esmiuçando cada artigo fica evidente que a lei não é tão maravilhosa assim. Ela concentra muito poder de decisão ao gabinete da presidência, ou seja, estamos sujeito a política que cada governante achar conveniente.

    Vejam o caso da Neutralidade da Rede. O projeto de lei defende isso. Maravilhoso não acha? Não é tanto assim, veja bem…
    Os artigos estabelecem uma neutralidade parcial, pois eles preveêm exceções que não estão regulamentadas. Ninguém sabe quais são essas exceções. Quais os critérios para se criar essas exceções. E sabem o que a lei diz? Que a regulamentação destas exceções fica a cargo exclusivo do presidente da república. É o presidente que vai definir o que pode ter o serviço limitado ou não.

    Existe também outro artigo interessante:

    Art. 11. Na provisão de conexão à Internet, cabe ao administrador do sistema autônomo respectivo o dever de manter os registros de conexão, sob sigilo, em ambiente controlado e de segurança, pelo prazo de um ano, nos termos do regulamento.
    § 1o A responsabilidade pela manutenção dos registros de conexão não poderá ser transferida a terceiros.
    § 2o A autoridade policial ou administrativa poderá requerer cautelarmente a guarda de registros de conexão por prazo superior ao previsto no caput.
    § 3o Na hipótese do § 2o, a autoridade requerente terá o prazo de sessenta dias, contados a partir do requerimento, para ingressar com o pedido de autorização judicial de acesso aos registros previstos no caput.”

    Vejam bem, a autoridade administrativa pode requerer a guarda de registros de um cidadão comum. Com autoridade administrativa entende-se GOVERNO.

    O projeto de lei é bem malandro em toda a sua redação. Acho que o TeladeCinema comete um grande erro incentivando a aprovação deste projeto, ainda mais tendo como garoto-propaganda um sujeitinho como Gilberto Gil que defende a CENSURA no caso das biografias. Ele defende liberdade só quando convém, a ele ou ao seu partido de esquerda.

  • alexandre schroeder  Disse:

    esta petiçao deste sacana do gilberto gil induz ao erro de interpretacao e e a favor do marco civil a peticao contraria ao marco civil esta no citizen org
    abs

Deixe uma resposta