ENSINA-ME A VIVER (720p/Dual Áudio) – 1971

“Harold and Maude” (EUA) – 1971
COMÉDIA – ROMANCE
DIREÇÃO: Hal Ashby
IMDB 8,1 – http://www.imdb.com/title/tt0067185/

Image

BRRIP – 720p – DUAL ÁUDIO + TRILHA SONORA

Postado por Julian

DADOS DO ARQUIVO:

Formato: MKV
Qualidade: BluRay (1280 x 696 pixels)
Tamanho: 3.40 GiB
Duração: 91 min
Áudio 1: Português (Dublagem Clássica Herbert Richers) – AC-3, 192 Kbps, 2.0 Ch.
Áudio 2: Inglês – AC-3, 640 Kbps, 1.0 Ch.
Legendas: Português, Inglês e Espanhol (Selecionáveis)
Servidor: 4shared (5 partes – Arquivo RAR)
Uploader: Julian

NOTA DO UPLOADER

1- Optei por utilizar neste Release o áudio dublado extraído do DVD por que no do BluRay excluiram a célebre voz do locutor dizendo o título do filme e o ‘versão brasileira Herbert Richers’. A qualidade está igualmente boa.

2- Como a trilha sonora é um dos pontos principais no filme, incluí uma faixa com legendas forçadas em português nas canções (pode ser desabilitada se preferir).

3 – Ainda sobre a trilha sonora, composta de lindas músicas de Cat Stevens, foi lançada oficialmente somente em 2007, em edição especial limitada. Disponibilizo em 2 opções: FLAC (sem perdas) e MP3, extraídas do LP em ótima qualidade.

4 – Boa sessão!

LINKS

parte 1:
ENSINA-ME A VIVER

parte 2:
ENSINA-ME A VIVER

parte 3:
ENSINA-ME A VIVER

parte 4:
ENSINA-ME A VIVER

parte 5:
ENSINA-ME A VIVER

SENHA: teladecinema.net

TRILHA SONORA

Image

HAROLD AND MAUDE SOUNDTRACK (BY CAT STEVENS)

Gênero: Soundtrack
Data: 2007 (1971)
País: USA
Audio codec: FLAC / MP3
Qualidade: 731 kbps / 320 kbps
Tamanho: 224 MB / 84 MB
Duração: 41:15

FLAC:
HAROLD AND MAUDE SOUNDTRACK

MP3:
HAROLD AND MAUDE SOUNDTRACK

SINOPSE

O relacionamento entre um rapaz de 20 anos com obsessão pela morte, que passa seu tempo indo a funerais ou simulando suicídios, e uma senhora de 79 anos encantada com a vida. Eles passam muito tempo juntos e, durante esta convivência, ela expõe a beleza da vida.

ELENCO

• Ruth Gordon – Maude

• Bud Cort – Harold Parker Chasen

• Vivian Pickles – Sra. Chasen

• Cyril Cusack – Glaucus

• Charles Tyner – Tio Victor

• Ellen Geer – Sunshine Doré

• Eric Christmas – Padre

• G. Wood – Psiquiatra

• Judy Engles – Gulf

• Shari Summers – Edith Phern

• Tom Skerritt – Policial da motocicleta

CURIOSIDADES

Quando ainda estava considerando se deveria aceitar ou não o papel de Harold, o ator Bud Cort pediu conselhos ao diretor Robert Altman, seu mentor, que o alertou para que evitasse ficar estigmatizado com um único tipo de personagem. Seguindo o conselho de Altman, Cort resolveu recusar o papel principal de Um Estranho no Ninho (1975), exatamente para que não ficasse sempre conhecido por papéis de malucos no cinema.

Indicado ao Globo de Ouro 1972 de melhor ator (Bud Cort) e melhor atriz (Ruth Gordon).

Bud Cort foi indicado ao Bafta em 1973 na categoria Protagonista Inciante Mais Promissor.

12 comentários para ENSINA-ME A VIVER (720p/Dual Áudio) – 1971

  • @c3rvo  Disse:

    Excelente postagem. Igualmente ao que você acha, também prefiro “dar nomes aos bois”, ou seja, caso tenha dois áudios iguais, dou preferência àquele que dá o devido crédito à empresa que ralou pra traduzir e fazer uma versão de acordo com o roteiro do filme, sem alterar o seu sentido. Aliás, não sei o porquê das distribuidoras quererem omitir os nomes do estúdios de dublagem de alguns filmes. Isto, por acaso, não fere a lei de direitos autorais? Mas, de qualquer forma te agradeço por compartilhar. Um abraço.

    • Julian  Disse:

      Eu realmente não sei pq fazem isso… Imagino que, nesse caso, o pessoal das distribuidoras pensam que as dublagens pareçam muito datadas com aquele locutor com uma voz ‘das antigas’ dizendo o nome do filme ou o célebre “versão brasileira Herbert Richers” – o da “versão brasileira BKS” soa muuuito jurássico, e o da “versão brasileira AIC-São Paulo” então nem se fala… Como Blu-Rays são coisas ‘modernas’ algumas produtoras devem pensar que pega mal usarem uma dublagem evidentemente velha e eliminam a locução dos créditos pra despistar ou mesmo substituem com uma voz mais atual só no título do filme pra soar menos datada a dublagem… Fato é que tem gente que odeia dublagem antiga, só de ouvir que o locutor é das antigas já despreza a dublagem, preferem redublagem pq soa mais atual.
      Enfim, foi só suposição da minha parte, mas, seja qual for o motivo, eu acho péssimo as distribuidoras retirarem a locução do título e ‘versão brasileira’. Por uma questão de respeito aos grandes locutores (como Ricardo Marianno da HR) e ao estúdio e equipe que dublou o filme, pela integridade da dublagem, e também por questões de nostalgia, se vão usar uma dublagem clássica o correto é sempre que possível manter na íntegra com os créditos e tudo mais na forma original. 🙂

  • Nanico  Disse:

    No filme do Superman II de 1980 fizeram exatamente isso na hora da locução do Ricardo Mariano , colocaram uma voz `moderna` no lugar.

  • lilbarby  Disse:

    eu gosto esse filme 🙂

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Assisti há alguns anos atrás. Quero ver novamente, Obrigado Julian por mais esse grande post 🙂

    • Julian  Disse:

      Com certeza esse vale a pena rever, rsrs… Valeu por comentar, C,Taxidriver! 😉

  • farra4ever  Disse:

    Também adoro este filme. Obrigado.

  • Thiago  Disse:

    Post genial, Julian! Eu simplesmente adoro esse filme. Assisti pela primeira vez na antiga Sessão de Gala, quando passava nas noites de sábado (depois de Supercine). Um filme nostálgico que me marcou muito. A dublagem da Herbert Richers é de uma qualidade incrível. Parabéns por ter mantido os créditos originais do estúdio. Sua postagem foi simplesmente completa, tudo explicadinho e ainda de brinde a rara trilha sonora. Grande abraço, amigo!

    • Julian  Disse:

      Também adoro esse filme, Thiago. Considero um dos meus “Filmes de Estimação”, já assisti várias vezes… Assim como você eu assisti pela primeira vez numa das madrugadas da Globo, isso lá nos anos 80 ou 90, ainda criança e achei genial, principalmente os ‘falsos suicídios’… Depois fiquei muitos anos sem revê-lo, e assisti novamente numa madrugada da Band, só que legendado… Vibrei quando lá por 2009 ou 2011 lançaram o DVD com a dublagem clássica, como você disse é uma dublagem excelente… Desde então já vi mais algumas vezes. A trilha sonora é uma maravilha também… Enfim, agradeço o seu comentário! Abraços!

  • r093r  Disse:

    Olá, Wager,
    O servidor MINHATECA passou a cobrar por downloads.

Deixe uma resposta