DUOLOGIA PIXOTE (Nacional) – 1980/1996

8 thoughts on “DUOLOGIA PIXOTE (Nacional) – 1980/1996

  1. O primeiro é sensacional. Um dos meus filmes preferidos. Cenas muito marcantes, tipo a deles sentados na pedra vendo o mar e o Lilica cantando “Força estranha” do Caetano Veloso… é de uma sensibilidade peculiar. Serve como homenagem tb a grande Marília Pêra que partiu recentemente. O documentário tb é bom. Pra quem viu o filme é muito curioso ver eles hoje. Só nao assisti o “Quem matou Pixote?”. E agora o Julian ta dando a oportunidade heheh valeu cara. Abraço

    1. Também acho Pixote sensacional, Hiure… E é também um dos meus filmes preferidos, e para mim o melhor do cinema nacional de todos os tempos. É um misto de crueza e poesia raramente visto no cinema. E sim, foi meio pensando em Marilia Pêra que eu postei o filme, a atuação dela foi espetacular nesse filme. Também é legal ver o depoimento dela e do resto do elenco no documentário feito mais de 25 anos depois. Eu acho esse documentário excelente, complementa perfeitamente o filme, a seu modo é tão bom quanto, imperdível eu diria… Já o “Quem Matou Pixote?” eu não gosto tanto mas também serve como complemento e é interessante por ser baseado em fatos reais, contando de forma dramatizada o que aconteceu com o ator. Eu diria que PIXOTE é nota 10, Pixote in Memorian é nota 10 e Quem Matou Pixote eu dou um 6,5. Valeu pelo comentário!!! Abs. 🙂

Deixe uma resposta