CONTA COMIGO (PENTA ÁUDIO/1080P) – 1986

STAND BY ME – 1986
EUA
AVENTURA, DRAMA.
DIREÇÃO: Rob Reiner
ROTEIRO: Raynold Gideon, Stephen King
IMDb: 8,1 https://www.imdb.com/title/tt0092005/

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 Capa-CONTA-COMIGO-TRI-ÁUDIO-1080P-–-1986

POSTAGEM PUBLICADA ORIGINALMENTE EM 31/07/2019.

EXTRAS ADICIONADOS.

RMZ – PENTA ÁUDIO – DOIS IDIOMAS – DUBLAGEM CLÁSSICA BKS E DUBLAVIDEO + EXTRAS

Postado por Dantweet

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 1+dados+do+arquivo

Formato: MKV
Qualidade: FULLHD 1080p (24,59 Mbp/s – 1920×1080 – 16:9 – 23.976 fps)
Tamanho: 19,4 GB
Duração: 88 min.
Áudio 1: Inglês (Original) – DTS (1.509 Kbps) 5.1c 48KHz
Áudio 2: Português (D. Clássica BKS (Globo/DVD) – AC3 (192 Kbps) 2.0c 48KHz
Áudio 3: Português (Redublagem Dublavídeo (Blu-ray) – DTS (1.509 Kbps) 5.1c 48KHz
Áudio 4: Inglês (Original) – AC3 (192 Kbps) 2.0c 48KHz
Áudio 5: Inglês (Comentários de Rob Reiner, Will Wheaton e Corey Feldman) – AC3 (192 Kbps) 2.0c 48KHz
Legendas: Português e Inglês (Embutida, Selecionável)
Servidor: Google Drive
Uploader: Dantweet
Ripador: Dantweet
Remasterizador: Dantweet
Extras: Dantweet

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 GOOGLE-DRIVE

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 8+links

FILME: CONTA COMIGO

EXTRAS: CONTA COMIGO

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 3+sinopse

Em uma pequena cidade florestal do Oregon, quatro amigos – o sensível Gordie (Will Wheaton), o durão Chris (River Phoenix), o destemido Teddy (Corey Feldman) e o acovardado Vern (Jerry O’Connel) – estão à procura do corpo de um adolescente desaparecido. Queredno ser heróis diante dos amigos e aos olhos da cidade, eles partem numa inesquecível viagem de dois dias que se transforma em um odisséia de auto-descoberta. Eles fumam escondidos, contam casos assustadores e descobrem que precisam ficar unidos e encontrar forças que nem imaginavam possuir. CONTA COMIGO é um filme raro e especial sobre a amizade e as indeléveis experiências do crescimento. Cheio de humor e suspense, o filme é baseado no romance The Body , de Stephen King.

Screens
CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 001

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 002

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 003

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 004

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 005

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 4+elenco

Wil Wheaton … Gordie Lachance
River Phoenix … Chris Chambers
Corey Feldman … Teddy Duchamp
Jerry O’Connell … Vern Tessio
Kiefer Sutherland … Ace Merrill
Casey Siemaszko … Billy Tessio
Gary Riley … Charlie Hogan
Bradley Gregg … Eyeball Chambers
Jason Oliver … Vince Desjardins
Marshall Bell … Sr. Lachance

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 6+ver+todo+o+elenco

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 5+ficha+t%C3%A9cnica

# país: EUA
# duração original: 88 min
# estúdio: Columbia Pictures
# distribuidora: Columbia Pictures

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 2+mais+informa%C3%A7%C3%B5es

CONTA COMIGO (TRI ÁUDIO/1080P) – 1986 AVISO

12 comentários para CONTA COMIGO (PENTA ÁUDIO/1080P) – 1986

  • sloan  DISSE:

    obg

  • ZeFilho  DISSE:

    Muito triste o fim que levou River Phoenix assim como seu personagem neste filme, não me esqueço daquela fotografia, o cara sofreu muito desde pequeno, pois era obrigado a ter relações sexuais com seu relativos.

  • azougadoboi  DISSE:

    Show de bola demais esse filme!

  • Ola_Brasil  DISSE:

    MA-RA-VI-LHA!!!!
    Muito obrigado, Dantweet!

  • Ola_Brasil  DISSE:

    Amigos, não estaria faltando o link para baixar os Extras?

    • Don Costa  DISSE:

      Boa tarde, Ola_Brasil.

      Desta vez foi reupado apenas o filme, sem os extras.

      Abraços.

      • Ola_Brasil  DISSE:

        Entendi.
        Obrigado pelo retorno, Don.

      • Ola_Brasil  DISSE:

        Muito obrigado pela partilha dos Extras, Don!!!
        Abração

        • Don Costa  DISSE:

          Todos os agradecimentos vão para o marujo Dantweet que reupou os arquivos e nos enviou os links. Eu só editei a postagem.

          Grande abraço.

          • Ola_Brasil  DISSE:

            Opa! Obrigado, Dantweet pela generosidade!

  • Ola_Brasil  DISSE:

    Ah, para quem não sabe, vai uma curiosidade sobre o “filme” :

    O nosso grande Milton Nascimento ficou encantado pelo ator (River Phoenix) e procurou conhecê-lo e presenteá-lo com uma música linda, segue a letra:

    RIVER PHOENIX

    Se um dia a gente se encontrar
    e eu confessar
    que vi um filme tantas vezes
    para desvendar os olhos teus
    E se a gente se falar
    contar as coisas que viveu
    o que esperamos do amanhã
    será que pode acontecer?
    Pois, paralelo ao personagem,
    eu quis saber mesmo é de ti

    Queria que fosses feliz
    uma água calma a inundar
    a sua margem de carinho
    um peito aberto a quem chegar

    Como o teu nome, diferente
    Uma paisagem nos induz
    Uma paisagem de inocência
    Mas que se sabe e que conduz

    Conduz agora este momento
    O pensamento e os olhos meus
    brilhando de emoção e grato
    alguém que só te conheceu
    num filme que viu tantas vezes
    Este poema aconteceu.

    Relato do Milton sobre como conheceu o jovem ator através deste filme STAND BY ME e MOSQUITO COAST:

    “Meu primeiro contato com River Phoenix foi por volta de 1988. Eu estava em Nova York, tinha acabado de terminar uma turnê de quatro meses, com shows por mais de 40 cidades, na Ásia, Europa e América. Antes de voltar ao Brasil, passei uns dias num hotel próximo ao Central Park. Numa tarde qualquer, estava lá vendo TV no hotel quando começou um filme: The Mosquito Coast. O nome de River Phoenix nos créditos logo chamou minha atenção, mas até então eu nunca tinha ouvido falar dele. Quando acabou o filme, fiquei prestando atenção nos créditos e, para minha surpresa, o ator que eu mais tinha gostado era justamente River Phoenix. Neste mesmo dia, também passou outro filme dele na TV: Stand By Me. Os olhos de River eram como catalisadores de um sentimento original, qualquer coisa arrebatadora a qual ninguém tinha dado o nome ainda Fiquei tão impressionado que decidi escrever uma carta para ele. Foi quando surgiu uma música pronta na minha cabeça. Coloquei o nome: “River Phoenix (Carta a um jovem ator)”.

    Algum tempo depois, na gravação do disco Miltons, fiquei com vontade de gravar a música. Mas precisava de uma autorização. Liguei para o Quincy Jones, que me passou o contato da mãe do ator. Liguei:

    — Como assim? Colocar o nome do menino na música de alguém que eu nem conheço.
    Até que a filha dela, mais nova que River, perguntou:

    — Quem quer colocar o nome do River numa música?

    — O nome dele é Nascimento, disse que é do Brasil – respondeu a mãe. Mas eu já disse que não.

    A garota, que se chama Rain, interveio. Contou que ela e o irmão gostavam muito “daquele cantor brasileiro”, e pediu à mãe que mudasse de ideia. Resultado: gravei a música com o nome dele. Olha só como são as coisas… Certa vez, River me disse que estava no mesmo hotel onde eu assistira The Mosquito Coast. Lá, ouviu uma música minha no rádio. Gostou tanto que, mal acabou a música, já estava numa loja de discos procurando coisas minhas.

    […]

    Depois do encontro no Rio, levei River para minha cidade, Três Pontas, no sul de Minas Gerais. Lá, ele se misturou a todos, e passava o dia cercado por um monte de gente. Ninguém acreditava quando via um astro como ele andando despreocupado pelas ruas de uma cidadezinha mineira.
    Nós ainda nos encontramos várias vezes nos Estados Unidos. Ficamos muito amigos, mesmo. Prefiro pensar nele com boas lembranças. River é uma pessoa que faz muita falta nesse mundo de hoje em dia. Era um cara que estava sempre presente, para tudo que você precisasse.”

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.