CASABLANCA (DUAL-ÁUDIO/1080p) – 1942

CASABLANCA – 1942
DRAMA – GUERRA – ROMANCE
EUA
DIREÇÃO: Michael Curtiz
ROTEIRO: Julius J. Epstein, Philip G. Epstein,+3
IMDb: 8,5
http://www.imdb.com/title/tt0034583/

RMZ EXCLUSIVO – REDUBLAGEM HERBERT RICHERS – DUAL ÁUDIO – 1080p

Postado por Any Sousa

 


Formato: MKV
Qualidade: BRRip 1080p (1488 x 1080, 5.356 Kbps)
Tamanho: 4, 16 GB
Duração: 102 min.
Legendas: Inglês, Português (completa/trecho sem dublagem)
Áudio (SELECIONÁVEL): Inglês / Português (Redublagem Herbert Richers)
Servidor: Google Drive (5 partes RAR)
Crédito pelo áudio dublagem clássica: juliobr234
Uploader: Any Sousa

VEJA TAMBÉM: CASABLANCA (DUBLADO – DUAL ÁUDIO – 720p – POR PRAXINOSCÓPIO)
VEJA TAMBÉM: CASABLANCA (DUBLADO – 1080p – POR ANDRÉ LEE)

COMO BAIXAR PELO G DRIVE


FILME: CASABLANCA


Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentavam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O exilado americano Rick Blaine (Humphrey Bogart) encontrou refúgio na cidade, dirigindo uma das principais casas noturnas da região. Clandestinamente, tentando despistar o Capitão Renault (Claude Rains), ele ajuda refugiados, possibilitando que eles fujam para os Estados Unidos. Quando um casal pede sua ajuda para deixar o país, ele reencontra uma grande paixão do passado, a bela Ilsa (Ingrid Bergman). Este amor vai encontrar uma nova vida e eles vão lutar para fugir juntos.






9 comentários para CASABLANCA (DUAL-ÁUDIO/1080p) – 1942

  • bruno phernandes  DISSE:

    juliobr234 e Any Sousa, muitíssimo obrigado por mais esta pérola! Uns meses atrás eu achava estranho a dublagem da Telecine ser a única para este filme, mas nos comentários de um outro post desse filme, eu vi um comentário do Augusto Bisson dizendo que a versão da Telecine era a terceira dublagem, e, que as duas primeiras foram feitas na Cinecastro e na Herbert Richers.
    Creio que para muitos de nós este é um filme especial. Obrigado por compartilharem!

    • Augusto Bisson  DISSE:

      Exatamente, Bruno. A priemira foi da CineCastro. Sugiro ao Marcos F. e ao Don Costa que retirem a denominação de “clássica” da versão da Telecine, pois é a terceira…Foi exibida na Globo quando a Turner decidiu colorizar alguns filmes. E parabéns a Any Souza e ao Júlio por terem encontrado a verão da Herbert, a segunda e hoje raríssima !!!

  • M_Neto34  DISSE:

    Caramba! Eu nem sabia da existência dessas outras duas dublagens, achava que a da Telecine era a clássica e única dublagem desse filme. Sendo assim, será que não existem dublagens mais antigas de tantos outros filmes das décadas de 30, 40 e 50, que só foram dublados no Brasil na década de 80, como por exemplo: E O Vento Levou, Cantando na Chuva, Os Dez Mandamentos, Ben-Hur, etc. Notem que os exemplos que eu citei, todas as dublagens tidas como “clássicas” são da Herbert Richers, realizadas nos anos 80. Com isso, eu fico na dúvida se existem ou não dublagens mais antigas e raras desses filmes, realizadas nos anos 60 ou 70.

    • Augusto Bisson  DISSE:

      M.Neto, todas os filmes citados por você foram dublados pela Herbert em suas respectivas estreias na TV. Porque estes títulos, assim como “O mágico de Oz” e “sansão e Dalila” eram reprisados sistematicamente nos cinemas brasileiros. Estavam, portanto, fora da telinha no Brasil. À exceção de “Cantando na chuva”, os outros três épicos custaram caríssimo aos cofres da Globo. Em 1983, a extinta TV Manchete ofereceu 700 mil dólares por duas exibições de “E o vento levou”. Mas, a Globo cobriu a oferta desembolsando um milhão…Aliás, este filme só estreou na tevê americana lá por 1979-1980.

  • F.Franco  DISSE:

    Boa noite a todos, venho felicitar Any Costa pela belíssima postagem do filme Casablanca. Eu já assisti esse filme em DVD. Mas assisti em Blu ray será realmente um SHOW DE BOLA. Com uma fotografia digital, a fotografia digital dá aparência que o filme é novo, que foi filmado poucas semanas. Diferente do VHS, já que naquela época poderíamos diferenciar um filme da década de 50, 60, 70 e 80, hoje com o advento da fotografia digital no cinema isso não é mais possível.

  • aloisio braglia  DISSE:

    me lembro do estardalhaço, era 1986,e a globo fez uma propaganda maciça, mostrando o trabalho de dublagem e seus respectivos dubladores,e o filme passou em horario nobre, e provavelmente deu bastante audiência para globo,já que naquela época o povo não era tão ignorante como hoje. logo em seguida a globo começou a reprisar a exaustão, o que queimou o filme perante o telespectador.

  • Osvaldinho  DISSE:

    Não tive sucesso juntando as partes da que o arquivo esta corrompido, alguém conseguiu?

  • Thiago  DISSE:

    Baita raridade essa segunda dublagem da Herbert Richers. Eu realmente não sabia de sua existência. Sem dúvida um grande achado do amigo Julio. Muito obrigado marujo por compartilhar este tesouro aqui no Tela! Agradeço também à Any, pela sempre impecável RMZ, e a Augusto Bisson pelas informações e curiosidades a cerca das dublagens antigas. Grande abraço!

  • farra4ever  DISSE:

    Obrigado.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.