CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE (DUAL ÁUDIO) – 1978

THE DRIVER – 1978
AÇÃO – CRIME – THRILLER
DIREÇÃO: Walter Hill
ROTEIRO: Walter Hill
IMDb: 7,2 http://www.imdb.com/title/tt0077474/

RMZ 1080P X265 – DUAL ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA HEBERT RICHERS + VERSÃO 720P X264

Postado por Edfilmes 

Formato: MKV 
Qualidade: BDRip (1920 x 1080 / 1280 x 720 (16:9), HEVC / AVC, 7353 kbps / 3000 kbps /, 23.976 fps)
Tamanho: 4,83 GB / 2,13 GB
Duração: 89 min. 
Legenda 01: Português (Forçada em um corte de 2 segundos)
Legenda 02: Português (Completa – selecionável)
Legenda 02: Inglês (Completa – selecionável)
Áudio 01: Português (Herbert Richers – AC3, 128 kbps, 48.0 KHz, 16 bits)
Áudio 02: Inglês (Original – AC3, 192 kbps, 48.0 KHz, 16 bits, 1 ch)
Servidor: Gdrive/Mega/OneDrive/pCloud (10 partes 1080p / 05 partes 720p) 
Remasterizador, Encoder e Uploader: Edfilmes

NOTA DO UPLOADER

Olá pessoal! Bem, a dublagem desse projeto possui apenas um corte pequeno, que é a seguinte frase: “É difícil gostar desse cara” (no minuto 46:47 <-> 46:49), em tal corte coloquei uma legenda BR forçada para saber-se o foi dito. Esse mesmo áudio possui originalmente um chiado gradativo por todo áudio (me refiro ao áudio extraido do TVRip), então fiz uma leve limpeza nele para que ficasse escutável digamos assim.

Em relação ao TVRip, eu não possuo mais o mesmo já que perdi ele em um HDD meu que queimou, mas como tinha e tenho o costume de salvar os áudios de meus arquivos no geral em separado, então tal perda não influenciou no projeto em si, apenas fez falta para aqueles mais saudosistas que curtem um bom e velho TVRip (como eu).

A respeito da versão 1080p ser em x265 e 720p ser em x264 digo o seguinte: Sempre busco a melhor qualidade de vídeo x tamanho e nesse quesito o codec x265 ganha de sobra, arquivos codificados com ele são de 50 a 40 % menores do que tais em x264 e apresentam qualidade semelhante, sendo assim não fica comodo para eu ficar fazendo várias versões para postar aqui já que tenho uma vida corrida assim como muitos de vocês, sem falar do espaço gasto para ficar armazenando tais versões (seja elas em HDD, servidores ou qualquer outro meio), então posto a versão 1080p em x265 apenas já que é a mesma que eu uso aqui. Já a versão 720p fica mais acessível para todos vocês, principalmente para aqueles não não tem uma internet de alta velocidade e por rodar em seus aparelhos com facilidade.

Ainda vejo muitas pessoas se queixando que não conseguem rodar tal codec liso em suas máquinas ou em suas TVs, o tal precisa de uma máquina de razoável para boa para rodar sem travamentos, além também de possuirem codecs de áudio e vídeo atualizados para não encontrarem nenhum tipo de problema na reprodução. Esse codec roda tranquilamente em TVs 4k que estão aí do mercado (já que elas possuem o tal como padrão), as TVs mais antigas não conseguem rodar ele por não terem sido projetadas para isso, contudo aqui rodo ele normal na duas que possuo já ambas tem o modo PC/TV, então ao optar por assistir qualquer arquivo nessa codifição basta alternar o modo, pois no modo PC quem manda a reprodução para TV é o PC através do cabo HDMI que parte de minha placa de vídeo do desktop para essa duas TVs, sendo assim o Hadware do PC que responsável pela geração da imagem.

No mais pessoal espero que curtam o projeto e uma excelente sessão para todos!

PARTES INTERCAMBIÁVEIS

VERSÃO 1080P X265

OPÇÃO 01 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 02 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 03 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 04 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE

VERSÃO 720P X264

OPÇÃO 01 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 02 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 03 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE
OPÇÃO 04 CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE

 

SENHA: TELADECINEMA&EDFILMES (TUDO MAIÚSCULO)

 

Amostra da RMZ

Conhecido como “The Driver”, um homem é um piloto de fuga profissional contratado para dirigir para um experiente grupo de assaltantes e despistar a polícia caso necessário. O que ele não imagina é que, há bastante tempo, um detetive está na sua cola e esperando apenas uma brecha para capturá-lo. Com métodos nada convecionais e fora da lei, o policial fará de tudo para alcançar seu objetivo.

Sobre o Filme

“Alguns deliquentes de hoje em dia acreditam que são autênticos cowboys. Pensam que podem simplesmente correr por aí fazendo o que bem entendem na hora que bem entendem. Eu respeito o homem que faz bem o seu serviço.” A frase faz parte do diálogo entre detetive e criminoso. Quando chama o fora-da-lei de Cowboy, possivelmente o homem da lei se refere à época do Velho Oeste americano, onde os bandidos eram mais fascinantes para a população que os xerifes, levando os jovens a acreditar que era uma vida bem melhor do outro lado da lei. E assim era na década de 70, onde os filmes de ação misturaram um pouco o bem e o mal, criando herois e vilões muito semelhantes.

Ryan O’Neal faz um homem soturno que ganha a vida dirigindo em assaltos. É contratado, sob suas rígidas regras, combina o horário e segue estritamente o programado. Recolhe os assaltantes do local do roubo e os deixa em segurança em um local pré-determinado. Ninguém consegue capturá-lo em ação, até que um investigador da polícia surge disposto a quebrar qualquer lei desde que consiga prender o “Cowboy”. Começa então um embate entre dois homens com vontade de ferro, em uma disputa arriscada motivada por um estranho orgulho, ou talvez a busca de um prazer acionado pelo risco que só aqueles que desdenham a morte podem compreender. O motorista é solitário, frio e decidido. Um homem de poucas expressões. Não tente saber o que o motiva. Talvez nem ele mesmo saiba.

Aparentemente a ação sobre rodas é seu único prazer na vida. Não desfruta do dinheiro que ganha, morando em pequenos quartos de pensões de quinta categoria, dispensando até mesmo a companhia da televisão. Seu único alento, um pequeno walkman com fitas de música country. Completam o tabuleiro a mulher fatal (Isabelle Adjani) e um grupo de 3 ladrões pouco confiáveis contratados pelo policial.

Em resumo, o filme é excelente. The Driver (o motorista) no original, foi lançado no país sob o impactante nome de Caçador de Morte. Talvez um exagero sensacionalista, mas que analisando bem, não deixa de ter uma relação com o filme, embora não literal. Trata-se de uma obra de ação sensacional, com personagens que embora agora possam parecer até caricatos devido ao número de vezes que foram copiados em outras obras, passam uma vivacidade incrível. Escrito e dirigido por Walter Hill (o mesmo que dirigiria posteriormente Warriors, 48 horas e Ruas de Fogo), Caçador de Morte possui cenas de ação em perseguições de carro instigantes criando praticamente um roadie movie urbano. Também conta com diálogos bem construídos, que além de colaborarem na construção dos personagens, são uma diversão à parte. Se não percebeu até aqui, Hill não apresenta mesmo nenhum nome aos personagens. O espectador os conhece apenas por suas funções na obra, policial; motorista; assaltante; apostadora, etc. Ryan O’Neil deu vida a um personagem digno dos de sua época, como fizeram Clint Eastwood com Dirty Harry e o Homem Sem Nome, ou Steve Mcqueen em Bullit. Infelizmente a carreira de O’Neil no cinema foi curta e pouco significante. Caçador de Morte se torna um filme obrigatório para aqueles que apreciam a frieza da década de 70.

Se você já assistiu Carga Explosiva com Jason Statham, irá perceber que muito de seu personagem foi inspirado no motorista vivido por O’Neil. Especificamente no tangente às regras de conduta, não as habilidades “mágicas” de Frank Martin. E se você viu também Drive (2011) dirigido por Nicolas Winding Refn, estrelado por Ryan Gosling no papel de “motorista”, deve ter caído pra trás. Apesar da competência da dupla de diretor e ator, Drive absorveu quase 100% a essência do filme de Hill de 1978. É praticamente um remake. O personagem é o mesmo até no nome! Mas a imitação teve tanta qualidade que nem mesmo por isso perdeu seu valor no meu conceito. Mas puta merda, que cópia!

FONTE: OBVIOUS LOUNGE/DISTRAÇÃO PLANEJADA/POR: CELIOSG

















Ryan O’Neal … The Driver
Bruce Dern … The Detective
Isabelle Adjani … The Player
Ronee Blakley … The Connection
Matt Clark … Red Plainclothesman


# país: EUA / Reino Unido
# duração original: 91 min
# estúdio: EMI Films, Twentieth Century Fox Film Corporation
# distribuidora: EMI Film Distributors

10 comentários para CAÇADA DE MORTE / CAÇADOR DE MORTE (DUAL ÁUDIO) – 1978

  • gipedeam  DISSE:

    Nossa! Que postagem. Estou sem palavras. Agradeço ao edfilmes…

  • Nando  DISSE:

    Edfilmes,
    Obrigado por compartilhar mais uma grande produção sua.

  • patrickgt  DISSE:

    Parabéns pelo excelente post Edfilmes. Toda publicação sua eu fico admirado com o capricho nas riquezas de detalhes, isso é demais! abraço

  • Robson Mendes  DISSE:

    Que filme massa show de bola Edfilmes arrebentando nas postagens como sempre,parabéns Ed!

  • Thiago  DISSE:

    Mais uma pérola dos anos 70 esquecida pelas TVs, mas resgatada aqui no Tela graças ao empenho de Edfilmes. Muito obrigado, marujo! Uma pena você não ter mais o tvrip, mas o importante de tudo é que a matéria-prima principal, no caso a rara dublagem da Herbert Richers, foi preservada. Grande abraço!

  • Osvaldinho  DISSE:

    lembra o o carga explosiva, sera que é refilmagem

  • williampalves  DISSE:

    Fazia tempo que eu procurava por esse filme. Adoro a cena em que o Cowboy arregaça a Mercedes. Um ótimo filme de ação e que precisa fazer parte da coleção de quem adora filmes com perseguição de carros. Value Edfilmes!!!

  • Harry.Palmer  DISSE:

    O jogo driver de playstation 1 a primeira missão é baseada totalmente no filme e também as demais.

  • faciola  DISSE:

    Isabelle Adjani Que Olhos, filme maravilhoso valeu Edfilmes % Tela

  • farra4ever  DISSE:

    Obrigado.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.