BARBA NEGRA O PIRATA (DUBLADO) – 1952

BLACKBEARD, THE PIRATE -1952
AVENTURA – ROMANCE
DIREÇÃO: Raoul Walsh
ROTEIRO: Alan Le May, DeVallon Scott
IMDb: 6,1
http://www.imdb.com/title/tt0044426/

DUBLAGEM CLÁSSICA (AIC SP)

Postado por Johnahex

Formato: MP4
Qualidade: TVRip (TELECINADO) (640 x 480)
Tamanho: 1,17 GB
Duração: 97 min.
Legenda: S/L
Áudio: Português (D. Clássica AIC SP)
Servidor: Mega (6 Partes)
Uploader: Johnahex

PARTE 01: BARBA NEGRA, O PIRATA
PARTE 02: BARBA NEGRA, O PIRATA
PARTE 03: BARBA NEGRA, O PIRATA
PARTE 04: BARBA NEGRA, O PIRATA
PARTE 05: BARBA NEGRA, O PIRATA
PARTE 06: BARBA NEGRA, O PIRATA

Em 1674 o famoso pirata Henry Morgan é agora um regenerado oficial na Jamaica. Mas poucos acreditam que se tenha verdadeiramente reformado, e entre esses está Robert Maynard (Keith Andes), disposto a descobrir que Morgan é ainda um pirata e assim ganhar uma choruda recompensa. Só que quando procurava embarcar no navio de um dos homens de Morgan, Maynard dá por si prisioneiro do célebre Barba Negra (Robert Newton), ele próprio procurando vingar-se de Morgan. Com Maynard é ainda raptada a protegida de Morgan, Edwina Mansfield (Linda Darnell), que transporta um tesouro, que Barba Negra vai confiscar para si, enganando os próprios homens. A partir de então Barba Negra e Maynard, embora inimigos, vão depender um do outro, o que só se complica quando Maynard se apaixona por Edwina.

COMENTÁRIO

O ano de 1952 foi um ano profícuo em Hollywood, no que diz respeito a filmes de piratas. Errol Flynn voltava a interpretar um aventureiro dos mares em “Contra Todas as Bandeiras” (Against All Flags) de George Sherman, e Burt Lancaster aventurava-se (passe o pleonasmo) na sua própria produção “O Pirata Sangrento” (The Crimson Pirate) realizado por Robert Siodmak. A eles juntavam-se Louis Hayward e Sterling Hayden entre outros, buscando o trono que já fora de Errol Flynn.

É nesse contexto que a RKO decide entrar, em Technicolor, num gênero onde a Warner e a Fox habitualmente dominavam. Com o grande Raoul Walsh à cabeça e um argumento de Alan Le May baseado numa história de DeVallon Scott, “Barba Negra, o Pirata” tentava usar a seu favor o quase mítico nome de um dos mais temíveis e bem conhecidos piratas das Caraíbas.

Edward Teach, ou Barba Negra, existiu de fato, vivendo entre 1680 e 1718. Ficou célebre pelo aspecto físico que inspirava temor, e pelos vários anos em que afrontou a marinha espanhola e inglesa, desde as Caraíbas à costa Leste da América do Norte, inspirando muitas lendas e livros de aventuras.

Em “Barba Negra, o Pirata” o pirata é nem mais que Robert Newton, o carismático Long John Silver de “A Ilha do Tesouro” (Treasure Island, 1950), a versão da Disney do romance de Robert Louis Stevenson. Tal como nesse filme, Newton domina o filme da RKO, com os seus trejeitos e idiossincrasias, numa interpretação colorida e imprevisível, embora um pouco colada à do personagem anterior.

fonte: ajanelaencantada.wordpress.com




Robert Newton … Edward Teach / Blackbeard
Linda Darnell … Edwina Mansfield
William Bendix … Ben Worley
Keith Andes … Robert Maynard
Torin Thatcher … Sir Henry Morgan
Irene Ryan … Alvina, a lady in waiting
Alan Mowbray … Noll
Richard Egan … Briggs
Skelton Knaggs … Gilly

# país: EUA
# duração original: 99 min.
# produção: RKO Radio Pictures
# distribuidora: RKO Radio Pictures…

26 comentários para BARBA NEGRA O PIRATA (DUBLADO) – 1952

  • MARCOS F.  Disse:

    QUE MARAVILHA JOEL!!!
    OBRIGADAÇOOOO POR DIVIDIR ESTA “JOIA RARA”, DO FUNDO DO BAÚ, MARUJO IRMÃO!!!
    YO HOO, YO HOO, MAIS UM BARRIL DE RUM…HEHEHE…ABRAÇÃO!!

    • Johnahex  Disse:

      Obrigado a você velho amigo! Tô sentindo sua falta em suas postagens de grandes produções,será que teremos alguma surpresa sua?Quanto ao meu baú…você ficaria de queixo caído,mas aguarde que vem coisas que nem imagina:)!

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Muito obrigado Joel, estava vendo aqui, esse é raridade pura. Grato por compartilhar. 😉

    ps: O que significa TELECINADO ?

    • Johnahex  Disse:

      É verdade Claudio,parece que foi feito em 1674 de tão desgastada a imagem! Valeu irmão!
      Telecine é o EQUIPAMENTO utilizado para o processo de telecinagem, ou transferência de imagens de filme para vídeo. O telecine permite que um filme cinematográfico, cujas imagens foram captadas originalmente para serem exibidas em cinema, possa ser assistido em equipamentos de vídeo, tais como aparelhos de videocassete ou DVD, ou transmitido por uma emissora de televisão.Wikipédia.

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde Cláudio.
      Se o Joel me permitir, eu gostaria de complementar a informação que ele passou.
      Como ele disse, o termo é o nome do processo pelo qual um filme gravado em película (rolo de celulóide) é transferido para outra mídia qualquer, como magnética ou digital. Dessa forma, inclusive as mais modernas técnicas de digitalização da imagem das películas para gravação em DVD ou Bluray (esta ainda passa por um grande processo posterior de restauração) levam este nome.
      Mas neste caso aqui o termo tem um significado um pouco mais específico. Meses atrás comecei a pesquisar informações sobre alguns filmes do Mazzaropi que possuíam uma imagem bastante peculiar. Segundo informações de alguns sites especializados em tecnologia, televisão e cinema, estes filmes passavam por um processo de “telecinagem” indireta. No processo, os filmes eram projetados em uma tela como as de cinema, só que menor, e esta tela ficava atrás de uma cúpula de vidro (não consegui encontrar informações precisas sobre a função exata dessa cúpula). A imagem desta projeção era, então, captada pela câmera de televisão e enviada para gravação em videotape. Seria mais ou menos como os piratas fazem hoje ao gravarem um filme diretamente nas salas de cinema com uma câmera ou um celular escondido. O mais interessante é que, nos anos anteriores à invenção do videotape, esse processo era realizado ao vivo, ou seja, a câmera da televisão transmitia a projeção do filme em tempo real, com os técnicos fazendo pequenos ajustes no brilho, iluminação e contraste enquanto o filme estava rodando. Obviamente, se o rolo apresentasse algum problema isso também era transmitido ao vivo. É por isso que as telecinagens passam a impressão de que o filme foi gravado por uma câmera colocada em frente à tv que o exibia. E os ajustes feitos na hora é que causavam a grande variação de iluminação, brilho e contraste vistos em alguns filmes.
      Esse fato deixa este arquivo enviado pelo Joel ainda mais raro e especial.
      É um daqueles ítens que superam o próprio filme em si, tornando-se um arquivo histórico que tem lugar na videoteca de qualquer aficionado por cinema, arte, história ou tecnologia. Ou tudo junto, como eu.
      Novamente obrigado, Joel, pelo presente.

      • Johnahex  Disse:

        Taí sua resposta Claudio,com maiores detalhes,obrigado pelo esclarecimento Don!

      • C,TaxiDriver  Disse:

        Joel e Don Costa, depois de suas explicações, compreendi muito bem o significado de filme telecinado. Grato por explicarem.

        • Thiago  Disse:

          Essa postagem vale ouro. Parabéns Johnahex!

          Para complementar ainda mais as informações repassadas pelo amigo Don Costa, posto aqui uma matéria do programa “Cinemania”, da TV Manchete, que mostra o funcionamento da máquina de telecine.

          https://www.youtube.com/watch?v=e6vt1FBFx_I

          • Don Costa  Disse:

            Brilhante complemento, amigo Thiago.
            Essa matéria mostra bem o funcionamento do telecine de terceira geração, já eletrônico, num processo que é praticamente o mesmo há três décadas, e também é utilizado para digitalização do filme com o objetivo de restauração em DVD e Bluray.
            Pois é. Tela de Cinema também é cultura!!
            Obrigado pelas informações.
            Abraços.

  • Joao Schroeder  Disse:

    Adoro filme de piratas; muito obrigado

    • Johnahex  Disse:

      Joao,é o meu gênero favorito de filmes,principalmente clássicos.Piratas do Caribe (2003-2011) é bom,mas achei um exagero,o que salva é Johnny Dep.Gosto, que até tenho um navio pirata de +- 1m de comprimento! Valeu!

  • franck  Disse:

    brigado amigo por compartilha.ja estou baixando

    • Johnahex  Disse:

      Brigado a você também por prestigiar! Posso dizer com orgulho que assisti esse filme na “Sessão da Tarde” nos anos ’80s,é aventura pura,havia um herói,não um super-herói fantasiado.Abraço!

  • ROBERTO ALVES  Disse:

    obrigado Johnahex pelo filme – se não for pedir muito, eu gostaria de ver esse filme além de dublado, também colorido – segue o link https://www.youtube.com/watch?v=DwLnjw1ey7Q – um abraço – valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

  • lilbarby  Disse:

    beleza Joel, achei o DVD, prontinho para um upscale, pra fila !

  • helinho_2007  Disse:

    Johnahex e Lilbarby. O que seria de nós, simples mortais, sem esses mestres do teladecinema. Sempre nos brindando com clássicos remasterizados de ótima qualidade e dublados. Agradecer seria muito pouco, por tudo que compartilham aqui. Muito obrigado por preservarem tantos clássicos. Obrigado mesmo, amigos!!!!

    • Johnahex  Disse:

      É o amor a sétima arte que faz isso helinho_2007! Você acreditaria que existem pessoas que não tem nenhum acesso a esse tipo de arte de cinema clássico?Hoje, são pessoas maduras que podem ter agora esse material exclusivo que viam quando eram crianças ou adolescentes,porque não tinham recursos na época! O Tela virou um canal de acesso a esses cidadãos! Abraços!

  • rogeriodalsolio  Disse:

    Vocês fazem verdadeiros milagres aqui. Tenho o dvd-r copiado de locadora e infelizmente, legendado. Aguardando por ele em excelente qualidade e dublado. Muito obrigado.

  • Don Costa  Disse:

    É simplesmente incrível a quantidade, e a qualidade, das raridades que o Joel tem em seu baú. E este aqui ainda por cima é telecinado, o que o torna ainda mais especial. Assim, acabamos tendo acesso não apenas ao filme em si, mas também às tecnologias utilizadas no passado, onde os técnicos faziam verdadeiros malabarismos para transmitir informação e cultura à maior quantidade de lares possível.
    Até por ter a minha visão comprometida, coisa de gente que já passou da meia idade, eu sempre prefiro filmes com a melhor qualidade de imagem disponível. Mas não posso deixar passar este ítem único, cuja tecnologia nostálgica e coloração âmbar lhe emprestam um charme todo especial.
    Muito obrigado pelo presente, amigo Joel.
    Aliás, estou em débito com o amigo, cuja lista de áudios enviados para remasterização está bem grande aqui em meu HD, e já faz tempo que não remasterizo nenhum deles. Estou com limitações aqui para tocar os projetos, mas tentarei agilizar o processo, até para que todos possam acessar estas raridades incríveis que você me enviou.
    Um forte abraço para você.

    • Johnahex  Disse:

      Quanto tempo amigão! Ou, Sir Don Costa! Rapaz quem diria…e tudo começou nos anos ’90s.Acabei hoje de ripar uma vhs velha com o filme “Adorável Pecadora (1960)” com a maravilhosa Marilyn Monroe,e,pelo que vi ela se situa na época do Collor! Foi uma de várias que achei em feiras de bugigangas de camelôs (nunca despreze uma fita vhs velha,ela pode ter algo de bom:).É verdade Don,muita coisa que assistíamos,era telecinado,e,em preto e branco! Como evoluiu a tv.Até considero essa de pouco valor,as melhores são aquelas que tem os comerciais da época! Breve vou postar uma dessas de 1983 com comerciais! Valeu pela grandiosa presença,abração!!

  • SERAFIM.WILLBEND  Disse:

    REMASTERIZANDO UP, GRATO

  • Johnahex  Disse:

    Ops!! teremos duas remasters!! Que bom!! Valeu Will !!

  • FX  Disse:

    Telecinado demaisss!! tantos áudios agora compartilhando também tvrip,é muita coisa boa muito obrigado Jonhahex!!!!!

  • farra4ever  Disse:

    Obrigado.

Deixe uma resposta