«

»

jul 15

A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS (720p/Dual Áudio) – 1986

“April Fool’s Day” (EUA) – 1986
COMÉDIA – HORROR – MISTÉRIO
DIREÇÃO: Fred Walton
IMDB 6,2 http://www.imdb.com/title/tt0090655/

Image

WEB-DL – 720p – RMZ – DUAL ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA COMPLETA + VERSÃO REDUZIDA

Postado por Julian

DADOS DO ARQUIVO

Formato: MKV
Qualidade: WEB-DL (1280 x 540 pixels)
Tamanho: 2.78 GiB / 1.78 GiB
Duração: 89 min
Áudio 1: Dublagem Clássica Completa (VTI Rio) – AC-3, 2.0 Ch.
Áudio 2: Inglês – AC-3, 384 Kbps, 5.1 Ch. / AC-3, 224 Kbps, 5.1 Ch
Legendas: Português, Inglês e Espanhol (Selecionáveis)
Servidor: 4Shared – Arquivo RAR em 3 partes / 2 partes
Crédito do áudio dublado: Wagner S.
Remasterizador e Uploader: Julian

LINKS

VERSÃO MAIOR:

PARTE 1: A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS

PARTE 2: A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS

PARTE 3: A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS

VERSÃO REDUZIDA:

PARTE 1: A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS

PARTE 2: A NOITE DAS BRINCADEIRAS MORTAIS

SENHA: TelaDeCinemaRMZbyJulian

SINOPSE

Um grupo de estudantes vai passar o fim de semana do Dia da Mentira na casa de uma colega em uma ilha remota. Aos poucos, as pessoas vão morrendo uma a uma em circunstâncias cada vez mais estranhas.

ELENCO

Jay Baker … Harvey Edison, Jr.
Pat Barlow … Clara
Lloyd Berry … Cal the Ferryman
Deborah Foreman … Muffy / Buffy St. John
Deborah Goodrich … Nikki Brashares
Tom Heaton … Constable Sam Potter / Uncle Frank
Mike Nomad … Buck Williams
Ken Olandt … Rob Ferris
Griffin O’Neal … Skip St. John
Leah Pinsent … Nan Youngblood
Clayton Rohner … Chaz Vyshinski
Amy Steel … Kit Graham
Thomas F. Wilson … Arch Cummings

15 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. allexbizzu

    clássico do terror,high school anos 80.muito bom!

  2. antonio8808

    show amigo, parabens e muito obrigado.

  3. Julian

    Esse marcou minha infância, sempre assistia quando era exibido na Globo no fim dos anos 80. Um típico filme de terror daquela década, com um toque de comédia juvenil e um final surpreendente que, para mim, como criança, foi algo totalmente genial. Foi ótimo revê-lo tanto tempo depois com a Dublagem Clássica em excelente qualidade. Valeu Wagner S. pela parceria em mais esse trabalho!

    1. Wagner S.

      Quero aqui expressar minha gratidão a você Julian por mais uma excelente remaster que você traz prá gente. Esse filme nos faz viajar e recordar o tempo que filmes de terror envolvendo jovens passavam com frequencia no horário nobre da globo e tvs. Muito obrigado Julian!

  4. Thiago

    Meus agradecimentos a Julian e a Wagner S. por este incrível lançamento. O mais curioso de tudo é que também existe outro “A Noite das Brincadeiras Mortais” (título original “Killer Party”), também de 1986 e que não tem relação nenhuma com este aqui. O outro tem dublagem da Telecine. Valeu!

    1. Julian

      Pois é Thiago, eu nem sabia da existência desse outro filme (Killer Party), descobri no Google na pesquisa pra esse aqui. O Killer Party parece que passava no Cine Trash da Band, esse April Fool’s Day acho que só na Globo. E que coisa ambos filmes de terror de 1986 com o título brasileiro idêntico, criatividade cadê? rsrs…

    2. Wagner S.

      Sei qual que é. Desse eu quero distância kkk. 😀

  5. C,TaxiDriver

    Esse eu não vi, vi somente a outra versão que o Thiago mencionou, Obrigado Julian e Wagner 🙂

  6. farra4ever

    Obrigado.

  7. Julian

    A versão maior é a postada previamente, WEB-DL sem compressão de video e áudio… A versão reduzida é apenas um encode da mesma que fiz para quem prefere arquivos menores, a qualidade de imagem continua muito boa com diferenças quase imperceptíveis, ambas 720p. Na reduzida o áudio original foi comprimido, mas continua 5.1 e o áudio dublado é o mesmo nas duas versões. 😉

  8. GiovanniMenezes

    Tenho o dvd re-autorado desse filme com a dublagem completa que creio ser esta e notei que no inicio quando um dos rapazes chega a ponte e começa a falar muda de dublador durante algumas falas dele acho que tem outro trecho assim tbm no filme creio que fizeram pra preencher lacunas de dublagem na época sei la.

    1. Julian

      Exatamente Giovanni, lá pelos 7min e 50s ou um pouco depois muda o dublador do rapaz e da moça, dura alguns segundos e depois voltam os dubladores da dublagem clássica… Mas essa cena foi dublada na época, pois num velho avi de áudio ruim que tenho aqui essa cena tem a dublagem original… Foi nessa exibição recente da TV a cabo (de onde foi extraído o áudio usado na minha RMZ) que fizeram a redublagem desse trecho, sabe-se lá o porquê.
      Em outro momento há um enxerto com áudio podrinho, na cena do jantar, lá pelos 22min e 30s, mas aí é culpa minha que usei o áudio do antigo avi para substituir esse trecho que por aguma razão estava em inglês nessa exibição recente.
      De qualquer forma, apesar desses detalhes, dá pra considerar que a dublagem nessa RMZ está completa, e a qualidade de áudio está excelente… Essa versão antiga que falei além do áudio ruim é cheia de trechos em espanhol, um desastre, rsrs… 😉

      1. Thiago

        Lembro que acontece a mesma coisa em “A Vingança de Ulzana” (tanto na exibição do TCM como na exibição da TV Cultura) e também em “Carruagens de Fogo” (Globo/DVD).

        1. Julian

          Pois é, não dá pra saber o pq disso…Às vezes a cena nunca foi dublada na época pq o estúdio já recebeu uma cópia editada… Às vezes a cópia dublada que a emissora conseguiu é com cortes ou tem partes deterioradas e mandam dublar só as partes ausentes/ruins ou mesmo inserem trechos em inglês para tapar os buracos. Outro exemplo é o BluRay de “A Última Tentação de Cristo” que traz a dublagem clássica mas várias partes com áudio em inglês, sendo que eu consegui a mesma dublagem na íntegra na Netflix. Por sua vez a Netflix tem o filme Nove Meses dublado mas com trechos em inglês…
          Fica o mistério, rsrs… 🙂
          Ainda assim acho preferível passarem / lançarem o filme com essas cenas redubladas ou em inglês do que simplesmente eliminá-las por não haver dublagem, coisa que a Flashstar faz nos seus DVDs com filmes mutilados (quando não tem a dublagem na íntegra eles retiram as cenas do filme).

          1. Thiago

            Concordo, Julian. Eu particularmente prefiro quando deixam os trechos em inglês, como fizeram no DVD de “Pecados de Guerra”. Mantiveram a dublagem original da Herbert Richers mesmo o filme estando na versão estendida. Dessa forma, não há uma mudança muito brusca no áudio quando passa do português para o inglês e vice-versa. Já a redublagem de trechos, ao meu ver, fica muito perceptível, causando uma estranheza logo de cara. O áudio que era antigo e com ambientação passa a ser novo e sem qualquer som ambiente. A diferença é gritante.

            Sobre a Flashstar, o que eles fazem é reprovável, principalmente na coleção MGM Clássicos. Utilizam áudios não-oficiais (retirados de RMZ que rodam a internet) e mutilam os filmes para não deixar nenhuma cena em inglês.

Deixe uma resposta