A MULHER PARISIENSE DOS CABELOS DE FOGO (Legendado) – 1932

RED-HEADED WOMAN – 1932
COMÉDIA – ROMANCE
EUA
DIREÇÃO: Jack Conway
ROTEIRO: Katharine Brush (book), Anita Loos
IMDb: 7,1
http://www.imdb.com/title/tt0023385/

LEGENDADO

Postado por Praxinoscópio

 


Formato: AVI
Qualidade: DVDRip (720×570) 24 fps
Tamanho: 809 MB
Duração: 79 min
Legendas: Português (FIXAS)
Áudio: Inglês
Servidor: Mediafire e Mega (parte única)
Uploader: Praxinoscópio

Nota do Uploader: Postarei apenas filmes em domínio público, ou seja, conforme a atual legislação brasileira, filmes com mais de 70 anos de seu lançamento se enquadram na categoria “Domínio Público” conforme Artigo 96 da Lei 9610/98.


BAIXE PELO MEDIAFIRE: A MULHER PARISIENSE DOS CABELOS DE FOGO
BAIXE PELO MEGA: A MULHER PARISIENSE DOS CABELOS DE FOGO


Lillian é uma alpinista social, e para isso não tem escrúpulos em se relacionar e enganar vários homens, casados ou não, para alcançar o topo. Ela trabalha para a Legendre Company e faz com que Bill, seu chefe, divorcie-se de sua mulher Irene e case-se com ela, forçando a sociedade a prestar atenção nela. Para os padrões da época, o filme foi considerado muito ousado. Adaptação do livro de Katharine Brush.
Este filme é um dos expoentes dos chamados filmes “pré-code” termo que se refere a filmes realizados de 1927 até a chegada do Código de Produção (Código Hays), que viria a censurar os filmes a partir de julho de 1934. Os filmes do período pré code são mais livres e pouco censurados.

Curiosidades:
– Embora não creditado, o marido de Jean Harlow, Paul Bern, foi o supervisor de produção do filme.
– Mesmo como produção pré-code, o filme sofreu 17 cortes. Caso fosse lançado após julho de 1934, provavelmente teria outros cortes.
– Mesmo com todos os cortes o filme ainda recebeu uma série de queixas dos chefes de estúdio.
– Jean Harlow usava uma peruca no filme e como foi filmado em preto e branco, sua maquiagem foi feita mais dramática para enfatizar a natureza de sua personagem.
– Clara Bow foi a primeira escolha da MGM para este filme, ela estudou o roteiro, mas se recusou durante as negociações. Também Joan Crawford era uma das atrizes proeminentes consideradas para o papel.
– Jean Harlow estava no início de sua carreira quando fez este filme e ainda tinha que provar seu talento para comédia.
– Foi filmado nos estúdios da MGM em Culver City, Califórnia.
– Katherine Brush vendeu os direitos da estória para a MGM em março de 1931, antes mesmo de sua publicação.
– O roteiro foi rejeitado pelo produtor Irving Thalberg, que achou que era muito sério e, portanto, trouxe a roteirista Anita Loos para fazer uma reescrita completa com um tom mais cômico e mais leve. Anita Loos era famosa por sua novela de 1925 “Os Homens Preferem as Loiras”, que foi mais tarde transformado em um filme com Marilyn Monroe em 1953.
– A primeira fala de Jean Harlow é “Os homens preferem as loiras, certo?”, referência clara ao livro da roteirista.
– O filme teve algumas ousadias para um filme do início dos anos 30, tais como uma mulher ousar na sedução, sugerir que gosta de apanhar, destuir um casamento e ficar tudo numa boa, tentativa de assassinato sem punição, adultério, insinuações sexuais, etc.
– Embora tenha sido proibido no Reino Unido, o rei George V tinha uma cópia pessoal do filme.


Jean Harlow … Lillian ‘Lil’ / ‘Red’ Andrews Legendre
Chester Morris … William ‘Bill’ / ‘Willie’ Legendre Jr.
Lewis Stone … William ‘Will’ / Sr. Legendre
Leila Hyams … Irene ‘Rene’ Legendre
Una Merkel … Sally
Henry Stephenson … Charles B. ‘Charlie’ / ‘C.B.’ Gaerste
May Robson … Tia Jane
Charles Boyer … Albert

2 comentários para A MULHER PARISIENSE DOS CABELOS DE FOGO (Legendado) – 1932

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.