A MARCA DA FORCA (Quadri Áudio) – 1968

HANG EM HIGH – 1968
WESTERN
DIREÇÃO: Ted Post
ROTEIRO: Leonard Freeman, Mel Goldberg
IMDb: 7,0 http://www.imdb.com/title/tt0061747/

RMZ 1080P – BDRIP X265 – QUADRI ÁUDIO – DUBLAGEM CLÁSSICA TELEVOX + VERSÃO 720P REDUZIDA + TVRIP RECORD (SESSÃO OSCAR)

Postado por Edfilmes

DADOS DA VERSÃO 1080P

Formato: MKV
Qualidade: BDRip x265 (1920 x 1036 (1.85:1), HEVC, 3944 kbps, 23.976 fps)
Tamanho: 4,07 GB
Duração: 114 min.
Legenda 01: Português (Forçada no corte de duas palavras (Áudio Televox)
Legenda 02: Português (Completa)
Legenda 03: Inglês (Completa)
Áudio 01: Português – 1ª Dublagem Rede Record (Televox – MP3, 128 kbps, 44.1 KHz, 2 ch)
Áudio 02: Português – 2ª Dublagem TNT / TCM (Herbert Richers – MP3, 160 kbps, 48.0 KHz, 2 ch)
Áudio 03: Português – 3ª Dublagem DVD (Studio Gabia – MP3, 112 kbps, 48.0 KHz, 2 ch)
Áudio 04: Inglês (AC-3, 640 kbps, 48.0 KHz, 6 ch)
Servidor: Mega (Dividido em 09 partes)
Uploader, Encoder e Remasterizador: Edfilmes

 

DADOS DA VERSÃO 720P REDUZIDA

Formato: MKV
Qualidade: BDRip x265 (1280 x 690 (1.85:1), HEVC, 1264 kbps, 23.976 fps)
Tamanho: 1,56 GB
Duração: 114 min.
Legenda 01: Português (Forçada no corte de duas palavras (Áudio Televox)
Legenda 02: Português (Completa)
Legenda 03: Inglês (Completa)
Áudio 01: Português – 1ª Dublagem Rede Record (Televox – MP3, 128 kbps, 44.1 KHz, 2 ch)
Áudio 02: Português – 2ª Dublagem TNT / TCM (Herbert Richers – MP3, 160 kbps, 48.0 KHz, 2 ch)
Áudio 03: Português – 3ª Dublagem DVD (Studio Gabia – MP3, 112 kbps, 48.0 KHz, 2 ch)
Áudio 04: Inglês (AC-3, 256 kbps, 48.0 KHz, 6 ch)
Servidor: Mega (Dividido em 04 partes)
Uploader, Encoder e Remasterizador: Edfilmes

 

DADOS DO TVRIP

Formato: AVI
Qualidade: TVRip Rede Record (Sessão Oscar)
Tamanho: 758 MB
Duração: 128 min. (Com comerciais)
Legenda: S/L
Áudio: Português
Servidor: pCloud / Online
Uploader: Edfilmes

 

NOTA DO UPLOADER:

Pessoal, a dublagem clássica presente nesse projeto, foi extraida desse mesmo TVRip que está aqui disponível. O mesmo pelo que pesquisei no site do “Acervo Folha”, é do dia 19/01/1981 (como poderão ver na imagem do jornal da época logo abaixo), então para confirmar mais ainda essa data, ao final do filme no TVRip, o locutor faz um oferecimento a um determinado orgão e cita o referido ano “1981”, sem falar que no começo do mesmo marca 21:00 hs na tela, o mesmo horário de exibição que consta no site do Acervo Folha, levando em conta ainda os comerciais e a logomarca da Record na época, nos deixam mais certos disso.


(Jornal da época anunciando a exibição de dois faroestes na tv (dentre eles o aqui postado).

Bem, na verdade essa gravação é uma telecinagem (basta ver as caracteristicas do mesmo), já que no referido ano ainda não existia aparelhos de VHS, consequentemente o áudio não ficou com uma qualidade 100%. Foi preciso muitas seções de Adobe Audition e Sony Vegas para chegar em um patamar aceitável referente a versão RMZ.

Geralmente filmes telecinados, tem aquele chiado característico de embolo de fitas velhas (sem falar o chiado da transmissão de tv neste caso). Essas interferências se encontravam por todo o filme, então tive que ir de ponto a ponto removendo as mesmas, em algumas partes tive que susbstituir trechos do áudio pela redublagem da HR, pois por vários fatores essas partes foram estragadas e comprometidas (mas foram em partes sem falas). No filme existem três falas que se perdem na dublagem clássica. A primeira é no minuto “06:11”, quando o personagem vai falar a palavra “dele” há um pequeno corte e ele apenas chega a falar metade da palavra “de”. O segundo corte é no minuto “27:15, quando o juiz em conversa com o personagem do Clint, iria pronunciar a palavra “cidade”, porém apenas chegar a pronunciar “ci” e já emenda com outra palavra dando prosseguimento a conversa. O último corte é no minuto “34:47”, quando o personagem do Clint diria “ele” no final da frase, então apenas o “e” é dito e o restante da pequena palavra que seria “le” se perde. Não coloquei os trechos da HR para cobrir essas partes, pois a interpretação é diferente, sobretudo aos que forem assistir o filme, perceberão o que os mesmos dirão nesses trechos. Como puderam perceber, não foram cortes de frases inteiras e sim pedaços de palavras, acredito que possa ter sido algum erro proveniente da telecinagem ou quem sabe algum erro de transmissão na época. Apenas o primeiro e o último corte terão legenda forçada, o segundo não achei necessário pois a fala é bem rápida. Em certas partes vocês ouvirão algum pequeno chiado ou zunido de fundo, acho que apenas por fone de ouvido que dá para perceber (nada que atrapalhe, coisa bem sutíl por sinal), pois não foi possível remove-lo por completo com um áudio desse tipo. Em comparação com áudio do tvrip, diria que ficou um trabalho bem legal.

Em relação ao encode “x265” ou “HEVC”, há muito tempo eu venho testando aqui para mim, mas somente agora eu lançei um post com essa codificação. Aí vem aquela mesma conversa de compressão sem perdas e tals blá blá blá… bem, não existe isso de compressão sem perdas, qualquer encode que fizermos, perderemos qualidade sim, a questão é que dependendo da resolução, considerando a taxa de bitrate, codec usado e meio que reproduziremos tal arquivo, então essa perda é amplamente ou quase imperceptível. Cito até aquele exemplo dos copos cheio e vazio, onde se eu passar a água do copo cheio para o vazio, basicamente falando terei passado a água toda não é verdade? Mas se repararmos bem, no copo que agora está vazio, ainda tem pequenas gotículas de água e isso se caracteriza perda de informações (trazendo para o meio de compressão de video, seria perda de qualidade).  Por outro lado, esse codec x265 realmente é o que mantém a qualidade mais equiparada com o arquivo original e consequentemente um encode do mesmo leva de 07 – 10 hs em média (isso com um PC de mediano a bom), pois é muito mais informações para serem comprimidas e processadas. Digamos que um mesmo arquivo x264 com a mesma taxa de bitrate e resolução, fica com qualidade inferior, pois o codec x265 consegue reter muito mais informações em pouco espaço do que seu antecessor.

Aqui eu uso o VLC e o Media Player Classic, tenho codecs de áudio e video tudo atualizado e abro arquivos desse tipo normalmente, talvez alguém aqui venha ter dificuldade em reproduzir o mesmo, já que não é um codec tão popular ainda na rede (apesar de já ter em média quase 3 anos de lançado, porém poucos usam), então se estiverem com essas atualizações em dia, acredito que não terão dificuldade em reproduzi-lo.

No mais um grande abraço a todos e espero que curtam o filme!

 

LINKS DA VERSÃO 1080P

PARTE 01: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 02: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 03: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 04: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 05: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 06: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 07: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 08: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 09: A MARCA DA FORCA 1968

 

LINKS DA VERSÃO 720P REDUZIDA

PARTE 01: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 02: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 03: A MARCA DA FORCA 1968
PARTE 04: A MARCA DA FORCA 1968

 

LINK DO TVRIP

PARTE ÚNICA: A MARCA DA FORCA 1968

 

SENHA: TELADECINEMA&EDFILMES  (TUDO MAIÚSCULO)

 

Amostra com a 1ª dublagem

 

Amostra com a 2ª dublagem

 

Amostra com a 3ª dublagem

Jed Cooper é quase linchado por um grupo de homens que o acusam de matar um rancheiro e roubar o gado dele. Deixado pendurado na forca, ele é salvo quando o delegado Bliss chegou ao local. O delegado está à serviço do juiz Adam Fenton, a autoridade máxima em Oklahoma, que exige que os prisioneiros lhe sejam trazidos vivos. Não que Fenton esteja preocupado com a justiça, mas apenas em manter as aparências e fazer o espetáculo mais popular da cidade de Fort Grant: o enforcamento em massa. O juiz acha que com isso ajudará a imagem da região, que se transformará de um Território em um Estado da União.
Ao chegar à corte do juiz, Cooper é libertado pois já haviam capturado o verdadeiro ladrão assassino. Mas Cooper quer vingança contra aqueles que quase lhe mataram. O juiz sabe que Cooper foi um homem da lei em outro Estado, e lhe propõe assumir o cargo de delegado. Assim, ele poderá perseguir seus atacantes legalmente. Mas o juiz faz questão de que eles sejam trazidos vivos para o “julgamento”.


Clint Eastwood … Marshal Jed Cooper
Inger Stevens … Rachel Warren
Ed Begley … Captain Wilson
Pat Hingle … Judge Fenton
Ben Johnson … Marshal Dave Bliss
Bruce Dern … Miller


# país: EUA
# duração original: 114 min
# estúdio: Leonard Freeman Production, The Malpaso Company
# distribuidora: United Artists

45 comentários para A MARCA DA FORCA (Quadri Áudio) – 1968

  • chimatti  Disse:

    Na versão 1080, a parte 9 está como parte 8 também…..

    • Edfilmes  Disse:

      Valeu pelo aviso amigo, link já atualizado!

      • chimatti  Disse:

        Caro Ed,

        O seu trabalho é de uma qualidade excepcional e muito refinado, a nobreza e bondade de disponibilizar estas produções para nós é admirável e muito raro nos dias em que vivemos….meu parabéns e boa sorte para você !!!!

        • Edfilmes  Disse:

          Valeu chimatti, não apenas eu e sim todos nós que fazemos parte desse site, tentamos entregar o melhor dentro das nossas condições, bem e nessa brincadeira todos saem ganhando.

          Grande abraço!

  • Elivan  Disse:

    Ótima postagem, belo trabalho, gosto muito qndo coloca a versão maior com ate 4gb, pois assim posso gravar em dvd em forma de dados!!

    • Edfilmes  Disse:

      Pois bem Elivan, acredito que com o mesmo as postagens não ultrapassem muito esse patamar, mas a grande dificuldade ainda, é poucos meios o reproduzem.

  • marcelo lima  Disse:

    OBrigado por nos presentear com essa raridade! Parabéns pelo trabalho! Excelente! Não sei nem mais o que dizer

  • farra4ever  Disse:

    Ed, você é foda!!!!!!!!!!!!!!!

    Obrigado.

  • jhonatan28  Disse:

    Grande trabalho brother, show mesmo, esse de procurar em jornal ja fiz muito, rs, fui num jornal daqui da minha regiao ver o acervo de jornais antigos, para ver quando passou alguns filmes com dublagens perdidas, para ver se realmente tinham passado e quais dias, e olhei em muitos acervos online de grandes jornais que digitalizaram seu material, gostei tambem da televisão e o video passando no inicio do post, nos faz recordar bons tempos da nossa infancia e adolescencia quando passava só filmes otimos, uma pena, diferente do que acontece hoje, sou fã do Clint e ja rmz muita coisa dele, varios dubladores ja o dublaram, mas para mim o melhor ainda é o Seixas, Clint Eastwood mesmo na idade que esta continua incrivel como ator e diretor, parabens e obrigado pelo trabalho, valeuwsss

    • Edfilmes  Disse:

      Poxa jhonatan28 é muito legal isso de pesquisar jornais antigos, sempre que pesquiso filmes exibidos em tais períodos, de uma maneira ou de outra me prendo com outras noticias da época rsrsrsrsrs…

      Em relação a dublagem, realmente o Seixas fez falta no Clint, a Herbert cometeu uma grande “cagada” em por o Seixas narrando os créditos da mesma, e ao invés de colocar o mesmo para dublar o Clint, colocou dublando o delegado que tem dor nas costas rsrsrsrs…

  • RudolfWalker  Disse:

    Eai mermão, post completaço! nota 1000! esse download é obrigatorio, valeu brother!

  • Estranhosemnome  Disse:

    Que postagem maravilhosa, muito obrigado pelo filme e toda dedicação nas dublagens, realmente um trabalho profissional, parabéns Edfilmes você é o cara!! Valeu!!!

    • Edfilmes  Disse:

      Grande Estranhosemnome! Bem, profissional não garanto que está, mas a dedicação foi a mesma de sempre.

      Um abração marujo!

  • ronaldo1212  Disse:

    Ed, Parabéns pra você. É admirável o seu empenho em estar disponibilizando e resgatando tantas obra primas do cinema com tanto capricho e qualidade. Ah, em tempo, estou no aguardo de uma resposta sua com relação a parte 6 do do filme Amadeus que está OFF. Valeu mano!!!

    • Edfilmes  Disse:

      Olá ronaldo1212, não tenho mais como upar a parte 6, nem possuo mais essas partes compactadas e nem o filme nessa versão (pois terminei excluindo por engano). Enfim, através da ajuda de irmãos daqui, consegui uma versão reduzida e o áudio desse projeto original, se quiser essa versão reduzida, então eu lhe passo. Vou lançar esse post novamente em tri áudio (adicionando a redublagem da rede HBO) e com uma nova codificação, a demora é ter um tempo maior que faço tal empreitada.

  • NildoAlves  Disse:

    O que eu poderia dizer desse belíssimo trabalho é que em nenhum outro site, você encontrará tamanha qualidade em filmes de todas as épocas e tamanha dedicação dos remasters. Edfilmes, deixo aqui meus agradecimentos para você…e antes com muito respeito aos administradores do site, eu chamava Capitão Wagner S. e Capitão Marcos, e com certeza você também sempre será um Capitão Ed. Valeu!!

    • Edfilmes  Disse:

      Pois e Nildão, com tantas feras aqui só poderia resultar em grandes postagens (como aqui tem constantemente), e lembrando que você é um desses feras.

      Abração marujo!.

  • xokan  Disse:

    Só aqui no Tela mesmo. Outros sites copiarão, não colocarão fonte, mas deixa.

  • Loganbr  Disse:

    Além do filme, uma dica. Vou experimentar esse Codec H.265

    Obrigado

  • xokan  Disse:

    O ruim de usar x265 é que as televisões não costumam rodar. Só os media players mais potentes e novos rodam. O meu media player android não dá conta.

    • Edfilmes  Disse:

      Pois bem xokan, não é um codec tão novo, mas ainda não foi disseminado como deveria ser, em consequência disso ainda se encontra poucos meios para reproduzir o mesmo, contudo acredito que o tempo fará essa transição naturalmente (assim como foi com o x264).

  • WernerWerkentinn  Disse:

    Nossa !!! Gostei da qualidade de imagem, ficou perfeito !!!

    Grato Edfilmes !

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Fantástico Ed !!!

    , filmaço do Clint com máxima qualidade, Obrigado Ed por mais esse presentão !!! 😉

  • MARCOS F.  Disse:

    RAPAZ, ADOREI O POSTER ANIMADO!

    PARABÉNS PELO TRABALHO ED, INCLUSIVE JÁ ESTOU BAIXANDO… E A QUALIDADE, COM x264 OU 65, SEI QUE O RESULTADO QUE ALCANÇAS SEMPRE É EXCELENTE!

    OBRIGADO IRMÃO!!

  • Edfilmes  Disse:

    Hehehehehe, na verdade irmão, mirei uma coisa aqui e acertei esse poster animado rsrsrsrs..

    Abração irmão e tenha uma excelente sessão!.

  • Hiure  Disse:

    Parabens Ed 🙂 Trabalho como sempre magistral.

    E muito obrigado por disponibilizar pros outros amantes do cinema. Esse é um filme do Clint que eu não conheço. E conhecer nessa qualidade é um presentão. Valeu pela dedicação e generosidade amigo. Abraços!

  • Jack (Diequi)  Disse:

    Edfilmes, parabéns, se preocupa com os detalhes, parece q faz tudo com tanto carinho 🙂 baixarei a versao[720] guardarei! obrigado

  • raffamg  Disse:

    Olá
    Ao contrario da nota do uploader,aparelhos de vhs existiam em 1981,eram importados ,mas muita gente tinha.
    Creio q essa gravaçao nao foi de telecinagem,e sim gravado direto da tv,ainda mais q tem comerciais.
    Parece telecinado,pois era assim q passavam os filmes nessa epoca,imagem ruim mesmo..
    Obrigado pela postagem,procurava a primeira dublagem faz tempo…

    • @c3rvo  Disse:

      Concordo contigo. No final dos anos 70 já era possível “importar” um vídeo-cassete do Paraguai. Depois que adquiria, tinha que mandar a um técnico para ajustar o padrão NTSC para o PAL-M, para poder assistir e gravar os programas em cores. Mas, cara, foi uma baita postagem. E com certeza, a gravação foi feita em VHS (no início da gravação já dá para ver o contador de tempo no alto do canto direito da tela). O filme exibido, esse sim, é que estava telecinado. Aliás, filme telecinado na televisão era coisa mais do que normal naquela época.
      Obrigado, Ed, por esse presentaço. Imagino a mão-de-obra que deve ter dado pra sincronizar esse áudio da Televox. Parabéns pelo trabalho e um abraço.

    • Edfilmes  Disse:

      Realmente raffamg, houve um pequeno engano da minha parte nesta informação do VHS, mas o que me fez basear que este filme fosse uma telecinagem, é que eu tenho outros filmes em tvrip dessa mesma época (principalmente da antiga sessão coruja da Globo) e que tem a qualidade bem superior a essa gravação (claro que com um certo chiado, mas mesmo assim superior). Enfim, possa não ser uma telecinagem (no sentido de gravação), mas o filme na emissora na época era telecinado com certeza.

      Desde já lhe agradeço pela correção aqui mencionada, abraços!

    • memorias da tv  Disse:

      antigamente nos anos 70 e 80 tinha outra formas de gravar na época já que o VHS era caro e tinha que importar a primeira forma era você pegar uma câmera colocar na frente da tv e gravar mais isso saia um pouco caro e nada portátil e a segunda forma era você gravar a tv era pelos aparelhos VCR U-Matic que foram lançados em 71 eram um pouco caros mas era bem mais portátil barato e melhor gravar as fitas U-Matic já que eram produzidas aqui e que nos anos 80 baixou de preço até hoje tenho várias fitas aqui comigo

    • memorias da tv  Disse:

      antigamente se gravava com aparelho VCR U-Matic que foram lançados em 71 e fizeram bastante sucesso por aqui nos anos 80 eles já eram produzidos aqui e o preço estava mais em conta ate hoje tenho varias fita U-Matic aqui na minha mão talvez nelas tenha gravações de filmes e se tiver eu posto

  • Makaveli  Disse:

    Foi uma pena, um baita filmão desses, mas não rodou nem na minha Samsung e nem na LG .

  • Ricardo  Disse:

    TELA DE CINEMA…VCS ME SURPREENDEM COM ESSAS RELÍQUIAS, VOLTEI NO TEMPO ASSISTINDO A VERSÃO DA TVRIP, E NUNCA ME EMOCIONEI TANTO. SÓ O FATO DE TER OS COMERCIAIS DA ÉPOCA, MINHAS LÁGRIMAS DERRAMARAM…PARABÉNS!!!

  • R-Type  Disse:

    Baixei a RMZ instalei o player com o codec mas travava muito, desinstalei, então assisti o TV Rip, que alias tava ótimo, com propagandas da época , tudo preservado, muito nostálgico.
    Muito obrigado pelo resgate dessa obra prima e pelo compartilhamento.

  • memorias da tv  Disse:

    Meu deus que raridade cara meus parabéns um filmes bom e raro como esse com esse tvrip raríssimo da record dos bons tempos pude voltar a ser criança valeu por ter deixado os comerciais que são muitos raros também você não faz ideia de quanto esse comerciais e vinhetas da record dessa época são raros meus parabéns se puder continue postando TVRIPs antigos com comerciais meus parabéns e muito obrigado

  • Luciano1972  Disse:

    Caramba, baixei a versão 1080p porém só reproduz o áudio do filme… o que pode ter acontecido?

  • william vieira  Disse:

    baixei ontem,17/02/16 a marca da forca, tudo bem baixou legal vc clica e abre legal só que na hora de gravar o convertxtodvd pede uma faixa de video que por sinal não tem e aí como fazer?

    • MARCOS F.  Disse:

      PROVAVELMENTE O MOTIVO SEJA O ENCODE COM “x265”, POIS É CERTO QUE A FAIXA DE VÍDEO EXISTE, JÁ QUE CONSEGUISTE ASSISTIR COM VLC.
      WILLIAN, MINHA SUGESTÃO É QUE ATUALIZES O “convertxtodvd”, OU DESINSTALE E INSTALE UMA VERSÃO QUE SUPORTE “x265”.

  • Thiago  Disse:

    Que postagem incrível, Ed! Adorei sua explicação e ainda mais em saber que o tv-rip é de 1981! Acho que nunca vi uma gravação de filme tão antiga como essa (o máximo que eu já vi foi um intervalo comercial dos anos 70 na íntegra). Muito obrigado por sempre manter a qualidade de suas postagens. Esse é o seu grande diferencial, marujo. Grande abraço!

  • bruno phernandes  Disse:

    Valeu, amigo Edfilmes! Muito obrigado!!!

Deixe uma resposta