A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO (1080p/Tri Áudio) – 1988

“Fright Night Part 2 High Definition Released” (EUA) – 1988
COMÉDIA – HORROR – THRILLER
DIREÇÃO: Tommy Lee Wallace
IMDB: 5,8 http://www.imdb.com/title/tt0097390/

Image

1080p – BRrip – Tri Áudio – RMZ + Versão Reduzida + Trilha Sonora + HQ Night Fright 2 + Fangoria Magazine

Postado por Don Costa

Image

VERSÃO MAIOR:

Formato: MKV

Qualidade do Vídeo: BR-rip – 1080p (1920*1080) 16:9, AVC, 23976 FPS, 8000 Kbps.

Qualidade do Áudio:
Português – 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 192 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, AC3, 6 canais, 448 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 246 kbps.

Tamanho: 6,35 GB

Duração: 103 min.

Legendas: Português / Inglês – selecionáveis

Áudio:
Português – Herbert Richers – RMZ.
Inglês – Mix 5.1 – Remasterizado à partir do áudio stéreo original.
Inglês – 2.0 – stéreo original PCM.

Servidor: Mega (dividido em 33 partes)

VERSÃO REDUZIDA:

Formato: MKV

Qualidade do Vídeo: BR-rip – 1080p (1920*1080) 16:9, AVC, 23976 FPS, 1500 Kbps.

Qualidade do Áudio:
Português – 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 192 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, AC3, 6 canais, 448 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, AC3, 2 canais, 246 kbps.

Tamanho: 1,73 GB

Duração: 103 min.

Legendas: Português / Inglês – selecionáveis

Áudio:
Português – Herbert Richers – RMZ.
Inglês – Mix 5.1 – Remasterizado a partir do áudio stéreo original.
Inglês – 2.0 – stéreo original PCM.

Servidor: Minhateca (dividido em 09 partes) / Mega (parte única Up de FernandoH) / 4Shared (dividido em 10 partes Up de Marcos F.)

Remasterização e postagem: Don Costa.

Agradecimentos especiais ao marujo Zachary Foxx que forneceu o áudio dublado e o raríssimo vídeo em alta definição (1080p) – do fórum “Original Trilogy”, cujo release não está mais disponível para download em sites que não necessitem de convite para acessar estes arquivos.

Image

ARQUIVO MAIOR (MEGA):

PASTA COM ARQUIVOS: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

ARQUIVO MENOR – VERSÃO REDUZIDA (MEGA):

Parte Única: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

ARQUIVO MENOR – VERSÃO REDUZIDA (4SHARED):

Parte 01: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 02: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 03: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 04: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 05: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 06: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 07: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 08: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 09: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

Parte 10: A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO

TRILHA SONORA (MP3) (477MB):

Opção 1: PARTE 1PARTE 2PARTE 3

Opção 2: PASTA COM ARQUIVOS

HQ FRIGHT NIGHT 2 e FANGORIA MAGAZINE (JPG) (19,9MB): DOWNLOAD

SENHA PARA TUDO:

Image

AMOSTRA DE DUBLAGEM – HERBERT RICHERS:

Image

Atualmente euenvio meus arquivos com dados para recuperação embutidos nos mesmos, para poderem ser recuperados em caso de erros durante o download. Esse sistema de recuperação repara pequenos erros em arquivos corrompidos, deixando-os em condições de serem descompactados.
Para executar essa recuperação faça o seguinte:
Abra somente a parte corrompida no winrar. Digamos que seja, por exemplo, a parte 02 do arquivo menor desta postagem.
Clique na aba “Ferramentas” e depois em “Recuperar arquivos”.
Selecione o local para salvar o arquivo e clique em “Ok”.
Aguarde o final do processo. O programa criará um arquivo recuperado com um nome semelhante à esse: “fixed. AHE219881080BRTÁDCZFVR.part02.rar”.
Exclua a parte 02 original com problemas, renomeie esse arquivo recuperado para “AHE219881080BRTÁDCZFVR.part02.rar” e coloque-o na mesma pasta com as demais partes.
Descompacte normalmente. Geralmente essa ação resolve o problema..
Quando tiver algum problema com arquivos compactados no futuro, tente recuperá-los dessa forma. Lembrando que esse método de correção só funciona se o arquivo for criado com esses dados de recuperação embutidos e se os problemas com os arquivos forem pequenos.
Caso o problema persista, faça novamente o download dessa parte, evitando utilizar a internet para qualquer outra coisa durante o download. Se mesmo assim o erro persistir, avise-nos para que eu upe a parte com problemas novamente.

Image

Em uma cidade americana, quatro vampiros se mudam para uma grande casa. Liderados pela sedutora Regine Dandridge, eles parecem ter um particular interesse em Charlie Brewster e em Alex, a namorada dele.

Image

• William Ragsdale – Charley Brewster

• Roddy McDowall – Peter Vincent

• Traci Lind – Alex

• Julie Carmen – Regine Dandridge

• Jon Gries – Louie

Image

INFORMAÇÕES SOBRE OS ARQUIVOS

Este filme nunca foi lançado em bluray. O release desta postagem é uma restauração feita pelo mesmo grupo que restaurou a trilogia original de “Star Wars” (postada aqui) e disponibilizada no fórum originaltrilogy. Mesmo não tendo acesso aos fotogramas originais do filme, os restauradores utilizaram equipamentos e programas avançados para restaurar os releases existentes, conseguindo um excelente vídeo com 1080 linhas de resolução. Não foi possível, contudo, melhorar os áudios na mesma proporção, inclusive o áudio em inglês, pois não existiam fontes de qualidade para isso. Apesar de a Paramount Pictures ter informado, em 2012, que lançaria este filme em bluray, na realidade até agora ele não foi lançado. O único release existente em alta definição é um HDTV em 720p, com uma boa qualidade de imagem. Para os amigos do Tela, eu remasterizei o único áudio disponível em português o melhor que pude, e anexei à restauração criando um Tri Áudio. Foram gerados dois arquivos para esta postagem. Um maior com 6,35 Gb e outro menor com 1,73 Gb. Ambos têm três áudios e a única diferença entre eles é a bitragem de vídeo. As qualidades das imagens são muito parecidas, porém as diferenças ficam evidentes quando assistidas lado a lado em uma tv de alta definição. Para quem tem equipamentos de ponta, recomendo que baixe o arquivo maior. Também envio a trilha sonora do filme, a HQ lançada logo após sua estréia, em inglês, e duas reportagens da revista “Fangoria”, também em inglês.

image
image
image

Nunca lançado em bluray, o filme teve até o selo (no alto), os cards (no centro) e as capas criadas pelos fãs restauradores.

 

TRILHA SONORA (MP3) (477 MB):

Oficialmente, esta trilha sonora nunca foi lançada, inclusive porque o filme utiliza, quase que exclusivamente, a mesma trilha do filme anterior. Foram utilizadas somente quatro músicas inéditas em “A Hora do Espanto 2”, além de quatro releituras da música “Come To Me”, que foi criada originalmente no filme anterior. Ainda assim, essas músicas foram lançadas separadamente em várias coletâneas, a partir das quais foram reunidas em um único arquivo disponibilizado aqui. Essa trilha sonora que envio é composta, então, por todos os três discos lançados em 2010, com a trilha original do primeiro filme, comemorando o 25° aniversário de seu lançamento, incluindo um disco com efeitos que contém até uma entrevista dado por Chris Sarandon em 2008, e um disco com as oito composições do segundo filme, totalizando quatro discos. Está no formato MP3.

image

A trilha sonora completa do primeiro filme (esquerda e centro) e a trilha sonora inédita do segundo (direita) compõem o arquivo.

HQ e FANGORIA MAGAZINE (JPG) (19,9 MB):

Esta adaptação para os quadrinhos foi lançada logo após a estréia do filme e está em inglês. A revista americana Fangoria, especializada em filmes principalmente do gênero terror, fez duas reportagens sobre o filme. As páginas com estas reportagens estão no arquivo, também em inglês. Tanto os quadrinhos quanto as páginas das revistas estão no formato JPG e podem ser abertas em qualquer visualizador de imagens.

image

A HQ em inglês é fiel ao roteiro do filme.

image

A revista Fangoria dedicou duas reportagens para o filme em duas edições diferentes.

Image

Após o sucesso do filme em 1988, Roddy McDowall e o diretor do filme original Tom Holland foram convidados para conversarem com o produtor Jose Menendez sobre a possibilidade de realizarem um terceiro capítulo da saga vampiresca, mas o encontro nunca aconteceu, uma vez que Menendez foi assassinado, juntamente com sua esposa, pelos próprios filhos em 20 de Agosto de 1989, num dos crimes mais chocantes de Beverly Hills. Os assassinos foram condenados à prisão perpétua.

image

Uma tragédia em família interrompeu os projetos para um terceiro filme.

O ator e dublador Bob Bergen, famoso por fazer a voz do personagem “Porky Pig” (Gaguinho), fez os rugidos e outros sons para os vampiros além de forçar suas cordas vocais na gravação dos gritos de mortes. Ao final da sua participação, ele teve que descansar sua voz durante várias semanas.

image

O dublador Bob Bergen e seu personagem mais famoso.

Os livros que Alex olha na prateleira da biblioteca incluem os seguintes: “O Castelo de Otranto”, conhecido como o primeiro romance gótico, escrito por Horace Walpole; “O Livro dos Vampiros”, de Dudley Wright (publicado originalmente em 1914 sob o título “Vampiros e Vampirismo”); “The Transitive Vampire ” (sem tradução em português), de Karen Gordon (não é um livro sobre vampiros exatamente, mas sim um livro bem-humorado sobre gramática); “Vampiros”, uma antologia de histórias de vampiros, editado por Alan Ryan; ” The Dracula Book of Great Vampire Stories “(sem tradução em português), editado por Leslie Shepard; e várias edições de “Drácula”, de Bram Stoker.

Apesar de não ser um padrão em obras de ficção, todos os títulos existentes na prateleira são reais.

Foi feita uma proposta ao ator Stephen Geoffreys para reprisar seu personagem “Evil Ed” de “A Hora do Espanto” (1985), mas ele recusou pois assumiu o papel de protagonista em “Força Demoníaca” (1988), que estava programado para ser filmado na mesma época. Depois que Geoffreys foi descartado, o roteiro foi revisto e o personagem “Evil Ed” foi rebatizado como Louie, que acabou por ser interpretado por Jon Gries.

image

Uma sobreposição de datas impediu queo ator Stephen Geoffreys  retomasse o seu personagem do filme anterior.

O roteirista / diretor Tom Holland foi convidado a retornar para a sequência, mas ele e o protagonista original Chris Sarandon estavam ocupados filmando “Brinquedo Assassino” (1988).

image

Tom Holland (esquerda) e Chris Sarandon em “Brinquedo Assassino” (1988).

Assim, a direção da obra ficou nas mãos de Tommy Lee Wallace, que já tinha feito trabalhos no estilo terror / suspense, como em “Halloween III: A Noite das Bruxas” (1982) e em episódios de “Além da Imaginação” (1985 – 1986).

O diretor Tommy Lee Wallace, orientando RoddyMcDowall e dirigindo Julie Carmen nos sets.

Julie Carmen, inicialmente, não estava interessada em assumir o papel. “_O personagem de Regine nada mais era do que uma imitação de Elvira”, disse ela ao Fangoria em uma entrevista de 1988. Depois que o script passou por revisões, ela ficou tão encantada com o papel que rejeitou outros projetos, a fim de garantir que tivesse tempo suficiente para se preparar para interpretar Regine. Ela assistiu ao primeiro filme por inúmeras vezes e tentou imitar alguns dos maneirismos de Chris Sarandon.

image

Julie Carmen (esquerda) e a personagem Elvira (centro), interpretada pela bela Cassandra Peterson (direita).

Julie Carmen nunca tinha feito uma maquiagem protética antes deste filme, e ela ficou tão assustada durante o processo de criação do molde real de sua cabeça que ela teve um ataque de pânico com o gesso endurecido em seu rosto. Em seguida, foi para casa e começou a chorar lembrando-se dessa experiência. Assim que ela recuperou a compostura, Carmen recebeu um telefonema de um membro da produção, informando-a de que havia ocorrido um problema com o molde e ela teria que fazê-lo novamente no dia seguinte.

image

A difícil adaptação ao processo de criação da máscara facial (esquerda) não se repetiu no uso das lentes de contato, simples e confortáveis, utilizadas pela atriz até em fotos promocionais (direita).

O roteiro pedia que o personagem Belle tivesse um visual totalmente andrógino, mas a caracterização do ator Russell Clark ficou tão boa e sua atuação foi tão marcante que muitos espectadores ficaram em dúvida sobre se quem interpretava o personagem era um homem ou uma mulher. O ator, que também é coreógrafo, já tinha feito outros trabalhos, também exóticos, muitas vezes sem ser creditado, como em “Xanadu” (1980).

image

O ator e coreógrafo Russell Clark (esquerda) em duas de suas performances mais conhecidas: “Xanadu” (no alto) e “A Hora do Espanto 2” (acima).

Em 1988, o filme foi adaptado como uma graphic novel lançado pela Now Comics e disponível para download aqui nesta postagem. Esta adaptação seguia o roteiro do filme e não pertencia à série de quadrinhos “Fright Night” do mesmo editor e que também foi baseada nos filmes.

O filme teve um orçamento de US $ 7,5 milhões e as filmagens duraram 45 dias.

O personagem Bozworth, interpretado pelo ator Brian Thompson, demonstra um grande conhecimento em entomologia já que conhece o nome científico de cada inseto que come e, apesar da imprecisão das grafias nas legendas do filme, os nomes dos insetos que ele pronuncia em cada cena estão corretos.

image

Precisão entomológica e gosto duvidoso são marcas do personagem Bozworth.

No roteiro original, a seqüência da luta na biblioteca tinha a intenção de ser uma batalha mais elaborada e acabaria com todas as estantes de livros tombando como dominós. Nesta cena, Alex consegue afastar o vampiro introduzindo rosas em sua boca, após ter lido “Drácula”. Essa é uma das características menos conhecidas dos vampiros. No romance de Bram Stoker foram definidas algumas características do Conde, que foram estendidas aos demais vampiros. Ao lado das já famosas “não ter a imagem refletida no espelho” e “necessitar de sangue para sobreviver”, há as menos conhecidas como “poder controlar o clima”, “transformar-se em névoa” e ser impedido de sair do caixão quando este tem “um ramo de rosas silvestres colocados sobre ele”. As rosas, aparentemente, causam algum dano aos vampiros.

image

Ser vulnerável à presença de rosas silvestres…

image

…hipnotizar suas vítimas…

image

…ou transformá-las em vampiros são algumas das características vampirescas definidas no romance de BramStoker.

O filme recebeu várias versões diferentes ao redor do mundo. A versão sueca é cortada em cerca de 4 minutos. Entre as cenas excluídas estão os vermes que saem do estômago de um dos vampiros, a morte do vampiro Belle é encurtada e a morte de Regine também é cortada em algumas tomadas. Além disso, a morte de Richie também é encurtada para excluir uma seqüência em que ele é queimado por água benta.

image

As mortes de Bozworth (no alto), Belle (ao centro) e Richie (acima) foram algumas das cenas censuradas na Suécia.

Dois clássicos do cinema são mostrados nas vinhetas de abertura do programa “Night Fright”. O primeiro é “O Lobisomem de Londres” (1935), mostrando a atriz Valerie Hobson gritando ao ver o lobisomem interpretado pelo ator Henry Hull. O segundo é “O Fantasma da Ópera” (1925) e mostra a cena em que a personagem Christine Daae, interpretada pela atriz Mary Philbin, tira a máscara do Fantasma, interpretado pelo ator Lon Chaney.

image

“O Lobisomem de Londres” (1935)…

image

…e “O Fantasma da Ópera” (1925). Clássicos usados como aberturas do programa de Peter Vincent.

Regine só revela sua identidade como a irmã de Jerry Dandridge (o vampiro do filme anterior) uma única vez. Ela faz essa revelação à Peter depois da festa. Regine está indo atrás Charley e Peter, porque ela quer vingança pela morte de seu irmão. Essa é a sua única motivação. Porém Peter nunca passa essa informação à Charley e esse assunto não volta a ser tocado no decorrer do filme. Então, ao invés da história de uma irmã planejando vingança, temos “Peter e Charley tentando parar e matar outro vampiro”, como a história principal. Mas esse não foi um erro do roteiro. Foi uma aposta dos produtores que queriam utilizar essa falta de informação de Charley como uma característica importante para o roteiro de uma provável continuação. Infelizmente, essa continuação jamais ocorreria, devido ao assassinato do produtor executivo logo após o lançamento do filme.

Na cena final, Julie Carmen foi substituída pela dublê Dinah Cancer (Mary Ann Sims), vocalista do grupo “45 Grave”, que passava três horas por dia no estúdio só para receber toda a maquiagem corporal. A substituição foi necessária porque Julie tinha enormes problemas emocionais ao receber pesadas camadas de maquiagem. Nesta cena, apesar da pouca tecnologia da época, conseguiram “incendiar” a personagem de maneira bem convincente aplicando as chamas através de superposição de imagens.

image

A cantora Dinah Cancer (no alto à direita) foi dublê de corpo de Julie Carmen nas cenas finais do filme, cujas tomadas foram gravadas apenas com maquiagem (no alto e acima), tendo as chamas introduzidas posteriormente (ao centro).

Neste filme, novamente, o ator Roddy McDowall (1928 – 1998) rouba a cena. Seu personagem Peter Vincent (homenagem aos grandes astros do cinema Peter Cushing e Vincent Price), simpático e pouco corajoso, é praticamente uma versão cômica de Van Helsing. Ainda assim, o ator consegue imprimir uma dignidade ímpar com seu talento, personalidade e magnetismo pessoal, características que o acompanharam por toda a sua carreira. Com expressões faciais bastante singulares, o ator conseguia se destacar mesmo interpretando personagens coadjuvantes ou escondido atrás de pesadas maquiagens ou espessas máscaras como em “O Planeta dos Macacos” (1968). O ator seria presença garantida em uma provável sequência, principalmente porque grande parte do sucesso da franquia até então era devido à sua presença em cena. Infelizmente Roddy sucumbiu ao câncer e veio a falecer em 02 de outubro de 1998, aos 70 anos, deixando-nos uma obra composta por mais de duas centenas de trabalhos , principalmente no cinema e na tv, ao longo de 60 anos de carreira.

“O Homem que Quis Matar Hitler” (1941 – no alto ao centro), “Lassie, a Força do Coração” (1943 – no alto à direita), “O Carrasco de Pedra” (1967 – acima ao centro) e “O Planeta dos Macacos” (1968 – acima à direita). Alguns dos inúmeros trabalhos de RoddyMcDowall, comprovadamente um dos maiores atores do cinema.

Fontes: Imdb.com, aveleyman.com, conheroes.com, originaltrilogy.com, articles.latimes.com, thatsclassic.net, frightnight.wikia.com, fanpop.com, impawards.com, universalstudioshollywood.com, universalstudios.com e sonypictures.com.

Image

55 comentários para A HORA DO ESPANTO 2 – EDIÇÃO RESTAURADA EM ALTA DEFINIÇÃO (1080p/Tri Áudio) – 1988

  • marcelo lima  Disse:

    Excelente post! Tanto pelo filme quanto pelas informações! Parabéns!!! Estou de queixo caído!…

    • Don Costa  Disse:

      Como vai Marcelo.
      Pesquisar por informações destas obras é tão divertido quanto remasterizar. É incrível a quantidade de informações interessantes que você consegue garimpar em cada uma delas, fruto do insaciável apetite dos fãs mais ardorosos que não deixam estes filmes morrerem na memória da sétima arte. Para eles, os bastidores de um filme são tão importantes quanto o próprio.
      Muito obrigado pela mensagem.
      Abraços.

  • Julian  Disse:

    Mais um trabalho de primeiríssima, super completo e caprichado, especialidade do Don Costa. Tanto esse como o primeiro filme são clássicos muito divertidos dos 80, num misto de terror e comédia perfeito. Vai ser um prazer rever, ainda mais após todas essas informações que tornam tudo muito mais interessante. Obrigado e parabéns pelo excelente post! 🙂

    • Don Costa  Disse:

      Olá Julian.
      Que bom que aprecia minhas postagens. O objetivo é torná-las tão agradáveis quanto os filmes postados nelas. Gosto de criá-las como uma extensão da obra, complementando-a e aumentando o prazer ao se assistí-la. Dá trabalho, mas vale à pena.
      As informações de bastidores costumam nos dar uma visão diferente do resultado final da produção. Muitas vezes mudamos nosso ponto de vista com relação à determinadas cenas quando sabemos como ela foi feita. E isso costuma deixar o filme ainda mais especial.
      Grato pela mensagem e um grande abraço para você.

  • GiovanniMenezes  Disse:

    Fantastica postagem coisa maravilhosa de se ver Meus Parabens ao Don Costa e o Zachary Foxx que estiveram envolvidos nisso. Eu tenho a trilha sonora do primeiro filme em FLAC extraido do Vinil 96Khz 24bits + as covers em alta resolução e o disco de efeitos em FLAC 44Khz 16bits se interessar é so falar que eu disponibilizo pra vc Don utilizar ela nessa ou em outra postagem.

  • GiovanniMenezes  Disse:

    Eu sabia onde tinha um release 1080p HDTV CtrlHD mkv MPEG 2 Video / 8 590 Kbps / 1080i / 29.970 fps / 16:9

    • GiovanniMenezes  Disse:

      Não só há um release 720p deste filme mas também há um release 1080p HDTV CtrlHD em mkv de 6.77GB com esta qualidade de video: MPEG 2 Video / 8 590 Kbps / 1080i / 29.970 fps / 16:9
      Mas esta restauração parece estar melhor que qualquer outro release ja disponivel deste filme na net.

      • Don Costa  Disse:

        Boa tarde Giovanni.
        Muito obrigado pelas palavras, mas o principal responsável pela postagem é o Zachary que me enviou todo o material de áudio, vídeo e extras. Eu só remasterizei e encodei esses arquivos raros e montei a postagem. A parte mais difícil é, realmente, encontrar este material na rede. Até cheguei a encontrar alguns releases em 1080p, mas não tive acesso pois necessitava de convite para entrar nos fóruns e sites. Fiz algumas solicitações de convites mas nunca obtive resposta. Esses arquivos em 1080p também eram de em HDTV e talvez sejam os mesmos que você possui.
        Mas você pode baixar esse arquivo aqui sem preocupações, pois a qualidade está excelente. Recomendo que baixe o arquivo maior.
        Gostaria muito de adicionar a sua trilha sonora na postagem. Muitos gostam demais do som característico do vinil, assim como vários apreciam muito o som e a imagem do VHS. São pura nostalgia. Mande estes arquivos para mim (doncosta10@gmail.com) que terei enorme prazer em adicioná-los à postagem.
        Obrigado pela mensagem.
        Abraços.

  • cinebra  Disse:

    Dizer o quê? Raras vezes encontrei postagens tão bem feitas. Parabéns e muito grato pelo empenho.

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite, Cinebra.
      É interessante como alguns filmes são, injustamente, subvalorizados. Esse é um deles. Talvez por ser uma sequência, por ser um terror cômico típico dos anos 80 ou por ter um baixo orçamento, ele é pouco lembrado no meio cinéfilo, quando comparado com outros clássicos. Mas considero todo e qualquer filme uma obra de arte em si, pois cada um deles tem uma história por trás de sua produção. O que faço nas postagens é trazer parte destas informações para os amigos do Tela, mostrando que cada uma destas obras é bem mais do que 90 ou 100 minutos de projeção. É a história da história. E é esse conjunto que forma a totalidade da obra mostrada na postagem.
      Grato pela mensagem.
      Grande abraço..

  • GS93  Disse:

    Não estou conseguindo baixar pelo Minhateca fica pedindo para comprar créditos para poder baixar !!

    • Don Costa  Disse:

      GS93, o minhateca deu um grande golpe em todos que confiaram na honestidade de sua plataforma e não será mais utilizado em minhas postagens.
      Mas os amigos Marcos F. e FernandoH já reuparam este arquivo em outros servidores.
      Abraços.

  • bonito  Disse:

    minha teca ta cobrando para baixar

    • Don Costa  Disse:

      Bonito, os links já foram substituídos e postados em outros servidores.
      Não utilizarei mais o minhateca.
      abraços.

  • Adriano  Disse:

    Excelente postagem Don Costa, más por favor se puder atender a nós fãs do seu trabalho. Poderia postar tbem a versão reduzida no Mega. Também não estou conseguindo como o amigo acima baixar no MinhaTeca (fica pedindo pra comprar créditos). Obrigado amigo e desculpe qualquer incômodo.

    • FernandoH  Disse:

      Consequir baixar antes deles atualizar o site com essa palhaçada de pontos, upei no mega : https://mega.co.nz/#!OYN32CwQ!AAICvQCvBZXWDItX5fxU_QCsWssAQ3XU1gO_HeWrR8o ta ai pra quem quiser.
      Minhateca já era :/

      • MARCOS F.  Disse:

        ATUALIZEI NA POSTAGEM COM O LINK.
        REALMENTE O MINHATECA TERÁ QUE REPENSAR ESTA ESTRATÉGIA DE COLOCAR TODOS REFÉNS DA NOITE PRO DIA, VERGONHOSO ISSO!!!!
        VALEUUU MARUJO FERNANDO!!

      • GS93  Disse:

        Vlw FernandoH

      • Fernando  Disse:

        Vou capturar o filme pelo Mega. Sou grato a ti e a Don Costa.

    • Don Costa  Disse:

      Oi Adriano.
      Que bom que gosta das minhas postagens, mas não sabia que meu trabalho já tinha fãs. São apenas remasterizações que compartilho de forma prazerosa com os amigos do site.
      E são amigos muito atenciosos e prontos para colaborar com o compartilhamento.
      Poucas horas depois do golpe do servidor minhateca, os amigos FernandoH e Marcos F. já reuparam os arquivos em outros servidores. Esse raro tipo de companheirismo é presença constante aqui, no Tela de Cinema.
      Obrigado pela ajuda, amigos.
      Obrigado pela mensagem, Adriano.
      Grande abraço á todos vocês.

  • Uilian  Disse:

    Excelente trabalho Don Costa , parabens amigo, muito obrigado por postar esse classico aqui para gente com essa grande qualidade.

    • Don Costa  Disse:

      Olá amigo Uilian.
      Os anos 70 e 80 foram maravilhosos com estes filmes simples e, ainda assim, impactantes para nós que éramos jovens nesta época. Assistí-los em alta definição é quase que uma obrigação para os fãs da época.
      Mas que bom que te encontrei finalmente, Uilian. Tinha mandado uma mensagem para você lá no meu post do filme “Labirinto – A Magia do Tempo” desde abril. Eu não tinha o seu e-mail, então postei a mensagem lá. Abaixo eu a reproduzo na íntegra:

      “Amigo Uilian.
      Estava procurando por um release de qualidade deste filme durante os últimos meses, pois o release que consta neste link que você me informou é de um HDTVrip. Isso não seria problema nenhum, se não fosse por uma enorme e horrível marca d’água que permanece por todo o filme. Ela não é discreta como as existentes em vários filmes aqui no Tela. Ela incomoda quem prima pela qualidade da imagem. Infelizmente, este link é a única opção encontrada na rede.
      Como você é muito fã deste filme, eu o remasterizei pra você utilizando este release, mas não vou postá-lo. Continuarei procurando por um release de qualidade para postá-lo futuramente.
      Até lá você pode baixar esta remasterização provisória no link abaixo:

      https://mega.co.nz/#F!i9AwwLQL!AeaFQsNYdruyvTU3lxI96A

      Por favor, avise-me assim que baixar este filme, pois vou apagá-lo do Mega. Minha conta tem capacidade limitada e eu preciso do espaço para outras remasterizações, inclusive esta futura de “O Jardim Secreto”.
      Um grande abraço.”

      • Uilian  Disse:

        To sem palavras para te agradecer amigo Don Costa, sou muito fã deste filme, e a muito tempo queria assistir ele com qualidade melhor, muito obrigado brother, te agradeço de coração por te feito o RMZ dele, e não so dele como de outros classicos otimos da nossa infancia que voce ja fez, vlw msm, e torço para voce achar outro realese melhor dele para postar aqui no site para galera, e te peço desculpas tambem pela minha falha de não ter visto que voce ja tinha
        mandado uma mensagem para mim la no post do filme Labirinto A Magia do Tempo. E eu ja terminar de baixar o filme, se voce quiser ja pode apagá-lo do mega para ter mais espaço na sua conta, e mais uma vez obrigado amigo.

  • BIONICXGAMER32  Disse:

    parabéns pelo trabalho

  • BIONICXGAMER32  Disse:

    acho sensacional os posts, pois vcs colocam todas as informações do filme!!! mt bom msm

    • Don Costa  Disse:

      BIONICXGAMER32, nós aqui do Tela de Cinema temos uma visão diferente da maioria dos sites de compartilhamento. Damos um tratamento especial aos filmes pois consideramos todos eles especiais. Cada release, cada dublagem e cada versão tem lugar no coração dos fãs de cada uma destas obras. Nossas postagens, feitas com muita dedicação, apenas reflete a importância destes filmes na vida desses fãs.
      Obrigado pela mensagem.
      Abraços.

  • Paiakan  Disse:

    DON COSTA, parabéns pelo trabalho fantástico, coisa de altíssimo nível, pesquisa, detalhamento, organização, TUDO primoroso.
    MUITO OBRIGADO, em meu nome e de todos que por um motivo ou outro não publicam comentários, agradecimentos, observações.
    Aproveito e estendo à toda equipe deste canal por tudo que vocês fazem a todos nós, apreciadores de bons filmes.

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite Paiakan.
      Tudo que fazemos com prazer tem grande chance de ficar muito bom. E é por puro prazer que os colaboradores do Tela compartilham seus arquivos com os demais amigos do site. No caso específico das minhas postagens, é um vício que tenho em saber tudo sobre cada uma dessas obras, principalmente as mais antigas, já que alguns fatos só são revelados anos depois do lançamento. Também procuro o máximo de confirmações possíveis sobre cada informação, preferencialmente com imagens, para ratificar o dado. Já tive problemas com informações equivocadas em minhas primeiras postagens e não gostaria que isso se repetisse. Por um lado, a postagem fica muito boa e agrada aos fãs dos filmes. Por outro lado, pesquisar, confirmar, traduzir e montar cada uma dessas informações na postagem consome um tempo maior até do que o tempo gasto na remasterização em si, o que acaba limitando ainda mais o número de postagens que eu consigo enviar por mês.
      Mas acredito que vale a pena, para mim, montar postagens deste tipo, uma vez que acabo colaborando com o aumento do interesse, pelo filme, daqueles que não são tão fãs. E estes terminam descobrindo um bom filme que antes passaria batido.
      Muito obrigado pela mensagem.
      Um abraço.

  • Paiakan  Disse:

    Confirmado, MINHATECA está cobrando o download, até que se fosse um preço não tão salgado tudo bem, porém achei os valores altos,
    Que pena.
    Aproveito e agradeço ao FernandoH, pela sua prestatividade, a sua ação me ajudou. rsrs

    • Don Costa  Disse:

      Paiakan, na minha opinião acho que seria incorreto até se os valores fossem bem mais baixos. A questão é que o minhateca jamais deu nenhuma pista de que haveria cobranças futuras sobre os downloads dos arquivos. Ao contrário. Sempre deixou bem claro que o serviço era gratuito. O Mega, por exemplo, informa, logo no início do cadastro, que a conta gratuita possui limitações e oferece os planos pagos.
      O minhateca agiu de má fé.
      Já estou transferindo os arquivos e encerrarei minha conta lá assim que terminar.
      Grande abraço.

  • MARCOS F.  Disse:

    PENSANDO NO INTUITO DA VERSÃO REDUZIDA SER PARA MARUJOS COM INTERNETE NÃO TÃO RÁPIDA, E COMO O SERVIDOR MINHATECA RESOLVEU COBRAR, FIZ UPLOAD NUMA CONTA MINHA DO 4SHARED EM 10 PARTES RAR. MESMO ARQUIVO DO DON, APENAS NÃO COLOQUEI SENHA PARA DESCOMPACTAR.

    AGRADEÇO O PRESENTAÇO AMIGO DON!!!
    PARABÉNS PELO TRABALHO SENSACIONAL DE MAIS ESTA JOIA DA SÉTIMA ARTE!
    TAMBÉM MEU MUITO OBRIGADO AO Zachary Foxx PELAS DOAÇÕES DE ÁUDIO E VÍDEO.

    GRANDE ABRAÇO AOS AMIGOS!!!

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde amigo Marcos! Boa tarde grandes amigos do Tela.
      Inicialmente, quero me desculpar com todos os marujos e visitantes do site que tentaram baixar meus arquivos postados no Minhateca. Também fui pego totalmente de surpresa com a atitude criminosa de tal serviço de hospedagem que considerava um dos melhores para guardar arquivos. O meu objetivo aqui no Tela sempre foi, unicamente, compartilhar os meus arquivos da maneira mais fácil e acessível possível, facilitando ao máximo a tarefa de baixá-los. Procuro deixá-los em tamanhos adequados, divido-os em várias partes pequenas e upo-os em servidores de hospedagem que tenham o menor número de restrições possível com a melhor velocidade disponível. Estou sempre procurando o melhor servidor e, por isso, substitui o 4shared que estava sendo cada vez mais restritivo, pelo minhateca, que parecia tão bom quanto o Mega. Agora vou ter que voltar novamente ao 4shared e, para isso, terei que reupar quase 50 GB em outro servidor, entre filmes já postados e futuras postagens que já estavam upadas.
      Gostaria de esclarecer, também, aos amigos que tem pouco conhecimento sobre o funcionamento destes servidores que em nenhum momento nós que postamos nossos arquivos no minhateca tivemos conhecimento prévio sobre essa mudança de política do servidor, que passou a cobrar pelos downloads, e somos totalmente contra qualquer tipo de ganho financeiro com nossas postagens. Nenhum de nós tem nenhum vínculo com o minhateca e nem temos qualquer ganho monetário com estes downloads. Todos aqui compartilhamos pela simples paixão pelo cinema e prazer pelo resgate de arquivos raros.
      Assim sendo, informo que, diante da atitude do servidor, que do meu ponto de vista caracteriza uma forma de estelionato, uma vez que, em nenhum momento antes de hoje, houve qualquer referência à possibilidade de cobrança futura de downloads, estou fechando a minha conta neste servidor e transferindo todos os meus arquivos para outros servidores mais honestos.
      Na medida do possível estarei atualizando todas as minhas postagens que possuem arquivos no minhateca.
      Agradeço muito ao amigo Marcos que, prontamente, reupou os arquivos em um servidor decente, mantendo a opção de arquivos fatiados para aqueles que tem internet mais lenta e ao amigo FernandoH que reupou uma opção arquivo único assim que o minhateca caiu em desgraça.
      Espero que isso não atrapalhe o prazer de se assistir à essa bela obra.
      Um grande abraço á todos.

  • marcelo lima  Disse:

    Caramba! O Minhateca pegou todo mundo de calças na mão. Pior que os preços estão super altos! O chato que não teve nem aviso! Se tivesse uma mensalidade, tipo Netflix, aposto que muitos gostariam de assinar o serviço (e se eles avisassem que era temporariamente free). Foi sacagem! Obrigado FernandoH por upar no Mega! Abraços!

    • Don Costa  Disse:

      Oi Marcelo.
      Repito aqui. Pra mim a atitude desse minhateca configura estelionato.
      Pra variar, uma empresa brasileira desrespeitando descaradamente o cliente.
      E eu nem percebi o “.br” no final do endereço do site.
      Podem me chamar de chato, mas não dá para confiar em empresas brasileiras. Nem em empresas estrangeiras que montam filiais por aqui. Que o digam os clientes da “Telefônica – Vivo”.
      Abraços.

  • ALICATE  Disse:

    A MINHA TECA TA COBRANDO AGORA PRA BAIXAR ARQUIVOS, NÃO QUERO SER CHATO MAS ACHEI UMA SERVENGONHISE POIS OS ARQUIVOS NÃO SÃO DELES PRA COBRAR, A HOSPEDAGEM ATE PODE SER MAS PRA BAIXAR É SACANAGEM !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • ALICATE  Disse:

    …E TM MAIS, ISSO FOI UMA ARAPUCA ! TODOS QUE TEM ARQUIVOS HOSPEDADOS NA MINHA NÃO SEI QUE CORREM O RISCO DE NÃO PODEREM RETIRAR OU COPIAR SEM PAGAR ALGUMA COISA, PORQUE DE SACANAGEM ESSE PESSOAL ENTENDE PELO GEITO, SUGIRO BOICOTE TOTAL, JA TO DESINSTALANDO O ARQUIVI VO DELES DA CAIXINHA……

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite, Alicate.
      Hoje foi o dia inteiro fazendo transferência dos meus arquivos para outros servidores.
      E os próximos dias serão assim também, antes que eles boqueiem meus próprios arquivos.
      Depois que terminar, cancelo minha conta.
      Mesmo se voltarem atrás, minhateca nunca mais.
      Abraços.

  • Zachary Foxx  Disse:

    Antes de mais nada, e acho que pela 10º vez, o meu MUITO OBRIGADO ao amigo Don Costa! E mesmo que ele diga que eu ajudei, a única coisa que fiz foi mandar os arquivos pra ele, mais nada. Todo o trabalho de ripar, remasterizar, sincronizar o som e esse post COMPLETAMENTE ESPETACULAR, foi tudo ele.

    TODOS OS MÉRITOS, AGRADECIMENTOS E CONGRATULAÇÕES ao amigo Don Costa!

    Agora, além disso, assim como o Don Costa, eu tô muito feliz de ver quantos curtiram essa postagem! Como conversei com ele quando estava preparando os arquivos para mandar, eu tenho um carinho especial por este filme e pela duologia da A Hora do Espanto e ver várias e várias pessoas curtindo este post e agradecendo ao Don Costa me deixam muito feliz!

    Também quero dar um muito obrigado a todos do Tela de Cinema. Sério, encontrei o site por acaso e ainda fico impressionado com a humildade, companheirismo e capacidade de todos aqui se dispuserem a realizar trabalhos tão bem feitos apenas pelo prazer de fazer e compartilhar. O Tela de Cinema e seus users estão de parabéns mesmo!

    Don, de novo, MUITO OBRIGADO!

    • Don Costa  Disse:

      Caro amigo Zachary.
      Pegue uma receita qualquer. Digamos que seja a receita de um bolo de laranja. Tire um dos ingredientes, por mais insignificante que possa parecer. Tente comer o resultado. Ele se parecerá com qualquer coisa, menos com um bolo de laranja. E se o ingrediente escolhido para ficar de fora for o fermento, provavelmente também terá um acidente odontológico sério. Falo isso por experiência própria, pois minha ex-mulher costumava esquecer desse ingrediente nos bolos que fazia (acho que era de propósito, mas, enfim…).
      E essa analogia serve para muitas coisas. Todos os ítens necessários para a confecção de um projeto tem igual importância no resultado final do mesmo, por menor que seja a sua participação, pois sem o referido componente o projeto fica incompleto e, portanto, inútil ou ineficiente.
      E neste caso específico, você enviou todos os ingredientes do bolo de laranja, ou seja, todos os componentes para se criar os arquivos.
      Assim sendo, sem componentes, sem postagem.
      O mesmo caso para os amigos que me mandam áudios para remasterizar, como Johnahex. Ele diz que apenas enviou os áudios e que sua participação nos projetos é pequena. São áudios raríssimos e, mesmo se não fossem tão raros, ainda assim comporiam uma parte importantíssima do projeto.
      Afinal, sem áudio, sem postagem.
      Mesmo informações aparentemente despretensiosas podem gerar bons projetos. O amigo Kelton informou, nos comentários de uma postagem, a existência de um fórum onde fãs estavam restaurando os filmes originais inalterados da trilogia “Guerra nas Estrelas”. Essa informação foi o início do meu maior projeto até então aqui no Tela. Ele também diz que não fez nada demais e que apenas informou sobre a existência do tal fórum. Acontece que essa informação foi a base de tudo.
      Novamente, sem informação, sem postagem.
      Por isso eu repito que cada um que colabora com cada postagem do site tem igual importância e merecem ser devidamente creditados em todas. E isso engloba os colaboradores, administradores, remasterizadores, uploaders e visitantes. Todos fazem parte da grande família Tela de Cinema e todos tem igual importância na existência desse site e na existência de cada uma das postagens disponibilizadas até hoje.
      Justamente porque, sem ingredientes, sem bolo de laranja.
      E sem família Tela de Cinema, sem postagens.
      Um grande abraço.

  • bonito  Disse:

    ja desenstalei o box da minhateca não vou usar mais este saite enganaram a todos

    • Don Costa  Disse:

      Vou fazer o mesmo assim que terminar de transferir o que tem lá.
      Na minha opinião, a melhor forma de protesto é um grande número de encerramento de contas.
      Vai ajudar àqueles que lá ficarem, em caso de recuo por parte do servidor, e vai mandar uma mensagem ao grupo que controla o serviço, principalmente se os que se retirarem não retornarem.
      Abraços.

  • Darth Douglas  Disse:

    ah Don, eu lhe daria um beijo, mas sou hétero, que bela postagem (uma atrás da outra, pra variar) eu ainda não vi este filme, mas sou fã do primeiro, que tem a ótima dublagem clássica da BKS com Eleu Salvador fazendo o Peter Vincent (sempre excepcional, uma das vozes mais carismáticas que já escutei) dai vi um trecho da parte 2 no youtube e vi que a dublagem da sequencia muda para a Herbert Richers, em qualquer outra série, essas trocas seriam de se lamentar, mas estamos falando da sempre maravilhosa e lendária Herbert Richers, e não é que conseguiram colocar no lugar do Eleu a única pessoa que seria equivalente em carisma para o personagem? Antônio Patiño (o clássico dublador do Tio Patinhas) estou querendo ver esse filme com esta dublagem a tempos… antes do Tela minhas opções pra ver filmes com dublagem clássica eram: alugar os poucos que saiam sem redublagem (sim, fiz isso até pouco tempo, acreditem, pra alguém sem internet decente, até as jurássicas locadoras de DVD eram uma opção) ou… baixar aqueles arquivos DVD-rip de qualidade bem fraquinha que tinham aos montes no megaupload (bem antes de cair e voltar como Mega) bem… o tempo passou, troquei minha net por uma melhor, o “Tela” surgiu, e os fãs se aperfeiçoaram, e hoje graças à boas almas como vc podemos ter acesso à grandes filmes da nossa infância, com a melhor qualidade e com suas dublagens clássicas ;D

    • Don Costa  Disse:

      Interessante o carinho que os fãs nutrem por seus filmes prediletos e a extensão desse carinho aos remasterizadores. Já é a quarta vez que sou “ameaçado” com um beijo aqui no Tela, e desta vez em pleno dia dos namorados. Pena que nenhuma destas “ameaças” tenha partido de uma mulher. Mas entendo perfeitamente a felicidade e a satisfação do amigo Darth Douglas. A dublagem brasileira é considerada, já há muito tempo, a melhor do mundo. É uma forma de arte pouco conhecida e valorizada, mas muito importante. O dublador não está apenas lendo um texto. Ele é responsável por transmitir aos espectadores as mesmas emoções criadas pela entonação das falas do ator original, e isso não é fácil. São inúmeras as dublagens estragadas pelo uso de um dublador inadequado ou até incapacitado para a função. Em animações costumam ocorrer estes erros. Aqui no Brasil virou moda a contratação de famosos não atores para dublarem personagens animados. Às vezes o resultado agrada, como no caso do humorista Bussunda dublando o Shrek, mas geralmente o resultado é sofrível. E mesmo uma dublagem tecnicamente muito boa pode estragar um filme para os fãs mais antigos, no caso de uma redublagem.
      É aí que entra sites como o Tela de Cinema. Atualmente, com o fim as locadoras (não vejo futuro para as poucas que ainda existem) nós somos o único lugar onde estas dublagens ainda são encontradas, já que nas lojas, mesmo quando estes clássicos são encontrados, por inúmeras razões, o que temos é a redublagem.
      À despeito dos que nos classificam como pirataria, estamos fazendo um serviço de utilidade pública impedindo que estes arquivos raros desapareçam para sempre como já aconteceu com muito material que estava nas mãos incompetentes de uma ou outra rede de televisão.Recentemente surgiram boatos de que a Rede Globo teria apagado de seus registros, todos os capítulos de uma novela chamada “O Amor é Nosso” (com Fábio Júnior e Myriam Rios) de 1981, só porque ela foi considerada o maior fiasco da emissora. Não importa se o produto fracassou na audiência. Cada produto áudio-visual já feito é um ítem histórico e deve ser preservado para a posteridade. Não é possível saber se a emissora realmente cometeu esse ato insano, mas se for verdade, essa obra, agora, só existe nas mãos de quem se prontificou, na época, a gravar cada capítulo.
      Por isso, compreendo perfeitamente a emoção de quem encontra um arquivo raro em sites como o nosso, que luta pela preservação destes ítens.
      Porém, devo dizer que sou apenas um dos responsáveis pela criação das postagens. Os administradores do site, Sparrow, Edfilmes, Marcos F., Wagner S. e, principalmente, o responsável pelo envio dos arquivos que é o marujo Zachary Foxx, são os verdadeiros alvos que merecem receber todos os elogios, e principalmente beijos, direcionados à postagem. Mas, para não ficar muito pesado para eles, as mulheres que quiserem mandar beijos podem direcioná-los para mim.
      Muito obrigado pela mensagem, amigo Darth.
      Desculpe-me pelas brincadeiras e um grande abraço.

  • mistress133  Disse:

    Muito Obrigado, ainda mais pela versão reduzida, Esse filme lembra muito Night of the Demons

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde, Mistress133.
      O objetivo de postar os filmes em dois tamanhos é justamente esse. Garantir o acesso ao filme pela maior quantidade de marujos possível. Tanto daqueles que o querem na maior qualidade disponível, quanto pelos que preferem em um tamanho reduzido, mas com uma ótima qualidade. Dessa forma atendo à todo mundo.
      De fato, apesar das histórias serem diferentes, ele possui algumas semelhanças com “A Noite dos Demônios”. Talvez até por terem sido criados no mesmo ano, muito do clima oitentista, os estilos e a narrativa impregnaram os filmes deixando-os datados. Logo nos primeiros segundos de projeção você já percebe que é um legítimo “anos 80”. E são justamente estas características que tornam estes filmes divertidíssimos.
      Obrigado por comentar.
      Abraços.

  • farra4ever  Disse:

    Obrigado.

    • Don Costa  Disse:

      Disponha, farra4ever!
      É sempre um prazer te ter por aqui.
      Abraços.

  • Johnahex  Disse:

    Terror não é a minha praia,mas clássico é clássico.Assiti esse filme ainda no Supercine e achei não tão terror assim mas pela presença de Roddy McDowall,que suavizou a produção que poderia ser pesada,mas mesmo assim existem cenas que dão arrepios! Don sensacional sua vampiroteca de informações!!

    • Don Costa  Disse:

      Grande Jonhahex.
      A vampiroteca é apenas a ponta do iceberg. A quantidade de informações sobre esse assunto é imensa, mas preferi não desviar muito do filme em si. Surpreendeu-me o fato de que o universo dos vampiros podem ser divididos entre antes e depois de Drácula. Até o lançamento do romance de Bram Stoker, os vampiros eram vistos pelas culturas mais antigas como monstros sugadores de sangue, mais mortos do que vivos, sem nenhuma outra motivação para atacar pessoas além da própria fome. Eram quase como zumbis. O escritor irlandês humanizou o “Vampiro Mor”. Drácula era mais homem que monstro. Essa característica serviu de base para todos os vampiros em todas as mídias a partir de então. Sua própria história era uma referência. Antes um cristão dedicado, foi condenado à viver eternamente em uma semi-vida por seus sacrilégios ao voltar-se contra sua fé. Uma alma amargurada, sofrendo eternamente pela morte da esposa, tendo de atacar humanos para sobreviver e recebendo várias limitações para se deslocar. Lendo o romance de Stoker, a impressão que fica é que o sofrimento do Conde é maior do que o de suas vítimas.
      As mitologias são interessantes até pelas metáforas que representam. Os mitos dos monstros criados por cada civilização contam um pouco da história dela própria . Filmes sobre monstros também são importantes para ajudar a disseminar estes conhecimentos, mesmo quando não são um terror puro, como na duologia “A Hora do Espanto”. Além, é lógico, de toda a diversão que o filme disponibiliza.
      Grande abraço.

  • Thiago  Disse:

    Don, li todos os comentários dos amigos aqui no Tela e gostaria de engrossar o coro: meus parabéns! Suas postagens são magníficas, feitas com muito carinho e dedicação. E pelas suas palavras e forma de escrever percebo que é uma pessoa de um coração muito bom. Gostaria muito de um dia conhecer pessoalmente alguns amigos aqui do Tela. Seria um prazer. É esse companheirismo que difere o Tela de todo e qualquer site da net. Muito obrigado e um grande abraço!

    • Don Costa  Disse:

      Como vai, Thiago?
      Minha forma de escrever vem do tempo em que me comunicava com a família via correio. Era um tempo em que as linhas de telefonia fixa eram raras e o telefone celular, um sonho distante. Então eu tinha de ser bem claro e objetivo, pois se o receptor não entendesse alguma informação, ele teria de pedir esclarecimentos também via carta, o que atrasava o processo durante dias. Me acostumei a escrever assim, e vejo com surpresa a dificuldade de comunicação entre as crianças e adolescentes de hoje, mesmo com toda a tecnologia e todas as facilidades disponibilizadas. Eles conseguem se perder em ítens básicos, como horário e local de um encontro, por exemplo.
      É correta a sua percepção sobre os marujos do Tela. Pessoas de excelente índole que apresentam um comportamento abnegado, incomum até nos círculos fora da rede. Um excelente local para compartilhar e cultivar amizades virtuais. Algumas delas, mais interessantes do que algumas amizades físicas que temos por aí.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraços.

  • Thiago0500  Disse:

    Por favor eu gostaria de saber qual é a senha para descompactar?

  • Thiago0500  Disse:

    Mito obrigado, ótimo trabalho de vcs, parabéns pelo site

Deixe uma resposta