A COLINA DOS HOMENS PERDIDOS ( 720p / Dual Audio ) – 1965

THE HILL (1965)
DRAMA – GUERRA
DIREÇÃO: Sidney Lumet
ROTEIRO: Ray Rigby
IMDb: 7.9  http://www.imdb.com/title/tt0059274/

Imagem

720p – RMZ – Dual Áudio

Postado por Lilbarby

Formato: MKV
Qualidade: 720p
Tamanho: 2.45 GB
Duração: 123 min.

Áudio 1: Ingles
Áudio 2: Português
Legenda 1: Ingles
Legenda 2: Português

Servidor: Uploaded
Fonte de Audio: Johnahex
Encoder e Uploader: Lilbarby

ATENÇÃO: Trata-se de um arquivo dual áudio, sendo necessário selecionar a faixa de áudio se deseja visualizar com aúdio dublado em português. Use player de vídeo que possibilitem tanto a seleção de áudio quanto de legenda. APRENDA A SELECIONAR O ÁUDIO

Imagem

T.HILL

Imagem

Durante a 2ª Guerra Mundial, o exército britânico mantém um acampamento para disciplinar militares, que tenham uma conduta reprovável, principalmente a deserção. Lá, os militares são obrigados diariamente a escalar uma colina, sob o sol escaldante. Um dia chegam 5 novos prisioneiros e cada um enfrentará de modo diferente a autoridade e o sadismo dos seus comandantes. O filme é um retrato dos tormentos psicológicos desse grupo do soldaods britânicos, com destaque para Sean Connery. Um dos melhores de Lumet, filme árido, seco, que trata da humilhação e da submissão do homem pelo homem. Na verdade trat-ase de mais uma forte denúncia do Lumet, nesse caso ao militarismo, quando levado a extremos.

Imagem

Imagem

Sean Connery … Joe Roberts
Harry Andrews … R.S.M. Wilson
Ian Bannen … Harris
Alfred Lynch … George Stevens
Ossie Davis … Jacko King
Roy Kinnear … Monty Bartlett
Jack Watson … Jock McGrath
Ian Hendry … Staff Sergeant Williams
Michael Redgrave … The Medical Officer

Imagem

Imagem

Imagem

9 comentários para A COLINA DOS HOMENS PERDIDOS ( 720p / Dual Audio ) – 1965

  • Johnahex  Disse:

    Esse pessoal comeu o “pão com areia que o diabo amassou” kkk !!! Nenhuma novidade, até hoje isso existe !
    Esse colecionador tem a versão colorizada https://www.youtube.com/watch?v=mm2Tmv-8Bi4 Valeu grande Neno!

  • THIAGOVINICIUS  Disse:

    Parabéns,Lilbarby por mais este filme bélico.A qualidade de imagem de seus arquivos é maravilhosa.
    Aliás,você poderia me passar o link de onde onde você conseguiu o Release do “A ULTIMA VEZ QUE VI PARIS”
    http://teladecinema.net/a-ultima-vez-que-vi-paris-ntsc-dvd-upscale-dual-audio-1954/. Estou atrás há tempo
    desse filme com imagem perfeita e achei fascinante esse seu.
    Também queria te dizer que tenho a dublagem do Filme “RUMO A TOQUIO” de 1943 com Cary Grant,gravado
    do TCM ,se você não tem ela e quiser fazer uma RMZ deste filme bélico,me passe seu email que te mando
    o audio em mp3.

    • lilbarby  Disse:

      ola Thiago, a dublagem do “A ULTIMA VEZ QUE VI PARIS” o Johnahex mim mandou, e a DVD foi emprestada do um amigo meu para fazer um lancamento upscale. Consegiu baixar do servidor 1 fichier ?
      Manda a sua dublagem do “RUMO A TOQUIO” para classicator@hotmail.com
      vai ser um bonito lancamento tambem, valeu Thiago, muito obrigado ! 🙂

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Excelente filme, Sidney Lumet é meu 8º diretor favorito. Muito obrigado Neno e Joel por mais essa raridade. !!!

  • farra4ever  Disse:

    Obrigado.

  • fernandohunt  Disse:

    Me loguei mais uma vez pra agradecer por mais este classico do Sean Connery…Infelizmente, minha tv e meu blu-ray nao conseguem ler este arqivo, mas liguei o note diretamente na tv pra assistir..kk…Dublagem excelente do André filho, e atuaçao incrivel do Sean. Sou fã incondicional deste ator. Será que alguem nao teria o filme “Sublime Loucura” tb, mesmo legendado?..acho que é um dos poucos que faltam aqui no tela de cinema…

  • fernandohunt  Disse:

    Infelizmente, como postei anteriormente, nao consigo de jeito nenhum ver reste filme na minha tv. Nem espetando o pen drive na tv e nem espetando o pen drive no aparelho blu-ray…tive q ligar onote na tv atraves do cabo hdmi…alguem sabe de uma possivel soluçao?…obrigado a todos…

    • Sparrow  Disse:

      A solução é converter o arquivo para um formato mais amigável, use programas como Format Factory, tutoriais explicando como usar esse tipo de programa são fáceis de achar no google.

Deixe uma resposta