1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO (1080p/Tri Áudio) – 1992

“1492: Conquest of Paradise” (Espanha/França) – 1992
AVENTURA – BIOGRAFIA – DRAMA
DIREÇÃO: Ridley Scott
IMDb: 6,5 – http://www.imdb.com/title/tt0103594/

Image

BRRip – 1080p – Tri Áudio – RMZ + Versão Reduzida + Versão Dublada 720p + Trilha Sonora

“NOVOS LINKS: Versão Reduzida – 720p Dublada e Trilha Sonora”

Postado por Don Costa & Johnahex

Image

VERSÃO MAIOR:

Formato: MKV

Qualidade:

Vídeo: BR-rip – 1080p (1920*1080) 16:9, AVC, 25000 fps, 5000 Kbps.

Áudio:
Português – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 6 canais, 320 kbps.
Espanhol – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 2 canais, 192 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, DTS, 24 bits, 6 canais, 1510 kbps.

Tamanho: 7.32 GB

Duração: 149 min.

Legendas: Português / Espanhol / Inglês – selecionáveis

Áudio:
Português – VTI Rio.
Espanhol.
Inglês.

Servidor: Mega (dividido em 38 partes)

VERSÃO REDUZIDA:

Formato: MKV

Qualidade:

Vídeo: BR-rip – 1080p (1920*1080) 16:9, AVC, 25000 fps, 2000 Kbps.

Áudio:
Português – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 6 canais, 320 kbps.
Espanhol – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 2 canais, 192 kbps.
Inglês – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 6 canais, 320 kbps.

Tamanho: 2,97 GB

Duração: 149 min.

Legendas: Português / Espanhol / Inglês – selecionáveis

Áudio:
Português – VTI Rio.
Espanhol.
Inglês.

Servidor: Pcloud (dividido em 13 partes)

VERSÃO 720p – DUBLADA:

Formato: MKV

Qualidade:

Vídeo: BR-rip – 720p (1280*546) 2.35:1, AVC, 23976 fps, 768 Kbps.

Áudio: Português – 48,0 KHz, AC-3, 16 bits, 6 canais, 320 kbps.

Tamanho: 1,19 GB

Duração: 155 min.

Legendas: S/L

Áudio: Português – VTI Rio.

Servidor: Pcloud (dividido em 7 partes)

Remasterização e postagem: Don Costa.

Agradecimentos especiais ao marujo Johnahex que disponibilizou o raríssimo áudio dublado para esta remasterização.

Image

ARQUIVO MAIOR (MEGA):

PASTA COM ARQUIVOS: 1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO

ARQUIVO MENOR – VERSÃO REDUZIDA (PCLOUD):

PASTA COM ARQUIVOS: 1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO

ARQUIVO 720p – VERSÃO DUBLADA (PCLOUD):

PASTA COM ARQUIVOS: 1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO

TRILHA SONORA:

1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO

SENHA PARA TUDO:
Image

AMOSTRA DE DUBLAGEM:

Image

Vinte anos da vida de Colombo, desde quando se convenceu de que o mundo era redondo, passando pelo empenho em conseguir apoio financeiro da Coroa Espanhola para sua expedição, o descobrimento em si da América, o desastroso comportamento que os europeus tiveram com os habitantes do Novo Mundo e a luta de Colombo para colonizar um continente que ele descobriu por acaso, além de sua decadência na velhice.

IMAGENS DO FILME:

Image

Gérard Depardieu … Columbus
Armand Assante … Sanchez
Sigourney Weaver … Queen Isabel
Loren Dean … Older Fernando
Ángela Molina … Beatrix
Fernando Rey … Marchena
Michael Wincott … Moxica
Tchéky Karyo … Pinzon
Kevin Dunn … Captain Mendez
Frank Langella … Santangel
Mark Margolis … Bobadilla
Kario Salem … Arojaz
Billy L. Sullivan … Fernando (aged 10)
John Heffernan … Brother Buyl
Arnold Vosloo … Guevara
Steven Waddington … Bartolome
Fernando Guillén Cuervo … Giacomo
José Luis Ferrer … Alonso

Image

INFORMAÇÕES DO ARQUIVO:

Foram gerados três arquivos para esta postagem. Um maior tri áudio com 7,32 Gb, outro menor, também tri áudio, com 2,97 Gb, e um dublado com 1,19 GB. Ambos os tri-áudios têm 1080p, e as únicas diferenças entre eles são a bitragem de vídeo e a qualidade dos áudios em inglês. As qualidades das imagens são muito parecidas, porém as diferenças ficam evidentes quando assistidas lado a lado em uma tv de alta definição. Para quem tem equipamentos de ponta, recomendo que baixe o arquivo maior. Esses dois arquivos foram gerados a partir de um release espanhol de um BD Remux francês. Por isso, os caracteres e o título que aparecem gravados no filme estão em francês (1492 – Christophe Colomb).

Image

O título e os caracteres franceses estão nos dois arquivos em 1080p.

 

Também por isso, há as opções de áudio e legendas em espanhol, que resolvi manter. Para os amigos que desconhecem o termo, BD Remux nada mais é do que a extração direta do filme de um Disco Blu-Ray, sem extras, menus ou opções, além de não sofrer nenhum tipo de compressão ou decodificação. Dessa forma eu pude garantir que o filme teria a melhor imagem possível para se trabalhar. Tudo que fiz no vídeo foi diminuir a sua bitragem, de modo a tornar o seu tamanho mais adequado para a distribuição dos dois arquivos resultantes. O arquivo original tinha mais de 30 GB.

Já o arquivo dublado possui apenas o áudio em português, sem legendas, e foi gerado a partir de um release alemão de 720p, com uma bitragem bem baixa para reduzir ao máximo o seu tamanho, sem prejudicar muito a imagem. Esse arquivo extra foi gerado para atender ao grande número de pedidos na rede por este filme dublado. Pessoas que querem vê-lo ou revê-lo sem que seja necessária uma alta qualidade do vídeo.

Como cada release tem FPS diferentes (1080p com 25000 FPS e 720p com 23976 FPS) as durações dos filmes são diferentes, embora eles sejam iguais. Os de 1080p são exibidos em uma velocidade levemente mais rápida, por isso terminam antes.

O áudio dublado foi um capítulo à parte. O amigo Johnahex presenteou-nos com o áudio dublado em stéreo. Porém, o áudio possuía um ruído de fundo, comum nas fitas VHS. Ao passar os filtros para diminuir esse ruído, notei que desaparecia, também, boa parte dos sons de fundo e a trilha sonora. A solução foi transformar esse áudio em mono, ajustar, editar, normalizar, filtrar e sincronizar o áudio resultante, e introduzi-lo como canal central do 5.1 do release alemão, substituindo o canal central original. Isso só foi possível porque esse release tinha os diálogos quase que exclusivamente neste canal. Só precisei fazer algumas edições e todos os diálogos em alemão que ainda existiam nos demais canais foram eliminados. Assim, o áudio é um 5.1 real, embora o canal central tenha ficado um pouco mais robusto que o normal (tem mais sons puxados dos outros canais do que os de costume) e sua qualidade é um pouco inferior aos demais canais no tocante à pureza e fidelidade. Ainda assim, funciona bem tanto em home theaters com os canais separados, quanto no stéreo da tv.

Image

O gráfico mostra bem a diferença entre o canal central introduzido e os demais canais originais.

 

NOTA: Quem acompanha minhas postagens sabe que costumo enviar o maior número possível de itens relacionados aos filmes, sejam eles trilhas, livros e até HQs. Em um filme sobre o descobrimento da América isso seria uma ação até obrigatória. Mas mostrou-se uma tarefa impossível. Há, literalmente, centenas de livros sobre o descobrimento. Biografias de Colombo, então, são dezenas. Isso falando apenas em publicações na língua portuguesa. E não é somente uma questão de escolher um deles e disponibilizar para os amigos do site. Eles são absolutamente antagônicos. Eu já li muito sobre Colombo, desde a época da escola, e sabia que os personagens dessa fase da história (podemos incluir aí Pedro Álvares Cabral e sua dificilmente digerível descoberta do Brasil) são bastante polêmicos, causando debates acalorados entre os historiadores. Mas nos últimos vinte anos, até devido ao quingentésimo aniversário do descobrimento (sim, eu fui buscar esse termo no Google, até porque já tinha me esquecido de como se escrevia), as polêmicas em torno deles explodiram. Li trechos de vários livros para tentar postar um aqui, e não consegui encontrar dois com informações convergentes. Com a facilidade e velocidade das informações via internet, principalmente pelas redes sociais, há várias correntes, de várias vertentes, oficiais ou não, que defendem com unhas e dentes suas idéias e teorias sobre o navegador genovês. Aliás, nem a sua nacionalidade, que era quase um consenso, escapa da disputa. Há versões de que sua nacionalidade seria italiana (mas não teria nascido em Gênova), espanhola e até portuguesa.

Image

Cristóvão Colombo em um retrato pintado pelo pintor renascentista Ghirlandaio.

 

Vários historiadores também contestam a versão oficial de que Colombo foi o primeiro não-nativo-americano a chegar por estas bandas. Arqueólogos já catalogaram vestígios do que seriam acampamentos vikings construídos na costa americana por volta do ano 1000. Há relatos e documentos que comprovariam estas viagens. Eiríkur Rauði iniciou a saga nórdica chegando à Groenlândia. Bjarni Herjólfsson chegou a avistar uma terra com árvores muito além da Groenlândia, mas não chegou a desembarcar. Leifur Eiríksson (filho de Erik – O Vermelho) desembarcou no que é hoje o norte do Canada. Þorfinnur Karlsefni pode ter atingido Boston.

Image

Eiríkur Rauði, Bjarni Herjólfsson, Leifur Eiríksson e Þorfinnur Karlsefni teriam explorado o norte do continente 500 anos antes de Colombo.

Image

Os roteiros dos vikings a partir da Islândia.

Outros defendem, com base em documentos antigos, que um almirante chinês, de nome Zheng He, teria atingido a costa oeste americana em 1421, depois de atravessar o pacífico. Além disso, ele teria sido o primeiro a circunavegar o globo.

Image

O almirante chinês e suas viagens comprovadas.

Image

Um dos documentos que comprovariam sua chegada na América.

No Museu Topkapi em Istambul (Turquia), encontram-se os famosos mapas do almirante turco Piri Reis que, embora tenham sido elaborados em 1513, foram feitos com base em mapas muito mais antigos e continham informações sobre as américas oficialmente desconhecidas até o final do século 16.

Image

O almirante turco Piri Reis e um de seus mapas incrivelmente precisos.

 

Hoje, na onda do politicamente correto, o título de “descobridor” também pode sumir das mãos de Colombo. Os historiadores concordam que o termo “descobridor” é inadequado, uma vez que as américas já estavam habitadas na época e tinham civilizações, em muitos aspectos, tão ou mais avançadas que as européias. Colombo seria, então, o “primeiro europeu a catalogar e a registrar, oficialmente, a existência de terras à oeste do ‘Mar – Oceano’ para um governo do velho continente”. Nem poderíamos dizer que estas terras seriam, para ele, um “Novo Mundo”, pois a maioria dos historiadores também concorda com o fato de que ele morreu achando que tinha atingido um ponto remoto da Ásia.

Devido à todas estas polêmicas (e para evitar outras caso o envio de um ou outro livro me fizesse parecer parcial ou simpático à uma ou outra causa), resolvi não enviar nenhum outro ítem nesta postagem sobre este filme, além da trilha sonora.

Sugiro que os amigos o assistam como uma bela obra de ficção, até porque ele é livremente baseado na biografia escrita por Fernando, filho de Colombo. O filme é historicamente preciso em muitas partes e tem a beleza típica dos filmes de Ridley Scott. Ele condensa 15 anos da vida do navegador genovês em pouco mais de duas horas, mas sem atropelos ou avanços abruptos sem sentido. Longe de endeusar Colombo, o diretor mostra um homem comum, com ideais e ambições, e que consegue atingir seus objetivos, mas que paga um grande preço por eles. Alguém que tem os seus acertos, comete os seus erros, que briga pela verdade, mente para atingi-la e sofre ao conquistá-la. Gérard Depardieu, muito bem no papel, consegue expressar todas estas passagens de Colombo com muita competência e veracidade. Assim como Sigourney Weaver convence no papel de Rainha Isabel I, com sua ambiguidade em relação ao protagonista. Aparece pouco, mas tem um papel importante na trama. Os roteiristas também acertam na escolha dos vilões, ou melhor, na falta deles. O tesoureiro real Sanches (Armand Assante em outro excelente trabalho) inicialmente apoia Colombo para, posteriormente, confrontá-lo e difamá-lo. Mas suas intenções não eram pessoais e sim burocráticas, reconhecendo posteriormente a importância histórica do navegador. Nem mesmo Adrian de Moxica (Michael Wincott interpretando muito bem mais um personagem frio e violento) pode ser considerado um vilão padrão. Seu personagem é um típico nobre do século XV que faz exatamente o que todo nobre daquela época fazia para garantir seus direitos. Partir pra cima de todo mundo com armas em punho. O filme, então, nos dá uma visão introspectiva da vida real. Tanto naquela época quanto hoje não há mocinhos ou bandidos. Há apenas pessoas que, dependendo das circunstancias, podem desempenhar um ou outro papél e, dependendo do ponto de vista, desempenham ambos ao mesmo tempo.

INFORMAÇÕES SOBRE O FILME:

Em 3 de agosto de 1492, Cristóvão Colombo partiu do porto de Palos com uma nau (Santa Maria) e duas caravelas (Pinta e Niña). Foram construídas réplicas exatas para o filme e todas as três réplicas navegam perfeitamente. Elas foram construídas na Espanha entre 1990 e 1992. Em 1992, elas refizeram a rota da primeira viagem de Colombo para comemorar o 500º aniversário da descoberta da América. Hoje elas estão expostas no museu Muelle de las Carabelas (Cais das Caravelas), em Palos de la Frontera, na província de Huelva, comunidade autônoma da Andaluzia, Espanha. O museu é operado pela própria província de Huelva, e possui uma área de 11.500 metros quadrados. As embarcações são visitadas por cerca de 200.000 pessoas por ano.

Image

No alto, parte externa da réplica da nau Santa Maria utilizada no filme (esquerda), interior da mesma réplica (centro) e planta de modelo em escala (direita). Acima, duas vistas de modelo aproximado em escala.

 

Image

No alto, réplica da caravela Pinta (esquerda) e planta de modelo em escala (direita). Acima, três vistas de modelo aproximado em escala.

 

Image

Réplica da caravela Niña, planta de modelo em escala e modelo aproximado em escala.

 

Image

As três réplicas no museu Muelle de las Carabelas recebem 200.000 visitas por ano.

 

O filme foi lançado comercialmente nos cinemas norte-americanos, em meio às comemorações pelos 500 anos de descoberta da América.

A ideia de realizar um filme sobre a descoberta da América por Cristóvão Colombo partiu da roteirista Roselyne Bosch. Em suas pesquisas, Roselyne encontrou vários pergaminhos da época ainda não traduzidos, sendo que após esta descoberta ela se associou à um produtor francês para fazer com que o filme fosse, então realizado.

Image

Hoje também cineasta, a roteirista Roselyne Bosch foi a principal responsável pelo início da realização do projeto.

 

O diretor Ridley Scott impôs apenas uma única condição para aceitar dirigir “1492 – A Conquista do Paraíso”: que o personagem Cristóvão Colombo fosse interpretado por Gérard Depardieu.

Image

Ridley Scott e Gérard Depardieu em dois momentos no set. A contratação do ator foi a única exigência do cineasta para dirigir o filme.

 

Francis Ford Coppola, Roland Joffé e Oliver Stone foram cotados para dirigir o filme antes de Ridley Scott ser finalmente contratado.

Image

Francis Ford Coppola, Roland Joffé e Oliver Stone estavam cotados para a direção que ficou com Ridley Scott.

 

As filmagens duraram 16 semanas.

O título original seria, simplesmente, “Columbus” (Colombo).

Sigourney Weaver foi sempre a primeira escolha de Ridley Scott para interpretar a Rainha Isabel. No entanto, quando as filmagens de “Alien 3” (1992) começaram a levar mais tempo do que o esperado, Anjelica Huston foi considerada para o papel. Weaver tornou-se disponível apenas depois que as filmagens já haviam começado.

Image

Anjelica Huston (esquerda) ficou de sobreaviso para substituir Sigourney Weaver se necessário.

 

Guevara fuma um charuto com laminação moderna, enquanto relaxa em Cuba. Mas no tempo de Colombo, o povo Taino nativo de Cuba fumava folhas de tabaco torcidas frouxamente e enroladas em folhas de outras plantas.

Image

O charuto apresentado no filme só surgiu décadas depois dos acontecimentos da época de Colombo.

 

Ao explicar a navegação para Mendez, Colombo declara: “um erro de um grau, e nós estaremos fora 600 léguas”. Na verdade, um erro de um grau resultaria em um desvio de 60 milhas náuticas, cerca de 20 léguas. Mas em outro ponto a produção foi bastante precisa. Colombo segue o paralelo 28 em pleno verão / outono com o sol à pino e sem qualquer tipo de proteção solar por nove semanas. Para efeito de comparação com o Brasil, seria como ficar numa praia de Florianópolis no verão / outono durante nove semanas, num espaço limitado, com pouca proteção, poucos mantimentos, quase nenhuma higiene e trabalho intenso durante 18 horas por dia. Não é atoa que os marujos ficavam desesperados para desembarcar em qualquer terra que encontrassem.

Image

O conforto das filmagens na Europa (esquerda) contrasta com o forte calor encontrado na costa caribenha (centro e direita), dando à todos uma noção exata do sofrimento dos marinheiros na época do descobrimento.

 

Os espanhóis se referem uns aos outros por seus nomes espanhóis. Diferentemente de algumas breves referências à “Don Cristóbal”, no entanto, Christopher Columbus é sempre referido como tal. Esta é a forma inglesa do seu nome, mas ninguém na Europa o teria chamado assim. Em Gênova, Itália, seu nome era Cristoforo Colombo. Um espanhol o teria abordado como Cristóbal Colón.

No filme, o nobre Adrián de Moxica corta a mão de um nativo americano porque ele não foi capaz de pagar os impostos em ouro para os espanhóis, ação que Colombo condena. Na verdade, foi o próprio Colombo quem introduziu esta prática de cortar as mãos, de acordo com os registros da época.

Image

O ato de Moxica é condenado por Colombo no filme. Mas na vida real, ele próprio introduziu a violenta punição.

 

Niña, Pinta e Santa Maria são mostradas partindo de volta para a Espanha no final da primeira viagem. Na verdade, o Santa Maria já estava destruído nesta altura. A viagem de volta seria feita apenas pela Niña e Pinta.

Image

Em uma licença poética, os três navios são mostrados na viagem de volta, quando, na verdade, Santa Maria não existia mais.

 

O filme faz referências à três viagens, afirmando que a segunda viagem foi a única em que Colombo caiu em desgraça. O epílogo diz que Colombo fez uma terceira e última viagem à América. Na verdade, Colombo fez quatro viagens. A segunda viagem manchou a sua reputação, mas foi a terceira viagem que provocou sua ruína.

Na cena do monastério em que um mensageiro anuncia a volta de Colombo, ele passa por várias aves na entrada. Entre elas estão galinhas e perus. Porém os perus são aves nativas do continente americano e só foram introduzidas no velho continente após as viagens do navegador.

Image

Um pequeno erro introduz perus na Europa antes da viagem de volta de Colombo.

 

Hans Zimmer foi originalmente escolhido para compor a trilha sonora para o filme, mas, aós aceitar dirigir o longa, Ridley Scott decidiu chamar o compositor grego Vangelis.

Image

O compositor alemão Hans Zimmer esteve cotado para produzir a trilha sonora, que acabou ficando com o grego Vangelis (Evángelos Odysséas Papathanassíu).

 

Vangelis já tinha trabalhado anteriormente com Ridley Scott, compondo a trilha de “Blade Runner – O Caçador de Andróides” (1982) e possui várias composições para longas, curtas e documentários ao longo de mais de 45 anos de carreira, recebendo inclusive um Oscar pela trilha de “Chariots of Fire” (Carruagens de Fogo – 1981). Antes da carreira solo, no entanto, ele fundou em 1967 a banda de rock progressivo Aphrodite’s Child, com os integrantes Demis Roussos (baixista, guitarrista e vocalista) e Loukas Sideras (baterias e vocais). O grupo se desfez em 1972.

Image

Os gregos Loukas Sideras, Demis Roussos e Vangelis no Aphrodite’sChild em 1968.

 

Image

Carruagens de Fogo, O Caçador de Andróides e 1492. Três dos mais conhecidos trabalhos de Vangelis.

 

No fim do filme há a informação de que em 1992 um descendente direto de Colombo era almirante da marinha espanhola. Trata-se de Cristóbal Colón de Carvajal y Gorosábel. Nascido em 1949 na cidade de Madri, Espanha, Colón também é empresário e nobre, herdando vários títulos de nobreza de seu pai e também de sua mãe. O Almirante é descendente direto de Colombo a partir de seu filho Diego, também representado no filme. Ele é casado e tem dois filhos.

Image

O almirante Cristóbal Colón seguiu os passos de seu antepassado.

 

Fontes: imdb.com, aveleyman.com, diariosur.es, bbc.co.uk, theguardian.com, michaelneil.eu, modelships.de, fatboxsoftware.wordpress.com, visindavefur.is, syr-res.com, zimbio.com, nappertime.com, defence.pk, tarihin.com e kilyos.ee.bilkent.edu.tr.

Image

61 comentários para 1492 – A CONQUISTA DO PARAÍSO (1080p/Tri Áudio) – 1992

  • antennajr  Disse:

    Matou a pau!!!Parabéns pelo excelente post,a tempos que procuro esse filme dublado e finalmente mais uma vez só aqui fui achar essa raridade!!

    • Don Costa  Disse:

      Oi antennajr.
      Esta postagem é um claro exemplo do que se consegue com a colaboração mutua em torno de um bem comum. Um site de compartilhamento gratuito aberto à todos, administradores que dedicam boa parte do seu tempo livre para mantê-lo, um colaborador que doa um raríssimo arquivo, um remasterizador que trabalha o arquivo e um visitante que aprecia o resultado final. Ninguém se conhece, mas todos compartilham a mesma paixão pelo cinema.
      Seria muito bom se fosse assim em todos os outros lugares.
      Grato pela mensagem.
      Abraços.

      • netsfera  Disse:

        Don Costa, além de ser um excelente mestre da edição, você é um mestre nas palavras. Melhor definição, impossível.

  • Arrius.  Disse:

    Beleza!!!
    Sempre quis ver esse filme com essa qualidade. Obrigado Don pelo grande trabalho, e ainda mais com essas informações que só agregam valor!!!
    Obrigado também ao marujo Johnahex pelo áudio.

    • Don Costa  Disse:

      Arrius.
      Realmente essa postagem só foi possível devido à colaboração do marujo Johnahex. O filme em alta definição até pode ser encontrado legendado. Porém, dublado, já era difícil na época do Megaupload. Imagine agora.
      Também considero as informações em torno de cada obra muito importantes para compreendê-la por completo. No caso desta aqui, o próprio assunto abordado é bastante polêmico, mas foi muito bem conduzido pelos responsáveis pelo filme.
      Polêmicas à parte, verdade ou não, sua essência não muda. É um belo filme com uma bela história.
      Obrigado pela mensagem.
      Um abraço.

      • mauricio2000  Disse:

        Excelente postagem, e pensar que tem mercenário pedindo quase que um rim pelo filme dublado.

        Sou historiador e de fato, o filme retrata de forma bastante precisa o que se conhecia na epoca sobre Colombo. Hoje, muita coisa é contestada e refutada pela historiografia atual.

        • Don Costa  Disse:

          Boa noite Maurício.
          É uma honra ter um historiador navegando no Tela. Concordo com você. Não vou querer ensinar missa à padre, mas, na minha opinião, apesar de estudar fatos aparentemente imutáveis, uma vez que já aconteceram, a História é uma das ciências mais dinâmicas que existem. Um pequeno erro de tradução, uma aparentemente insignificante descoberta arqueológica ou o achado de um simples documento pode alterar drasticamente nossa visão do que realmente aconteceu no passado. Assim foi com Colombo. Porém, uma coisa não muda. Foram necessários homens como ele para tirar a Europa da Idade Média. Um visionário que, apesar de todos os defeitos, conseguiu enxergar à frente de seu tempo.
          Muito obrigado pela mensagem.
          Um forte abraço.

  • xandy_jpv  Disse:

    Parabéns pela remasterização, fez um trabalho de auto nível.

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde xandy.
      Considero mais diversão do que trabalho. Remasterizar é um hobbie prazeroso. Tudo levou aproximadamente um mês, pois foram somente duas ou três horas diárias, com uma internet de 1MB. Levou mais tempo para baixar os releases e upar os arquivos prontos do que trabalhar neles. Porém, tudo que se faz com prazer tem uma chance considerável de sair bem feito. O resultado ficou bom e é um grande prazer dividi-lo com os amigos.
      Grato por prestigiar.
      Forte abraço.

      • Rai  Disse:

        Cara isso é simplesmente uma obra de arte, o filme e seu maravilhoso trabalho, um mês pelo amor de Deus você é um cara nota 10, por compartilhar, se fosse uma mulher te dava um beijão kkkkkkkkkkkkkkkk abração mano.

        • Don Costa  Disse:

          Calma Raí!!!!
          Muita, mas muita calma nessa hora!!!! Deixa eu explicar.
          Levou todo esse tempo porque sou um remasterizador amador, utilizando equipamentos básicos e com uma internet lenta. Todas as minhas remasterizações levam bastante tempo, por isso só consigo postar umas duas por mês. Essa demorou mais que o esperado. Remasterizadores mais experientes e com conhecimento técnico maior demoram bem menos para fazer o mesmo serviço, sem queda na qualidade do resultado final.
          Que bom que aprecia minha colaboração com o site.
          É uma grande satisfação saber que os amigos ficam contentes com as postagens.
          Muito obrigado pela mensagem.
          Um grande abraço.

  • NildoAlves  Disse:

    Não poderia deixar de agradecer por esse grande filme ao grande detalhista Don Costa pela RMZ Tri-áudio, e ao Johnahex pela áudio dublado…valeu!!

    • Don Costa  Disse:

      Como vai NIldo?
      Eu é que te agradeço pela mensagem.
      O filme realmente é muito bom. A história flui de maneira adequada, mesmo levando em conta o grande número de acontecimentos que ela se propõe a contar e o período de tempo que ela se dispõe a cobrir. Gostei muito da forma como os assuntos foram abordados (sem endeusar ou demonizar Colombo) e das atuações.
      É um grande exemplo da genialidade de Ridley Scott.
      Grande abraço.

  • sadboar  Disse:

    nota 1000 para você a tempos procuro este filme dublado só a trilha sonora ja vale muito obrigado parabens

    • Don Costa  Disse:

      Olá sadboar.
      Sou suspeito para falar, uma vez que sou fã do Vangelis há décadas, mas a trilha sonora deste filme é simplesmente fantástica.
      Os mais jovens vão estranhar o fato, mas a primeira vez na vida em que ouvi as notas precisas de Vangelis foi em um comercial de cigarros (acho que era Minister ou Advance), que tinha como trilha sonora a música “Pulstar” do álbum conceitual “Albedo 0.39” (1976). Eram os últimos anos da década de 70 e o acesso às novidades nas áreas artísticas e jornalísticas dependiam da boa vontade dos meios de comunicação. Pois é. Era dura a vida dos apaixonados pelas artes na era pré-internet.
      Depois disso fui em busca de informações sobre o artista, desde os seus primeiros trabalhos no Aphrodite’s Child. Poucos anos depois, cria duas das melhores trilhas sonoras que eu já vi, com Carruagens de Fogo e Blade Runner logo em seguida.
      1492 mostra que o compositor não perdeu a forma na década seguinte.
      Bom para o cinema. Melhor para nós.
      Muito obrigado pela mensagem.
      Abraços.

  • Claudiomar J.S.  Disse:

    Filmaço heim camarada Don Costa, belo resgate pois esse filme vai ser minha sessão de fim de semana, Obrigado… 🙂

    • Don Costa  Disse:

      Vai ser uma grande sessão, Claudiomar. Tanto na qualidade quanto na quantidade.
      São duas horas e meia de filme, mas que passam bem rápido. Desde o início você já simpatiza pelo protagonista e torce por ele, mesmo conhecendo antecipadamente a história e seu final.
      O Colombo de Depardieu é um pai protetor, um marido dedicado, um cristão devoto, um marinheiro abnegado. Seu personagem foi moldado para conquistar mais até a platéia do que o novo mundo. E funciona. Ele consegue passar a idéia de que a determinação em atingir seus objetivos sempre compensa, mesmo que tais objetivos não sejam atingidos. Não foi o primeiro a atingir o continente, não pode batizá-lo com o seu nome, mas sabia que foi a partir de sua luta que a Espanha chegou à América.
      Um bom exemplo a ser tirado do filme.
      Boa sessão e um grande abraço.

  • Wagner S.  Disse:

    É mais um que vi nos tempos do vhs e agora poderei rever em excelente qualidade de som e imagem. Obrigado Don!

    • Don Costa  Disse:

      Bons tempos aqueles do início das atividades das videolocadoras, amigo Wagner.
      Sinto falta da alegria que sentia ao ver os lançamentos chegando nas prateleiras, dos filmes antigos que algumas locadoras mantinham como um patrimônio cultural da humanidade no catálogo (não importava a idade ou o estado da fita – eles não vendiam de jeito nenhum e não alugavam para qualquer um) e dos filmes lançados diretamente em vídeo, com qualidade bastante duvidosa mas que eram superdivertidos. Esses últimos quase sempre eram filmes de terror semi-amadores e de baixo orçamento. O melhor estilo trash.
      Ainda bem que existem os sites como o Tela de Cinema para preencher este vazio.
      Obrigado pela excelente editoração feita na postagem. Como sempre, um trabalho que enriquece bastante os arquivos e as informações contidos nela.
      Grande abraço.

  • C,TaxiDriver  Disse:

    Muito bom Don, procuro esse filme dublado a muito tempo, Obrigado por compartilhar com a gente, agradeço também ao Joel pelo áudio raro 🙂

    • Don Costa  Disse:

      Grande C.TaxiDriver.
      O Joel personifica bem o significado da palavra “compartilhamento”. Ele está sempre em busca destas raridades e quando as encontra não pensa duas vezes em oferecê-las para nós. Muitos dos remasterizadores daqui já receberam estes presentes do Joel. E eu agradeço muito a confiança depositada em mim para trabalhar em algumas destas raridades e poder disponibilizá-las na comunidade do Tela.
      Obrigado pela mensagem.
      Abraços.

  • Johnahex  Disse:

    Colombo? Os Vikings? Os Turcos? Que nada Don,quem descobriu a America foram os Hebreus antes de Cristo! Quer saber,click aqui:

    • Don Costa  Disse:

      Olha o principal responsável por essa remasterização aí geeeeennnnte!!!!
      Grande Johnahex. Mais uma vez, obrigado pelo raríssimo áudio.
      Pois é. Eu disse que o assunto era polêmico. Se a postagem já ficou gigante colocando apenas um pouco das teorias mais recentes (a partir do ano 1000 pra cá), imagine se eu retrocedesse mais? Isso levando-se em conta apenas as teorias mais plausíveis, pois pesquisando para essa postagem encontrei algumas bem radicais como a teoria da Terra Ôca (http://www.infoescola.com/geografia/teoria-da-terra-oca/) e a teoria da Terra Plana (http://hypescience.com/a-mae-de-todas-as-teorias-da-conspiracao-a-terra-plana/).
      Sim. Há quem acredite piamente que a Terra é chata como uma panqueca, sendo que, ao contrário do que diziam os antigos livros de história, nem na época de Colombo isso era levado mais à sério.
      Mas nosso passado obscuro e de poucos registros dá margem para todo tipo de especulação.
      A única coisa sobre esse assunto que é um consenso entre os arqueólogos é que as américas foram ocupadas há pelo menos 40.000 anos, quando povos provenientes da Ásia chegaram atravessando o estreito de Bering. De lá pra cá, quem chegou primeiro pelo mar é discussão para vários anos.
      Agora vou ler mais sobre esse negócio da Terra Plana. Tem que ser algum site de pegadinha. Tem que ser. Não é possível que eles estejam falando sério.
      Grande abraço.

  • sadboar  Disse:

    a parte 2 da versão reduzida no 4shared esta dando problema para baixar.

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite sadboar,
      O “4shared” começou a apresentar grande instabilidade desde sua ultima atualização. Até por isso eu estou testando outros servidores como o “minhateca”, que também já apresenta um grande número de reclamações.
      Duas características mudaram para pior no 4shared: O fato de não ter limites para download (agora tem) e o fato de o download recomeçar automaticamente de onde parou quando a conexão é perdida e reiniciada (agora o download continua, mas nunca completa).
      Acabei de baixar a parte 2 agora e completou em pouco mais de meia hora, sem problemas.
      Verifique os seguintes pontos:
      1- Há limites diários de 3 GB e mensais de 30 GB para download no 4shared. Veja se você não atingiu estes limites.
      2 – Se ocorreu alguma interrupção na conexão, mesmo que de poucos segundos, o download não completará e apresentará erro. Neste caso, sugiro que utilize um gerenciador de download como o JDownloader2 (foi o que eu usei – não se esqueça de configurá-lo com a sua conta do 4shared) ou o Internet Download Manager para fazer o download desta parte.
      Também evite usar a internet enquanto está fazendo o downoad, deixando toda a banda livre e diminuindo o risco de interrupções.
      No arquivo em si, não existem problemas. Segundo o registro do 4shared, ele já foi baixado dezenas de vezes.
      Mas eu ainda estou com os arquivos aqui. Se você não conseguir baixar mesmo com os procedimentos acima, avise-nos que eu upo esta parte 2 novamente.
      Espero ter ajudado.
      Abraços.

      • sadboar  Disse:

        ola amigo vem eu lhe aborecer de novo eu tenho ate conta premio no 4shared fiz o teste outra vez em todas as partes da 01 a 16 somente a 2 nao quer baixar e quando consigo sai somente 150 mb e o arquivo é de 200 mb

  • sadboar  Disse:

    ola don agora tudo legal agradeço pela gentileza,possuo varios filmes antigos nen se compara a este arcevo da tela de cinema mas quem sabe posso ter alguns e se precisar ficarei muito feliz em enviar o audio para voce pois avalio uma obra prima o seu trabalho

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite sadboar.
      Obrigado pelas palavras relacionadas ao meu trabalho, mas elas são remasterizações bem simples comparadas com algumas aqui do site onde até os vídeos, e não só os áudios, são trabalhados com maestria.
      Quanto às colaborações, todas elas serão muito bem vindas para enriquecer o acervo do Tela. Se você tiver algum filme que ainda não conste no acervo do site, ou se este filme já existir aqui, mas estiver com uma outra dublagem, mande para nós. Você pode mandar direto pra mim no e-mail doncosta10@gmail.com, tanto o filme quanto apenas o áudio,ou pode mandar o filme direto para o site criando sua própria postagem, mesmo que seja um tvrip ou vhsrip. Sempre terá um remasterizador que pegará o áudio desta postagem e fará uma remasterização em cima de um vídeo de melhor qualidade. Fique à vontade para escolher a melhor forma de colaborar.
      Que bom que conseguiu, finalmente, baixar os arquivos. Vai poder curtir esse excelente filme durante o fim de semana.
      Um grande abraço pra você.

  • Neljofer  Disse:

    Quero agradecer imensamente pela excelente postagem!
    Além de conseguir agora por vocês a versão dublada, que a tempos venho tentando sem exito,
    ainda acompanha um rico comentários sobre a história e filme!
    Parabéns…

    • Don Costa  Disse:

      Nós é que te agradecemos, Neljofer, pela iniciativa de comentar a postagem.
      O Tela de Cinema prima pelo compartilhamento abnegado e incentiva a participação de todos os marujos e visitantes, seja com elogios ou críticas (desde que dentro das regras do site), pois tais comentários são importantes parâmetros para avaliarmos continuamente o nosso trabalho.
      O site é constantemente renovado e, diariamente, surgem novas postagens com filmes, seriados, desenhos e trilhas sonoras para todos os gostos. Esperamos que estes arquivos atendam às expectativas dos apaixonados fãs da sétima arte.
      Novamente obrigado por comentar.
      Abraços.

  • darci dourado  Disse:

    Grande Don ,Obrigado por suas belas postagens . Voce poderia por favor me da uma dica de como sincronizar um audio de dvd com um bluray ? Eu ja tentei varias vezes mais sempre da assincronia mesmo ja tendo convertido o fps do audio .

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite Darci.
      Que bom que gosta das minhas postagens. Mensagens como a sua são um incentivo para que continuemos fazendo esse resgate de grandes obras e dublagens clássicas do cinema.
      Darci, a maior dificuldade em uma remasterização é, justamente a padronização dos FPS das mídias envolvidas. Devemos nos lembrar que FPS (Frames Por Segundo ou Quadros Por Segundo) é uma definição usada para vídeo e não para áudio, já que áudios não possuem frames. Esse é um ponto importante a ser observado, já que muitos programas que dizem converter FPS apenas retiram ou duplicam um frame a cada segundo, mudando as suas definições, porém sem nenhum resultado prático, uma vez que a duração do filme convertido permanece exatamente a mesma de antes da conversão. Em alguns outros programas, o FPS do vídeo é realmente convertido, mas o áudio não, o que deixa áudio e vídeo totalmente sem sincronia já na própria mídia que é alvo da conversão.
      Mas digamos que você usou um bom programa, que ambos os filmes ficaram com exatamente a mesma duração e que você teve o cuidado de considerar as diferenças entre as introduções e finais de cada mídia (trailers, vinhetas, avisos, intervalos, cenas adicionais, etc.). Uma vez que você sincronizou o ponto inicial do filme de fato, todo o restante dele deve ficar sincronizado automaticamente.
      Por enquanto, eu só imagino duas causas para a falta de sincronização, mesmo com os procedimentos corretos. As duas já ocorreram comigo.
      1- Filme com FPS variável. Alguns filmes não possuem FPS fixo, com uma velocidade fixa de projeção. Eles variam a velocidade de FPS dependendo das cenas apresentadas, tendo uma quantidade de FPS maior em cenas de muito movimento e FPS menor em cenas estáticas. Esse sistema era usado apenas nos cinemas até o surgimento do DVD. Ele aumenta significativamente a qualidade das cenas sem aumentar muito o tamanho do arquivo. Atualmente esse sistema começa a entrar em declínio, diante do anúncio de discos bluray de até 100 GB e de um novo sistema de gravação em 48 FPS (o dobro da atual), iniciado com o filme “O Hobbit” (2012). Neste caso, mesmo que você converta o FPS desse filme, ele apresentará assincronia de áudio nos pontos em que os frames variavam para mais ou para menos no filme original. Lembremos que a trilha de áudio corre separadamente nos filmes originais e não são afetados pela variação de FPS. Quando convertemos esse filme utilizando um programa específico para isso, ele converte vídeo e também o áudio, inclusive nos pontos em que não deveria. Um programa simples como o MediaInfo te mostrará se o FPS de determinado filme é fixo ou variável.
      2 – Falha durante a transferência, download ou ripagem da mídia para o HD. Não é incomum ocorrerem falhas quando transferimos, baixamos ou ripamos arquivos grandes entre mídias. O problema é que esse erro não aparece durante esse trabalho e você só descobre depois quando vai assistir à esse arquivo. Uma vez estava trabalhando em um arquivo que não sincronizava de jeito nenhum. Quando resolvi assistir ao vídeo cuidadosamente descobri que ele travava durante quase um segundo lá pela metade da exibição. E era justamente esse segundo que impedia a sincronização.
      Se um destes dois casos está acontecendo com você, então não tem jeito. Você vai ter que sincronizar manualmente, ajustando as partes que perdem sincronia ao longo do filme, pois não há como resolver isso automaticamente. Um programa que todos aprovam para esse serviço é o Sony Vegas. Infelizmente eu não tive a paciência necessária para trabalhar com ele (sabe aquela história de que burro velho não aprende? Então…). Mas quem usa garante que ele é ótimo para sincronizar filmes em tempo real.
      Eu costumo usar o Audacity. Ele é meio básico, mas me acostumei com ele. Ele apresenta os dois áudios graficamente (ver imagem no início da postagem com o áudio deste filme) e assim eu vou editando ao longo dele.
      Existem vários tutoriais na internet sobre como utilizar os programas mencionados. O Audacity é gratuito e pode ser encontrado em sites como o baixaki.com.br. Já o Sony Vegas não é gratuito, e você terá de comprar uma licença.
      Eu não tenho um conhecimento muito grande nestas questões, pois sou apenas um remasterizador amador, com mais vontade do que capacidade, mas espero ter te ajudado a resolver esse problema.
      Muito obrigado pela mensagem.
      Abraços

  • antennajr  Disse:

    Nós é que agradecemos Don Costa a vocês aqui do TeladeCinema que são os MELHORES!!PARABÉNS SEMPRE VALEU!!ABRAÇÃO!!

  • darci dourado  Disse:

    Caro Don , obrigado por sua consideração em responder minha duvida .Vou ter que deixar a preguiça de lado e encarar o sony vegas e fazer manualmente todo filme .

  • dicksonramon  Disse:

    Olá. A parte 21 do Mega não baixa.

  • Vladimir  Disse:

    Olá, gostaria de agradecer por essa belíssima postagem. Sou professor de História e coincidentemente estou passando esse filme para os alunos do ensino médio, mas só tinha a versão legendada, agora vou poder passar a versão dublada! Estou baixando pelo 4 Share, mas a parte 2 consta como arquivo inexistente, será que tinha como arrumar? Desde já agradeço novamente.

    • Don Costa  Disse:

      Como vai, Vladimir?
      É uma enorme satisfação, para mim, saber que meu trabalho colabora com a formação de jovens estudantes. Sempre procurei oferecer aos marujos e visitantes arquivos com a melhor qualidade possível, à fim de proporcionar boas horas de entretenimento saudável, mas eu não esperava que estes arquivos atingissem tamanho grau de importância. Isso me dá um incentivo ainda maior para continuar enviando postagens com o mesmo padrão encontrado nesta aqui.
      Quanto ao 4shared, todos os meus arquivos mais antigos hospedados neste servidor estão apresentando problemas recentemente. Desde o começo do ano, quando o servidor começou a impor limitações, foram registradas algumas falhas esporádicas nos downloads. Mas nos últimos meses a situação piorou muito, o que me fez migrar para outro servidor que parecia muito bom, mas que depois se mostrou um grande golpe, que foi o minhateca. Agora estou testando o pcloud que, por enquanto, apresenta-se estável e confiável. Estou migrando todos os meus arquivos do 4shared e do minhateca para o pcloud, mas eu tenho a internet lenta e os arquivos do 4shared estão sendo bloqueados/apagados/corrompidos mais rapidamente do que eu consigo reupar. Também é difícil identificar imediatamente quais os arquivos que estão com problemas, pois, para mim que tenho a conta, eles aparecem como online e só apresentam problemas no meio do download. Até o momento do reenvio desta postagem os links aparentemente estavam ok. Porém, passei boa parte da madrugada tentando baixar essa parte 2, mas o acesso sempre travava antes de completá-lo, o que indica que o arquivo foi bloqueado ou corrompido no servidor.
      Eu não tenho mais este arquivo menor, pois eu só guardo os arquivos maiores ou os originais, inclusive para poupar espaço no HD. Então terei de reencodá-lo, compactá-lo e enviá-lo novamente para outro servidor, provavelmente o pcloud. Esse processo levará alguns dias. Infelizmente, as novas partes não serão compatíveis com as partes que você já baixou, e terá de baixar todas as partes novamente.
      Caso prefira não esperar, ainda tem a opção do arquivo maior no Mega e do arquivo apenas dublado em 720p no pcloud.
      Ambos estão funcionando perfeitamente.
      Agradeço pelo aviso do erro no arquivo e peço desculpas pelo inconveniente.
      Fique de olho na repostagem deste filme nos próximos dias com os novos links.
      Abraços.

      • Vladimir  Disse:

        Tranquilo meu amigo. Você é uma pessoa muito gentil e fez um belo trabalho.

  • Loganbr  Disse:

    No 4shared, o segundo arquivo é invalido 🙁

    • Don Costa  Disse:

      Olá Loganbr.
      O arquivo 02 foi bloqueado pelo servidor sem motivo aparente.
      Terei de criar um novo arquivo menor, compactá-lo e enviá-lo novamente, desta vez em outro servidor. Esse processo levará alguns dias.
      As novas partes que eu enviar não serão compatíveis com as que você já baixou, e você terá de baixá-las todas novamente.
      Caso prefira as outras opções (arquivo maior no Mega ou arquivo dublado em 720p no pcloud), os links estão funcionando perfeitamente. Mas se quiser aguardar um pouco mais, fique de olho na página inicial do Tela nos próximos dias onde surgirá a atualização da postagem.
      Peço aos administradores do site que, por favor, retirem a opção de download pelo 4shared, por enquanto, até eu reupar o arquivo novamente, a fim de evitar novos downloads desnecessários por parte dos nossos visitantes. Também peço que alterem o nome (Minhateca) que está ali logo acima do link da versão em 720p para (Pcloud), para facilitar a identificação do servidor correto para aquela versão. Hoje, todo mundo tem verdadeira aversão ao minhateca.
      Loganbr, desculpe-me pelo inconveniente e obrigado pelo aviso.
      Administradores, desculpem-me pelo trabalho extra e obrigado, antecipadamente, pelas alterações a serem realizadas.
      À todos um grande e forte abraço.

  • Gabriela T.  Disse:

    Caramba, Já baixei tudo, (menos a parte 2 (4shared)), e ainda estou sem palavras. Só me resta patentear todos os elogios acima.
    Fiquei realmente impressionada, com a postagem(MARAVILHOSA) e por saber q sua net é de 1M.
    Você é um ícone da serenidade humana, a minha é de 80M e as vz perco a paciência.
    Parabéns, para você e para o Johnahex.

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde amiga Gabriela!
      Obrigado pelas palavras simpáticas e incentivadoras dirigidas à mim e à minha postagem.
      Na verdade eu nem preciso de muita paciência para lidar com esta internet lenta porque eu adaptei a minha forma de postar à lentidão dela.
      De fato, uma internet de 1 MB limita meus downloads à 125 kbps e meus uploads à 35 kbps. Assim, eu levo por volta de 2 horas para upar uma única parte de 250 MB. Nesta velocidade, arquivos grandes como os desta postagem levam dias para baixar e muitos outros mais para upar. Isso quando não acontece uma queda na conexão, queda na energia elétrica, problemas no computador, etc. Já perdi horas e horas com transmissões que eram interrompidas quase no final e tiveram de ser retomadas do início. Muitas vezes o computador fica ligado 24 horas por dia durante vários dias para completar os downloads e uploads necessários para criar uma única postagem.como esta.
      Mas não é um tempo perdido. Eu o aproveito para pesquisar sobre o filme e sobre o tema, e monto este “encarte” para enriquecer a postagem. As pessoas parecem gostar destas informações extras tanto quanto eu, e é um prazer, para mim, pesquisá-las, montá-las e postá-las.
      Um outro truque que utilizo para aproveitar o tempo e não me saturar com determinado assunto é trabalhar com várias remasterizações ao mesmo tempo. Cada uma delas leva semanas ou meses (estou trabalhando em dois seriados desde novembro do ano passado), mas como vou mexendo aos poucos em todas elas, acabo conseguindo enviar 2 ou 3 por mês. Quando me canso de remasterizar uma, vou pesquisando sobre o tema de uma outra enquanto upo ou faço download de uma terceira. E assim vai.
      Mas nesta aqui, Gabriela, você terá de um pouco mais de paciência. O arquivo 02 da postagem foi bloqueado pelo servidor e nem eu estou conseguindo mais baixá-lo. Como eu não tenho mais o arquivo menor (eu só guardo o maior ou o original do qual eu extraí todos os ouros) eu terei de reencodá-lo, compactá-lo e enviá-lo novamente, num processo que levará alguns dias. Infelizmente, as novas partes serão incompatíveis com as partes que você já baixou, e terá de baixá-las todas novamente.
      Caso não queira esperar, você ainda tem, a opção do arquivo maior no Mega ou do arquivo dublado em 720p no pcloud. Mas se quiser esperar, fique de olho na página inicial do site com a atualização dos links nos próximos dias.
      Desculpe-me pelo transtorno e, novamente, obrigado pelo comentário.
      Grande abraço.

    • Don Costa  Disse:

      Em tempo. O grande responsável pela existência desta e de tantas outras postagens, minhas e de outros marujos, aqui no Tela, é o amigo Johnahex, que consegue estes áudios raríssimos e exclusivos, cujas remasterizações merecem todo o cuidado e dedicação possíveis.
      Deixo, aqui, um forte abraço para ele também.
      Grande Johnahex!!

  • Quark o Ferengi  Disse:

    A parte 2 do 4shared (arquivo menor) voltou a ficar off… 🙁

    • Don Costa  Disse:

      Oi Quark!
      Infelizmente esta parte foi bloqueada pelo servidor 4shared!
      No momento estou trabalhando na criação de um novo arquivo menor que será postado em um novo servidor, provavelmente o pcloud. Esse processo levará alguns dias e, caso não queira esperar, você tem, a opção do arquivo maior no Mega ou do arquivo dublado em 720p no pcloud. Mas se quiser esperar, fique de olho na página inicial do site, com a atualização dos links, que será repostada nos próximos dias.
      Infelizmente, estas novas partes não serão compatíveis com as partes que você já baixou e você terá de baixar todas as partes novamente.
      Desculpe-me pelo incômodo e obrigado pelo aviso.
      Abraços.

      • Quark o Ferengi  Disse:

        Obrigado pela atenção, Don Costa!!!

        Vou aguardar o reup no pcloud, então!! O pcloud é bem legal de baixar, gosto dele também.

        Abração!!

  • Quark o Ferengi  Disse:

    Obrigado por reupar no pcloud!!!

    Abracos!

    • Don Costa  Disse:

      Nós é que te agradecemos por prestigiar o site!
      Tenha uma boa sessão.
      Abraços.

  • Jack (Diequi)  Disse:

    o audio original é em ingles ou espanhol/frances?

    • Don Costa  Disse:

      Oi Jack!
      O áudio original de em todas as três versões é inglês, com opções de dublagem em espanhol e português. Mas o áudio que entra automaticamente é o português. Para ouvir o áudio inglês você deve selecioná-lo em seu player, assim como as legendas também..
      O que acontece nas opções em 1080p é que o release foi retirado à partir de um bluray francês. Por isso o título, os créditos e os demais textos do filme estão nesta língua. Este bluray possuía várias dublagens, além do original inglês, inclusive francês e alemão, mas eu mantive, apenas, o áudio original (inglês), a dublagem em espanhol e introduzi a dublagem em português.
      Espero ter esclarecido suas dúvidas.
      Abraços.

      • Jack (Diequi)  Disse:

        sim, ficou otimo, é que achei que poderia ser em espanhol o audio original, mas logo depois que fiz a pergunta eu li isso “Também por isso, há as opções de áudio e legendas em espanhol, que resolvi manter.” ai esclareceu, obrigado pelo filme, vou ver dublado e depois qro rever no idioma original 🙂

  • Luciano  Disse:

    O que dizer?? Sem palavras.. Fico maravilhado quando vejo uma postagem de requinte publicada assim.. Parabéns a todos desse Site que contribui carinhosamente aos fãs de cinema.. Don Costa & Johnahex,muito obrigado a vocês dois.. Vocês dois provam que a palavra “parceria” é tão enriquecedora que só vem para melhorar as nossas vidas e a vida dos outros.. Dublagem original com André Filho contribuindo para o talento de Gerard… Ridley Scott.. O que falar de Ridley Scott? É o capitão desse maravilhoso entretenimento.. Uma aula de história!! O filme tem duas dublagens.. Tornando esta raríssima.. Então,não pense… É obrigação baixar..!! Muito Obrigado novamente,pessoal..!

    • Don Costa  Disse:

      Como vai Luciano.
      Parceria e compartilhamento são duas das palavras que mais definem o espírito do site Tela de Cinema.
      Eu não sabia que este filme tinha outra dublagem. Vou procurar e, se encontrá-la, farei um tetra áudio para atualizar a postagem.
      Muito obrigado pela mensagem.
      Abraços.

  • Loganbr  Disse:

    belo trabalho

    • Don Costa  Disse:

      Boa noite, loganbr.
      Belo, mesmo, é o filme. Uma criação fantástica de Ridley Scott, cheio de astros talentosos e representando um dos mais importantes períodos da história.
      Para ver e rever sempre.
      Obrigado pelo comentário.
      Grande abraço.

  • Arqueu  Disse:

    Bom dia, excelente trabalho de pesquisa.
    Consegui baixar o arquivo de 7 gb. Mas no site não está aparecendo a senha. Pode me passar, por favor. Se n quiser posta-la aqui, meu email é kenkaku1864@hotmail.com.
    Ansioso pra assistir. Obrigado

  • netsfera  Disse:

    É com imensa satisfação que mais uma vez eu venho aqui agradecer do fundo do meu coração o trabalho EXCELENTE E MARAVILHOSO que os colaboradores do site Don Costa & Johnahex proporcionaram para o meu deleite. O adjetivo que eu poderia definir esta postagem seria ÉPICA! Inevitavelmente um filme dessa magnitude deveria ser lançado no Brasil em Blu-ray e com essa dublagem RARA. Eu tenho um HD separado só para guardar as preciosidades que você Don Costa disponibilizou no site. Eu já disse isso antes, e vou dizer mais uma vez, você é um VERDADEIRO MESTRE DA EDIÇÃO. MUITO OBRIGADO MAIS UMA VEZ!

    • Don Costa  Disse:

      Boa tarde, Netsfera!
      Longe de ser um mestre, sou somente um aprendiz. Mas um aprendiz muito dedicado, com muita vontade de aprender e apaixonado pelo cinema,
      O bom resultado apresentado nas minhas postagens são mais decorrentes do meu esforço em tentar criar um arquivo de qualidade do que da minha capacidade em se trabalhar com os programas de remasterizações.
      Agradeço-o muito pelas palavras dirigidas ao meu trabalho.
      Um grande e forte abraço para você.

Deixe uma resposta